terça-feira, 20 fevereiro , 2024
28 C
Recife

BMW Group atinge novos recordes em receitas e lucratividade

- Advertisement -

O BMW Group continua com um bom desempenho no ano apesar de um ambiente de mercado instável globalmente. O grupo atingiu novos recordes em termos de volume de vendas, receitas e lucratividade no terceiro trimestre de 2015. Esses indicadores de performance também melhoraram no período de nove meses, com novos recordes estabelecidos em cada caso.

“Continuamos a vislumbrar um curso de crescimento rentável, com os números reportados mantendo a tendência de crescimento nesses primeiros nove meses do ano”, comentou Harald Krüger, Presidente do Conselho de Administração da BMW AG.

As vendas mundiais no terceiro trimestre dos veículos das marcas BMW, MINI e Rolls-Royceaumentaram 6,9% para 545.062 unidades (2014: 509.669 unidades), estabelecendo um novo recorde para o período. Com a ajuda de condições comerciais favoráveis, as receitas do grupo subiram 14% para € 22,34 bilhões (2014: € 19,60 bilhões).

- Advertisement -

Esse bom desempenho ajudou o lucro antes do resultado financeiro (EBIT) a aumentar 4,3% para € 2,35 bilhões (2014: € 2,25 bilhões). Por conta disso, o lucro antes dos impostos (EBT) do grupo aumentou 12,8% para € 2,26 bilhões (2014: € 2 bilhões). Em linha com esses números, o lucro líquido do grupo no terceiro trimestre foi de € 1,57 bilhão, consideravelmente maior do que um ano antes (2014: € 1,31 bilhão; + 20,5%).

 O EBT do Group excede a marca de € 7 bilhões pela primeira vez no período de nove meses do ano

O volume de vendas do BMW Group nos primeiros nove meses do ano aumentou 7,5% para1.644.810 unidades (2014: 1.529.880). Condições comerciais favoráveis ajudaram as receitas do grupo a crescerem 16,4% para € 67,19 bilhões (2014: € 57,74 bilhões).

- Advertisement -

O lucro antes do resultado financeiro (EBIT) para o período de nove meses aumentou 6,5% para € 7,4 bilhões (2014: € 6,94 bilhões).

Apesar do menor resultado dos investimentos, parcialmente refletindo a normalização em andamento no mercado chinês, o lucro antes dos impostos (EBT) aumentou 4,3% para €7,11 bilhões (2014: €6,81 bilhões) e ultrapassoua marca de € 7 bilhões pela primeira vez em um período de nove meses do ano.

O lucro líquido atingiu o valor de € 4,84 bilhões e, portanto, aumentou 6,8% considerando o recorde do ano anterior (€ 4,53 bilhões).

“Considerando que a tendência de crescimento dos nossos negócios se mantém, nós permanecemos com metas ambiciosas para o ano e pretendemos alcançar novos recordes para o volume de vendas, receitas e lucros”, explicou Friedrich Eichiner, Membro do Conselho de Administração da BMW AG e CFO da companhia.

Segmento de automóveis: margem EBIT dentro da meta

As receitas do terceiro trimestre para o setor automotivo cresceram 15,6% para € 20,97 bilhões (2014: € 18,14 bilhões), refletindo o consistente desempenho de vendas e condições comerciais favoráveis. O EBIT melhorou em 12,7% para € 1,91 bilhão (2014: € 1,69 bilhão). A margem EBIT atingiu 9,1% (2014: 9,4%) e, portanto, dentro da meta de 8 a 10%.

Por conta de um melhor resultado financeiro, o resultado antes dos impostos do segmento de automóveis aumentou para € 1,84 bilhão (2014: €1,43 bilhão;+ 29%). O retorno antes dos impostos sobre as vendas foi de 8,8% (2014: 7,9%).

As receitas do segmento nos nove meses do ano cresceram 15,6% para €61,51 bilhões(2014: € 53.20 bilhões). O EBIT subiu ligeiramente, 1,6%, de € 5,43 bilhões para € 5,52 bilhões. A margem EBIT encerrou em 9% (2014: 10,2%) durante o período de nove meses do ano e, portanto, dentro da meta de 8 a 10%.

O lucro antes dos impostos, em € 5,32 bilhões, está em um nível semelhante ao registrado no ano anterior, gerando um retorno antes dos impostos sobre as vendas de8,7% (2014: 10%).

A marca BMW registrou uma nova alta no volume de vendas no terceiro trimestre atingindo 463.739 unidades (2014: 433.145 unidades; + 7,1%). O volume de vendas para o período de nove meses do ano cresceu em 5,8% para 1.395.780 unidades (2014: 1.319.492 unidades). As vendas da marca foram impulsionadas por diversos modelos, com destaque para os modelos da linha BMW X, bem como as Séries 2 e 4.

No período dos nove meses do ano, foram comercializadas 110.066 unidades (2014: 21.047 unidades) do BMW Série 2, um recorde impulsionado pelas vendas do novo BMW Active Tourer e da versão Conversível. As vendas do Série 4cresceram para 114.151 unidades (2014: 81.876 unidades; + 39,4%).

A demanda pelos vários modelos da família BMW X permanece forte.  As vendas nos nove meses do BMW X5 cresceram em 19,8% para 125.739 unidades (2014: 104.997 unidades). O volume de vendas do BMW X6 cresceu ainda mais rápido, atingindo 32.857 unidades (2014: 23.394 unidades).

O BMW X4, lançado cerca de um ano atrás, registrou vendas no período de 40.920 unidades (2014: 7.199 unidades). A submarca BMW i também continua a progredir, com vendas quase dobrando para 20.576 unidades (2014: 10.540 unidades). Um impulso maior em termos de vendas é esperado no final do ano em função do recente lançamento do novo BMW Série 7.

 

A marca MINI registrou um aumento no volume de vendas de 6,4% no terceiro trimestre, com vendassaltando para 80.488 unidades (2014: 75.633 unidades). A venda nos nove meses do ano subiu 18,7% para um novo recorde de 246.426 unidades (2014: 207.529 unidades). Os crescimentos mais destacados foram registados para os modelos MINI Hatch 3 e 5 portas, cujas vendas quase dobraram, atingindo um total de 162.791 unidades (2014: 83.508 unidades). Um novo crescimento em vendas deve ser impulsionado pelo lançamento recente do novo MINI Clubman, já disponível em alguns mercados desde o final de outubro.

 

A Rolls-Royce Motor Cars obteve sua segunda melhor performance de vendas nos nove meses do ano até hoje, apesar da desaceleração do mercado de luxo na China. A marca entregou 2.604 unidades para clientes de janeiro a setembro (- 8,9%). As vendas mundiais no terceiro trimestre totalizaram 835 unidades (2014: 891 unidades; – 6,3%). Com exceção da China, as vendas mundiais estão equilibradas e em conformidade com as expectativas, sendo que a empresa continua a planejar o crescimento sustentável da marca em longo prazo.

 

Recordes de vendas por região nos primeiros nove meses do ano

A fim de manter a sua estratégia de crescimento rentável, o BMW Group continua empenhado em alcançar uma distribuição equilibrada das vendas globais nas três principais regiões de vendas do mundo – Europa, Ásia e Américas – com o objetivo de evitar a excessiva dependência de mercados individualmente.  Em conformidade com essa estratégia, um crescimento no volume de vendas foi registrado em todas as regiões para o período de janeiro a setembro.

Os primeiros nove meses de 2015 registraram um ótimo desempenho na Europa, com vendas aumentando em 10,3% para 731.637 unidades (2014: 663.407 unidades). O volume de vendas na Alemanha durante esse período aumento em 5,3% para 208.614 unidades (2014: 198.083 unidades).

A Grã-Bretanha – quarto maior mercado do BMW Group – alcançou um aumento de 13,8% para 171.472 unidades (2014: 150.626 unidades) no período, enquanto o número de veículos vendidos na França subiu 19,6% para 56.238 unidades (2014: 47.004 unidades). O volume de vendas na Itália aumentou 11,5% para 50.895 unidades (2014: 45.666 unidades).

As vendas de veículos BMW e MINI na Ásia cresceu 4,2% para 503.160 unidades (2014: 482.718 unidades) para o período de nove meses do ano, incluindo um aumento de 1,9% nas vendas em território chinês para 342.920 unidades (2014: 336.499 unidades). As vendas no período no Japão subiram 9,8% para 50.613 unidades (2014: 46.109 unidades).

Um bom desempenho também foi registrado para a região das Américas, com vendas de veículos do BMW Group subindo para 361.562 unidades (2014: 337.852 unidades) de janeiro a setembro, um aumento de 7% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Nos EUA, o volume de vendas aumentou 7% para 295.728 unidades (2014: 276.491 unidades).

Segmento de motocicletas estabeleceu novos recordes

O segmento de motocicletas definiu um novo recorde para o trimestre, com o volume de vendas aumentando em 16,3% para 33.993 unidades (2014: 29.239 unidades). As receitas do segmento para o período de julho a setembro cresceram em 22,7% para € 454 milhões (2014: € 370 milhões) puxadas pelo forte volume de vendas e um mix de modelos de alto valor agregado.

O EBIT melhorou para € 46 milhões (2014: € 27 milhões; + 70,4%), enquanto o lucro antes dos impostos aumentou para € 45 milhões (2014: €26 milhões; + 73,1%). Osnúmeros de lucros e volume de vendas marcam novos recordes para um terceiro trimestre. A tendência de alta nos negócios foi impulsionada pelos modelos BMW R 1200 R, R 1200 RS, S 1000 RR, S 1000 XR e F 800 R.

A BMW Motorrad também atingiu o seu melhor desempenho em nove meses em mais de 90 anos de operações, com as vendas aumentando 12,2% para 112.411 unidades (2014: 100.217 unidades). A receita do segmento aumentou 19,9% para € 1,64 bilhão (2014: € 1,37 bilhão). O EBIT melhorou atingindo € 273 milhões (2014: € 146 milhões; + 87%). O lucro antes dos impostos apresentou um cenário semelhante, com um salto de 89,5% para € 271 milhões (2014: € 143 milhões).

Segmento de Serviços Financeiros continua com um bom desempenho

O segmento de Serviços Financeiros também continuou com um bom desempenho durante o período de julho a setembro, registrando novos recordes para o terceiro trimestre. As receitas do segmento foram 7,7% superiores ao ano anterior atingindo € 5,62 bilhões (2014: €5,22 bilhões).

O lucro antes dos impostos aumentou 3,1% para € 462milhões (2014: €448 milhões) graças ao crescimento do portfólio de clientes e uma posição de risco estável.

 

As receitas para o período de nove meses do ano cresceram 16,8% para €17,83 bilhões(2014: € 15,26 bilhões). O lucro antes dos impostos aumentou para € 1,51 bilhão (2014: € 1,35 bilhão; + 12,1%).

Um total de 1.222.165 novos contratos (2014: 1.111.700 contratos: + 9,9%) foram assinados durante o período de nove meses em conjunto com os negócios de financiamento e leasing. A carteira de contratos de leasing e financiamento atual com concessionárias e clientes de varejo em 30 de setembro aumentou 7,5% para um total de 4.227.586 contratos (2014: 3.932.451 contratos).

A força de trabalho do BMW Group aumenta

O tamanho da força de trabalho da organização aumentou 5,9% em comparação com o final do terceiro trimestre do ano anterior. O BMW Group possui uma força de trabalho no mundo inteiro de 121.316 colaboradores (2014: 114.587 colaboradores) em 30 de setembro de 2015.

O BMW Group continua a recrutar engenheiros e outros trabalhadores qualificados, a fim de atender à crescente demanda do mercado por nossos veículos, mantendo o foco em inovação e desenvolvimento de novas tecnologias característico da empresa.

O BMW Group reafirma as metas para o ano

O BMW Group encara o futuro com confiança e reafirma as suas metas para 2015. Crescimento sólido e, portanto, novos resultados recordes são as metas em 2015 para o volume de vendas e o lucro antes dos impostos do grupo. O BMW Group também tem a intenção de fortalecer firmemente sua posição como o fabricante de veículos premium líder mundial ao final do ano.

 

No entanto, a escala de crescimento nos próximos meses pode oscilar, devido à concorrência agressiva nos mercados de automóveis; ao aumento dos custos com pessoal; e aos desafios relacionados com a normalização do mercado chinês.  Alguns riscos também devem ser avaliados, incluindo a situação instável do mercado russo, incertezas macroeconômicas na Europa, e a situação cada vez mais competitiva nos EUA.

O grupo prevê mais impulso aos negócios até o fim do ano em decorrência do lançamento de 15 modelos (entre novos e facelifts), assim como a previsão de desenvolvimento positivo dos mercados de automóveis em todo o mundo.

 

As receitas do segmento de automóveis devem crescer consideravelmente em 2015devido ao aumento do volume de vendas e fatores cambiais favoráveis. Reafirmamos nossa previsão de uma margem EBIT dentro de um intervalo alvo de 8 a 10% para o segmento.

O BMW Group espera que o segmento de motocicletas continue com a sua tendência ascendente, com um impulso adicional advindo de novos modelos. As vendas de motocicletas BMW ao longo do ano, como um todo, deverão crescer solidamente.

O segmento de Serviços Financeiros também deverá permanecer com um bom desempenho ao longo de 2015.  Apesar do aumento dos requisitos de capital próprio ao redor do mundo, o BMW Group prevê um retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) para 2015 em conformidade com o nível do ano anterior (2014: 19,4%), mantendo-se assim à frente da meta de pelo menos 18%.

As previsões do BMW Group para o ano fiscal de 2015 se baseiam no pressuposto de que as condições políticas e econômicas globais permanecerão estáveis.

 

O BMW Group – panorama geral

 

Terceiro trimestre

2015

Terceiro trimestre

2014*

Alteração em %
Volume de vendas        
Automotivo unidades 545.062 509.669 + 6,9
Dos quais:

BMW

unidades 463.739 433.145 + 7,1
MINI unidades 80.488 75.633 + 6,4
Rolls-Royce unidades 835 891 – 6,3
Motocicletas unidades 33.993 29.239 + 16,3
Força de Trabalho1   121.316 114.587 + 5,9
Fluxo de caixa operacional do

Segmento automotivo

Milhões de euros 2.246 1.176 + 91,0
Receitas Milhões de euros 22.345 19.600 + 14
Das quais:

Automotivo

Milhões de euros 20.970 18.142 + 15,6
Motocicletas Milhões de euros 454 370 + 22,7
Serviços Financeiros Milhões de euros 5.621 5.221 + 7,7
Outras Entidades Milhões de euros 1 2 – 50
Eliminações Milhões de euros – 4.701 – 4.135 – 13,7
Lucro antes do resultado financeiro

(EBIT)

Milhões de euros 2.354 2.256 +4,3
Dos quais:

Automotivo

Milhões de euros 1.912 1.697 +12,7
Motocicletas Milhões de euros 46 27 +70,4
Serviços Financeiros Milhões de euros 465 456 +2
Outras Entidades Milhões de euros 5 31 -83,9
Eliminações Milhões de euros -74 45
Lucro antes dos impostos (EBT) Milhões de euros 2.263 2.006 +12,8
Dos quais:

Automotivo

Milhões de euros 1.845 1.430 +29
Motocicletas Milhões de euros 45 26 +73,1
Serviços Financeiros Milhões de euros 462 448 +3,1
Outras Entidades Milhões de euros 5 63 -92,1
Eliminações Milhões de euros -94 39
Imposto de renda Milhões de euros -684 -696 +1,7
Lucro líquido Milhões de euros 1.579 1.310 +20,5
Lucro por ação2 Milhões de euros 2,39/2,39 1,98/1,98 +20,7/+20,7

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos