Grupo Renault testa projeto de Blockchain para ir mais longe na certificação de veículos

O Grupo Renault desenvolveu o projeto blockchain XCEED (eXtended Compliance End to End Distributed), cujo objetivo é certificar a conformidade de todos os componentes de um veículo, desde o design até a produção.

Uma ferramenta para responder a crescente demanda por transparência
Concebida e implementada em colaboração com players líderes do setor automotivo, esta ferramenta permite maior reatividade e eficiência, em um contexto regulamentar cada dia mais exigente.

Desde 1º de setembro, estão em vigor novas regulamentações de vigilância de mercado na Europa, introduzindo controles aprimorados para veículos que já estão no mercado.

Por isso, toda a cadeia de produção deve adaptar sua estrutura, para responder às autoridades regulatórias em prazos mais curtos.

Com base na tecnologia “Hyperledger Fabric” de blockchain e operacionalizado em parceria com a IBM, o projeto XCEED visa rastrear e certificar a conformidade regulamentar dos componentes e subcomponentes dos veículos.

Um projeto colaborativo a serviço da indústria automotiva – A tecnologia blockchain permite compartilhar e rastrear informações entre vários atores, sustentando a competitividade e a excelência operacional da indústria automotiva.

Ela agiliza o processo de compartilhamento de informações, com dados disponíveis em tempo real, entregando maior eficiência em uma rede que não é centralizada, mas sim distribuída.

No caso do XCEED, o blockchain é utilizado para criar uma rede confiável para compartilhar informações de conformidade entre os fabricantes de componentes e as montadoras de automóveis.

A natureza descentralizada da tecnologia de blockchain permite que cada parte mantenha o controle e a confidencialidade de seus dados sem comprometer sua integridade, ao mesmo tempo em que é reforçada a segurança e a confidencialidade.

A segurança e a confidencialidade oferecidas pelo blockchain permitiram reunir a indústria automotiva em torno desta iniciativa pioneira.

Lançado em 2019, o projeto XCEED é resultado do trabalho colaborativo entre empresas parceiras da indústria automotiva (Continental, Faurecia, Plastic Omnium, Saint-Gobain e Valeo), fruto da inteligência coletiva e da adaptação da metodologia ágil, em uma estratégia inédita entre várias empresas para a troca de dados e a gestão de projetos.

O teste realizado na fábrica da Renault em Douai foi utilizado para consolidar o valor e a performance da tecnologia de blockchain para a indústria automotiva, com mais de um milhão de documentos arquivados e uma velocidade de 500 transações por segundo.

“O projeto XCEED que iniciamos é uma poderosa ilustração da capacidade de inovação do Grupo Renault. Temos convicção que o blockchain é um vetor da transformação da indústria automotiva”, afirma Odile Panciatici, vice-presidente de Blockchain do Grupo Renault.

“A tecnologia de Blockchain faz todo sentido em um vasto ecossistema que envolve várias empresas e faz uma ligação entre os diferentes processos, sistemas de informação e bancos de dados das empresas parceiras. Há múltiplos usos para este tipo de tecnologia na indústria automotiva, onde trocamos informações com inúmeros players externos à empresa, como fornecedores, clientes, distribuidores independentes”.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®