Mercedes-Benz

Nova lâmpada xenon da Philips em destaque no Jeep Renegade

- Scania 65 anos

Basta olhar o conjunto ótico das versões intermediária e top de linha, Longitude e Trailhawk, do Jeep Renegade equipado com a nova lâmpada em xenon da Philips, para constatar a diferença em iluminação.

O projeto D5S da fabricante é mais uma solução inovadora desenvolvida para as montadoras oferecerem o facho azulado aos seus clientes por preço mais competitivo e em um segmento onde o tom azulado ainda não é encontrado.

Oferecido como opcional, o D5S traz todos os benefícios do farol de xenon, como segurança, estilo e praticidade, em um sistema que dispensa o regulador e o limpador de lente dos faróis. A advogada e empresária Flávia Galvão Moraes não dispensou o opcional.

A diferença na capacidade de iluminação entre o xenon e a lâmpada halógena é três vezes maior, o que proporciona maior visibilidade lateral e de profundidade ao motorista. Porém, quando projetada acima de 2 mil lúmens, unidade de medida de iluminação das lâmpadas, o uso do sistema requer um projeto ótico mais completo e caro, com controle de nível do feixe e limpador de lentes.

“O regulador serve para ajustar o ângulo da emissão do feixe de luz, de acordo com posicionamento do carro em relação ao solo. Já o sistema de limpeza das lentes visa eliminar sujeiras ou qualquer substância que possa interferir na emissão da luz”, explica diz Ivan Lelis, gerente sênior de Vendas OEM da Philips Automotiva.

A tecnologia xenon D5S da Philips projeta até 2 mil lúmens e conta com sistema anti ofuscamento, eliminando a necessidade dos mecanismos extras, oferecendo um facho azulado em um conceito de projeto moderno, otimizado e seguro, que elimina também a necessidade de reatores e cabos.

“Garantimos a alta qualidade xenon e a projeção do facho de luz na pista dentro das normas técnicas internacionais evitando o ofuscamento da visão do motorista que trafega no sentido oposto com todas as vantagens que o gás proporciona. Além de mais potência, até 2.000 lúmens contra 700 lúmens da halógena, o nosso projeto D5S consome menos energia, de 25 watts contra 35 watts dos xenon tradicionais e duram quatro vezes mais quando comparado com a lâmpada halógena”, diz Lelis.

De acordo com a Jeep, cerca de 40% dos consumidores que adquirem a versão top de linha do Renegade (Trailhawk) optam pela segurança, tecnologia e estilo que o facho azulado proporciona.

A advogada e empresária Flávia Galvão Moraes adquiriu recentemente a versão Longitude do Jeep Renegade e conta que após um test-drive não dispensou o equipamento por conta do ganho em iluminação.

“A segurança foi o ponto de partida, uma vez que realizamos com frequência o trecho entre as cidade de Recife (PE) e Balneário Porto de Galinhas. É como acender uma vela e ligar uma lamparina fluorescente. Faz muita diferença ter o facho azulado”, diz.

Reposição – De acordo com a norma do Contran 384 estabelecida em 2011, a instalação do farol de gás xenônio é proibida nos veículos que não possuem esta tecnologia originalmente de fábrica, já que uso inadequado pode causar ofuscamento aos condutores que transitam em sentido contrário.

O objetivo do Contran é garantir maior segurança no trânsito, já que os faróis utilizados na maioria dos veículos, comercializados no Brasil, foram projetados para o uso de lâmpadas halógenas e não de descarga de gás (xenon).

Equipe Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.
Mercedes-Benz

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Scania 65 anos

Mais recentes

SIMEA 2022
- Publicidade - Mercedes-Benz

Instagram Mecânica Online®

- Volvo Zero Acidentes
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação