Ônibus GNV ultrapassa economia de 40% nos custos operacionais

A Scania Argentina entregou em meados de setembro um ônibus da linha Green Efficiency para a empresa Tamse, responsável pelo transporte urbano de passageiros em Córdoba Capital. Após completar 60 dias de testes, o veículo a gás natural totalmente comprimido (GNV) revelou que a economia de 40% nos custos operacionais havia sido excedida.

“A unidade é muito confortável, inovadora e tem detalhes altamente positivos para os usuários”, disse Marcelo Rodio, presidente do Conselho de Administração da Tamse, e acrescentou: “em um futuro próximo imaginamos ter uma frota completa de GNV, porque é uma tecnologia que está nos mostrando grandes vantagens”.

O ônibus Scania de 280 cv realizou o teste operacional das linhas B e B1 da empresa pública, que completam percursos entre 170 e 240 quilômetros por dia, respectivamente. Com autonomia de mais de 300 quilômetros, os tanques de combustível são reabastecidos ao final de cada dia, que totalizam entre 10 e 13:30 horas de serviço.

As unidades da linha Eficiência Verde são projetadas para trabalhar exclusivamente com combustíveis alternativos, entre os quais o gás natural (GNV e GNL) e o biogás. Essas opções permitem, além de reduzir os custos operacionais do cliente, reduzir as emissões de poluentes em até 20% e as emissões de ruídos e vibrações em 50%, tornando-se a opção ideal para o transporte urbano nas grandes cidades.

“É muito satisfatório para nós que o cliente possa verificar, desenvolvendo sua operação usual, como funcionam os ônibus sustentáveis. Essas novas opções representam um grande passo rumo a um transporte mais eficiente, que também prioriza o cuidado com o meio ambiente”, disse Carlos Naval, Gerente Regional da Zona Central da Scania Argentina.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®