segunda-feira, 26 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Receita da FCA cresce 17% no terceiro trimestre de 2015

A FCA reportou hoje, em Londres, receita líquida de € 27,5 bilhões no terceiro trimestre de 2015, representando um crescimento de 17% na comparação com o mesmo período do ano passado, e um EBIT ajustado de € 1,3 bilhão, 35% maior, puxados por uma forte performance na América do Norte (NAFTA), na Ferrari e no setor de Componentes, além da melhoria contínua na Europa, Oriente Médio e África (EMEA).

O grupo registrou provisão de € 602 milhões (excluída do EBIT ajustado), principalmente para adequar as reservas de forma a refletir o atual ambiente regulatório e futuras campanhas de recall.

As vendas globais da FCA totalizaram 1,1 milhão de unidades entre julho e setembro, em linha com o terceiro trimestre de 2014. O bom desempenho da Jeep continuou em todo o mundo, com as vendas crescendo 27%.

O lucro líquido ajustado ficou em € 303 milhões, comparados com € 230 milhões no mesmo trimestre de 2014. Sem o ajuste, houve um prejuízo líquido de € 299 milhões, enquanto o terceiro trimestre do ano passado registrou lucro líquido de € 188 milhões. O débito industrial líquido foi de € 7,8 bilhões, € 200 milhões menor que no trimestre anterior.

O Grupo confirma suas previsões para o ano completo, conforme revisadas no segundo trimestre:

Vendas globais de aproximadamente 4,8 milhões de unidades;

Receita líquida maior que € 110 bilhões;

EBIT ajustado igual ou superior a € 4,5 bilhões;

Lucro líquido ajustado de aproximadamente € 1,2 bilhão, com ganho básico por ação ajustado de cerca de € 0,77;

O débito industrial foi ajustado para € 6.6 bilhões a € 7,1 bilhões (antes era de € 7,5 bilhões a € 8 bilhões) para refletir a transação completada com o IPO da Ferrari.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn