sábado, 20 julho , 2024
28 C
Recife

Novo Onix e Prisma 2017: sistema ECO reduz em até 18% o consumo de combustível do hatch

Assim como o design e o conteúdo, a parte mecânica do Novo Onix também incorpora importantes evoluções.

O modelo é o primeiro da linha Chevrolet no país a adotar o sistema ECO, que consiste em um conjunto de tecnologias com foco em conforto, performance, emissões e eficiência energética.

- Publicidade -

As mudanças englobam motor, transmissão, suspensão, freio, aerodinâmica e até o uso de materiais mais nobres para redução de peso.

Junto com o Onix 2017 estreiam os motores 1.0 e 1.4 da nova geração SPE/4 ECO, com powercell (peças internas móveis) e acessórios mais tecnológicos.

O conjunto de pistões, bielas e anéis, por exemplo, foi redesenhado e ficou mais leve, enquanto o tipo de óleo lubrificante (0W20) também sofreu alterações.

- Publicidade -

O módulo eletrônico, responsável por controlar as diversas funções do motor, está 40% mais rápido e potente. Novos sistemas de arrefecimento e de gerenciamento de cargas elétricas completam o pacote.

O novo sistema de gerenciamento de energia elétrica do veículo conta com monitoramento continuo da bateria e utilização otimizada do alternador, além da adoção de um alternador de alto rendimento.

O novo módulo de arrefecimento traz central de controle multivelocidades, ventilador sem escovas -com menor atrito-, trocadores de calor mais modernos e menor quantidade de líquido refrigerante. Tudo isso faz dele um sistema mais silencioso, leve e eficaz.

- Publicidade -

O veículo passa a adotar ainda transmissões de nova geração. Com isso, a caixa manual passa a ter seis marchas. Essa marcha extra contribui para reduzir o consumo de combustível e o nível de ruído principalmente em altas velocidades. Já a transmissão automática de seis velocidades realiza mudanças mais ágeis e lineares, mesmo no modo Active Select, que permite fazer as trocas manualmente.

Para auxiliar o motorista a dirigir de forma mais econômica, o carro ganha um alerta de mudança de marcha no quadro de instrumento. Um ícone indica o momento ideal para tal.

O time de engenheiros da GM se dedicou para reduzir o peso e elevar a rigidez estrutural do Onix. Mais de 100 componentes foram retrabalhados, aumentando a aplicação de aço de alta resistência em painéis e reforços. Na média, o carro ficou 32 kg mais leve, um ganho significativo para um modelo que adicionou tantos conteúdos tecnológicos.

Freios mais eficientes energeticamente e pneus verdes também contribuíram para que o Novo Onix alcançasse até 18% de redução no consumo de combustível e recebesse nota máxima de eficiência energética do Inmetro e o selo verde do Conpet, isso tanto em versões 1.0 ECO quanto 1.4 ECO.

O Novo Onix 1.4 ECO MT6, por exemplo, roda com um litro de gasolina, 14,9 km na estrada e 12,5 na cidade. Com etanol, os números são 10,2 km/l e 8,6 km/l, respectivamente. Resultado melhor inclusive que de rivais equipados com motor 1.0 três cilindros e turbinados.

Esse propulsor da Chevrolet é Flex e desenvolve, quando abastecido com etanol, 106 cv de potência a 6.000 rpm e 13,9 kgfm de torque a 4.800 rpm. Com gasolina no tanque, desenvolve 98 cv de potência a 6.000 rpm e 13 kgfm de torque a 4.800 rpm.

O modelo chega a 180 km/h de máxima e é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 10,5s.

Novo Prisma estreia inicialmente com motor 1.4 ECO – O modelo juntamente com o Onix são os primeiros da linha Chevrolet no país a adotarem o sistema ECO, que consiste em um conjunto de tecnologias com foco em conforto, tecnologia, emissões e eficiência energética.

As mudanças englobam motor, transmissão, suspensão, freio, aerodinâmica e até a uso de materiais mais nobres para redução de peso.

O time de engenheiros da GM se dedicou para reduzir o peso e elevar a rigidez estrutural do Prisma. Mais de 100 componentes foram retrabalhados, aumentando a aplicação de aço de alta resistência em painéis e reforços. Na média, o carro ficou 33 kg mais leve, um ganho significativo para um modelo que adicionou tantos novos conteúdos tecnológicos.

Freios mais eficientes e de baixo arrasto e pneus verdes também contribuíram para que o Novo Prisma alcançasse até 22% de redução no consumo de combustível e recebesse nota máxima de eficiência energética do Inmetro e o selo verde do Conpet.

Assim, o Novo Prisma 1.4 ECO MT6 roda com um litro de gasolina 15,4 km na estrada e 12,8 na cidade. Com etanol, os números são 10,7 km/l e 8,8 km/l, respectivamente. Resultado melhor inclusive que de rivais equipados com motor 1.0 três cilindros e turbinados.

Esse propulsor da Chevrolet é Flex e desenvolve, quando abastecido com etanol, 106 cv de potência a 6.000 rpm e 13,9 kgfm de torque a 4.800 rpm. Com gasolina no tanque, desenvolve 98 cv de potência a 6.000 rpm e 13 kgfm de torque a 4.800 rpm.

O carro alcança 180 km/h e é capaz de acelerar da imobilidade aos 100 km/h em 10,5s.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão