sexta-feira, 21 junho , 2024
28 C
Recife

BMW Group registra mais um início de ano positivo

O BMW Group continua trilhando um caminho de sucesso no início do ano de celebração de seu centenário, alcançando números inéditos de volume de vendas e lucratividade neste primeiro trimestre de 2016.

- Publicidade -

“Nosso desempenho no primeiro trimestre é mais uma prova de nossa capacidade de gerar resultados positivos apesar de um ambiente de mercado volátil”, afirmou Harald Krüger, Presidente do Conselho de Administração da BMW AG.

“O fator decisivo para nós não é a lucratividade no curto prazo, mas um crescimento sustentável e rentável. Nesse sentido, pretendemos desempenhar um papel pioneiro ao transformar e moldar o mundo da mobilidade individual hoje e no futuro”.

O BMW Group apresentou sua Estratégia Number ONE > NEXTem março, definindo o modelo para seu compromisso contínuo de impulsionar a mudança na mobilidade futura.

No segmento de automóveis, o volume de vendas do BMW Group aumentou 5,9%, alcançando um total de 557.605 unidades (2015: 526.669 unidades) nos três primeiros meses do ano, estabelecendo assim um novo recorde para o período.

- Publicidade -

Em € 20,85 bilhões, as receitas do grupo para o período de janeiro a março mantiveram o mesmo patamar registrado no ano anterior (2015: € 20,91 bilhões; -0,3%), influenciadas pelo maior volume de vendas por um lado e, por outro, por condições cambiais desfavoráveis.

O lucro antes do resultado financeiro (EBIT) totalizou € 2,45 bilhões (2015: € 2,52 bilhões; -2,5%). O lucro antes dos impostos (EBT)do grupo aumentou 4,4%, atingindo um novo recorde de € 2,36 bilhões (2015: € 2,26 bilhões). O lucro líquido do grupo aumentou 8,2%, atingindo € 1,64 bilhão (2015: € 1,51 bilhão), alcançando também um novo recorde no primeiro trimestre.

Segmento de automóveis: margem EBIT na extremidade maior da meta – Em € 18,81 bilhões, as receitas do segmento de automóveis mantiveram um patamar similar ao mesmo período do ano anterior (2015: € 18,89 bilhões; -0,4%).

O EBIT totalizou € 1,76 bilhão, também se aproximando muito dos números do ano passado (2015: € 1,79 bilhão; -1,7%). A margem EBIT no segmento de automóveis foi de 9,4% (2015: 9,5%), estando mais uma vez na maior metade da meta esperada (entre 8% e 10%). O lucro antes dos impostos aumentou 6,1%, de € 1,63 bilhão para € 1,73 bilhão.

A marca BMW atingiu um novo recorde no volume de vendas, com 478.743 unidades (2015: 451.576 unidades; +6%) vendidas no primeiro trimestre. O resultado reflete as contribuições feitas pelo “brand shaper” do BMW Group, o novo BMW Série 7, e os modelos BMW X.

- Publicidade -

As entregas no primeiro trimestre do BMW Série 7 foram 20,3% maiores em relação ao ano anterior. Vale destacar que o BMW Série 7 híbrido plug-in e o BMW M760Li xDrive chegarão ao mercado este ano. As vendas do BMW X1 no período de três meses cresceram 67,6% combinando-se os dois últimos anos, alcançando 51.002 unidades.

O BMW X3 registrou um recorde no aumento do volume de vendas de 26,9%, alcançando 38.719 unidades, e o BMW X6 aumentou suas vendas em 15,2% em relação ao ano anterior (11.043 unidades).

Os clientes receberam 5.128 veículos BMW i no mundo todo durante os três primeiros meses do ano, quebrando a barreira das 50.000 unidades vendidas desde o lançamento no mercado, no final de 2013. Há a expectativa de que a nova versão do BMW i3 (bateria com autonomia estendida) estimule a demanda pelo produto a partir do terceiro trimestre do ano.

A marca MINI também alcançou um novo recorde de entregas para clientes no primeiro trimestre, com vendas mundiais 5,4% maiores, alcançando 78.311 unidades (2015: 74.312 unidades). Um crescimento maior foi registrado com contribuição do novo MINI Clubman (mais de 12.000 unidades foram vendidas no período).

As vendas no primeiro trimestre da Rolls-Royce Motor Cars foram afetadas por diversos fatores, incluindo incertezas políticas e econômicas, principalmente no Oriente Médio. Os preparativos para o lançamento do Dawn no mercado também trouxeram impacto.

No total, 551 unidades foram entregues para clientes durante o período considerado (2015: 781 unidades; -29,4%). O novo Rolls-Royce Dawn foi lançado no final de março. A entrada de pedidos no momento é satisfatória e deve estimular a demanda pelo produto.

A tendência positiva do BMW Group continuou na Europa, onde as vendas de 257.120 unidades no primeiro trimestre aumentaram 9,5% em relação ao ano anterior.

Vários mercados na região registraram o crescimento no volume de vendas, até mesmo em uma escala de dois dígitos em alguns países, incluindo a Grã-Bretanha (+10,5%; 59.169 unidades), França (+10,7%; 20.816 unidades) e Itália (+11,5%; 19.951 unidades).

A venda de veículos do BMW Group no primeiro trimestre na Ásia aumentou 9,9%, alcançando 183.204 unidades, incluindo 127.167 unidades vendidas na China (+10,5%) e 18.703 unidades no Japão (+8,8%).

As entregas para clientes nas Américas diminuíram 8,7%, registrando 100.245 unidades, incluindo 81.601 unidades (-10,8%) vendidas nos EUA.

Segmento de motocicletas alcança novo recorde no volume de vendas – O segmento de motocicletas continua com bom desempenho.

O número de motocicletas BMW vendidas para clientes no mundo todo desde o início do ano aumentou 7,7%, alcançando 33.788 unidades, com o modelo BMW R 1200 GS e seu modelo irmão, o BMW R 1200 GS Adventure, permanecendo os modelos mais vendidos do BMW Motorrad no mundo.

As receitas do segmento no primeiro trimestre aumentaram 2,6%, alcançando € 582 milhões (2015: € 567 milhões) por conta dos bons volumes de vendas. O EBIT totalizou € 94 milhões (2015: € 115 milhões; -18,3%), enquanto o lucro antes dos impostos também registrou € 94 milhões (2015: € 114 milhões; -17,5%)

Segmento de Serviços Financeiros continua com bom desempenho – O segmento de Serviços Financeiros continuou com bom desempenho durante o período de janeiro a março, atingindo um novo recorde no período.

No total, 413.372 (2015: 384.565) novos contratos foram assinados em conjunto com os negócios de financiamento e leasing, resultado 7,5% superior ao do ano anterior. O número de contratos de financiamento e leasing aumentou 8,3%, alcançando um total de 4.786.441 contratos no final do período considerado (2015: 4.419.817 contratos).

Em € 6,03 bilhões, as receitas do segmento mantiveram o mesmo patamar do ano anterior (2015: € 6,05 bilhões: -0,4%). Os lucros antes dos impostos do segmento aumentaram 2%, alcançando € 570 milhões (2015: € 559 milhões), por conta do maior volume de negócios.

Aumento da força de trabalho – O tamanho da força de trabalho aumentou 4,4% em comparação com o primeiro trimestre do ano anterior. No geral, o BMW Group empregou uma força de trabalho de 122.692 funcionários no mundo todo no final do período considerado (2015: 117.554).

O BMW Group continua recrutando engenheiros e profissionais qualificados para acompanhar a crescente demanda por veículos da empresa, avançar com inovações e desenvolver novas tecnologias.

BMW Group reafirma metas para todo o ano de 2016 – O BMW Group continua confiante que alcançará suas metas para o exercício financeiro atual graças à força de suas marcas, seu portfólio de produtos atrativo e a expectativa de que os mercados de automóveis internacionais continuarão com tendências de crescimento.

Essas condições favoráveis contrastam com os altos níveis de despesas iniciais para novas tecnologias, concorrência intensa e gastos crescentes com pessoal.  Espera-se que o ambiente político e econômico global permaneça volátil.

“Prevemos pequenos aumentos, consequentemente novos recordes no volume de vendas no segmento de automóveis e no lucro antes dos impostos do grupo em 2016”, disse Harald Krüger. O BMW Group também pretende continuar sendo a fabricante líder mundial de veículos premium em 2016.

As receitas do segmento de automóveis também podem ter um pequeno crescimento ao longo do ano como um todo com o auxílio de um maior volume de vendas. Em 2016, a previsão é de que a margem EBIT permaneça dentro da meta esperada, entre 8% e 10%.

O BMW Group espera que o segmento de motocicletas continue sua tendência de crescimento neste ano. Os novos modelos R NineT Scrambler e G 310 R divulgados no terceiro trimestre do ano passado ampliaram o portfólio de produtos e estão atraindo novos grupos de clientes. Um pequeno aumento no volume de vendas é previsto para o ano.

O desempenho bem-sucedido do segmento de Serviços Financeiros deve continuar. Apesar das crescentes exigências de capital em todo o mundo, o BMW Group prevê um retorno sobre o patrimônio líquido (RoE) para todo o exercício financeiro de 2016 em um patamar similar ao do ano anterior (2015: 20,2%), novamente acima da meta definida, de pelo menos 18%.

O BMW Group – overview   1º trimestre de 2016 1º trimestre de 2015 Variação %
Volume de vendas
Automóveis Unidades 557.605 526.669 5,9
Do qual: BMW Unidades 478.743 451.576 6,0
MINI Unidades 78.311 74.312 5,4
Rolls-Royce Unidades 551 781 -29,4
Motocicletas Unidades 33.788 31.370 7,7
         
Força de trabalho1   122.692 117.554 4,4
         
Margem EBIT

Segmento de automóveis

 

Percentual

9,4 9,5 -0,1%ponto
         
Receitas  

€ milhões

20.853 20.917 -0,3
Das quais: Automóveis € milhões 18.814 18.893 -0,4
Motocicletas  

€ milhões

582 567 2,6
Serviços Financeiros  

€ milhões

6.032 6.058 -0,4
Outras Entidades  

€ milhões

1 2 -50,0

 

Eliminações  

€ milhões

-4.576 -4.603 0,6
         
Lucro antes do resultado financeiro (EBIT)  

€ milhões

2.457 2.521 -2,5
Do qual: Automóveis € milhões 1.763 1.794 -1,7
Motocicletas  

€ milhões

94 115 -18,3
Serviços Financeiros  

€ milhões

591 555 6,5
Outras Entidades  

€ milhões

11 40 -72,5
Eliminações  

€ milhões

-2 17
         
Lucro antes dos impostos (EBT)  

€ milhões

2.368 2.269 4,4
Do qual: Automóveis € milhões 1.734 1.634 6,1
Motocicletas  

€ milhões

94 114 -17,5
Serviços Financeiros  

€ milhões

570 559 2,0
Outras Entidades  

€ milhões

-2 -23 91,3
Eliminações € milhões -28 -15 -86,7
         
Imposto de renda  

€ milhões

-727 -753 3,5
Lucro líquido  

€ milhões

1.641 1.516 8,2
Lucro por ação2  

2,48/2,48 2,30/2,30 7,8/7,8

 

1 Os dados excluem os contratos de trabalho inativos, colaboradores no trabalho e em períodos fora do trabalho, com acordos de trabalho de meio período para pré-aposentadoria, e fatias salariais inferiores.

2  Lucro por ação ordinária/preferencial.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente