quarta-feira, 24 julho , 2024
28 C
Recife

Cinco dicas para mudar do carro para a moto

O carro é um automóvel confortável e prático para quase todas as ocasiões. No entanto, o trânsito intenso das maiorias das cidades brasileiras, principalmente durante os horários de pico, faz da moto uma opção mais ágil para trafegar, além de ser um meio mais barato para se locomover pela questão do combustível.

Se você pensa em migrar para as duas rodas, em definitivo ou esporadicamente, veja algumas dicas que vão te ajudar nessa fase de transição e adaptação.

- Publicidade -

Habilitação – Se você ainda não tem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para pilotar uma moto, prepare-se para voltar para à autoescola. Não é permitido, em nenhuma parte do país, trafegar sem a carteira de habilitação categoria A, necessária para conduzir motocicletas, ciclomotores, motoneta ou triciclo.

Preparo físico – Pilotar sobre duas rodas vai exigir mais do seu corpo. Além de reflexos ágeis e muito equilíbrio, algumas motos chegam a pesar em torno de 100 kg, exigindo força nos braços e nas pernas para manobrar.

Equipamentos de segurança – Para conduzir uma moto em segurança, existem alguns itens básicos para proteção de diferentes partes do corpo dos motociclistas. Além do capacete, obrigatório por lei, não se esqueça de providências como a aquisição de luvas e jaqueta própria com tecido adequado e faixas reflexivas.

- Publicidade -

Um item indispensável, principalmente para quem vai começar, são as botas. Elas garantem firmeza e proteção aos pés, além de firmeza para frear e trocar marchas (veja um exemplo de modelo adequado aqui).

Escolha a moto que se adapta a você – Nem sempre a moto mais bonita e potente é a melhor para seu tipo físico e para seus trajetos. É a motocicleta que deve se adaptar às suas necessidades e condições, e não o contrário. Faça uma escolha consciente.

Treino e paciência – Mesmo com a carteira de motorista na mão, adaptar-se a um novo modo de direção leva algum tempo. Antes de se aventurar em percursos longos e movimentados, treine com calma em vias tranquilas e em horários calmos. Aprenda a sentir o veículo, controlar a aceleração e a frenagem da moto, dimensionar suas curvas, arrancar corretamente, brecar e sair novamente. Tenha paciência e dirija com cautela, sempre.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão