Mercedes-Benz

Air Products e Cummins aceleram o desenvolvimento de caminhões de célula de combustível

A Air Products, líder mundial no fornecimento e transporte de hidrogênio, e a Cummins Inc., líder global em tecnologias de energia e hidrogênio, em conjunto, anunciam a assinatura de memorando de entendimento (MOU) para trabalhar juntos e acelerar a integração de caminhões com células de combustível de hidrogênio nas Américas, Europa e Ásia.

A Cummins fornecerá motores elétricos de célula de combustível de hidrogênio integrados em caminhões pesados de parceiros OEM selecionados para a Air Products, que inicia o processo de conversão de sua frota global de veículos de distribuição em veículos de célula de combustível de hidrogênio.

Após uma demonstração bem sucedida e uma fase piloto, a Air Products planeja converter sua frota global de aproximadamente 2 mil caminhões em veículos de emissão zero com célula de combustível de hidrogênio.

A Cummins e a Air Products esperam que a fase de demonstração comece em 2022. Além disso, a Cummins e a Air Products trabalharão juntas para aumentar a acessibilidade do hidrogênio renovável, incluindo oportunidades de infraestrutura de hidrogênio que promovem a sua adoção para mobilidade.

“Acreditamos que o hidrogênio é o futuro para o segmento de serviço pesado do mercado de transporte e podemos demonstrar ao mundo seus méritos sendo os pioneiros na transição de nossa frota de caminhões pesados para veículos elétricos com célula de combustível de hidrogênio. Temos o prazer de trabalhar com a Cummins para atingir nossas metas de transição de frota. Sustentabilidade é a estratégia de crescimento da Air Products e cria nossas oportunidades de crescimento, e nada diz mais sobre a abordagem de nossa empresa do que uma frota de veículos com emissão zero na estrada entregando produtos aos clientes todos os dias ”, disse Seifi Ghasemi, presidente e diretor executivo da Air Products.

“Este é outro ponto de virada para o hidrogênio e a sua transição energética. À medida que desenvolvemos as tecnologias do amanhã, precisamos de parcerias para termos sucesso; esta colaboração com a Air Products é o próximo passo na liderança da indústria no caminho para um futuro de zero emissões”, diz Tom Linebarger, presidente e CEO da Cummins.

Para Eric Guter, vice-presidente da Air Products para hidrogênio e soluções de mobilidade, “a melhor forma de promover a adoção do hidrogênio para mobilidade em aplicações pesadas é ter unidades na estrada e liderar pelo exemplo. Além de outras aplicações pesadas como frotas de trânsito, onde já fornecemos soluções de abastecimento, o mercado de caminhões é uma grande oportunidade para o hidrogênio devido aos seus requisitos rigorosos. Apenas veículos com célula de combustível de hidrogênio podem fornecer o alcance necessário, tempo de reabastecimento e requisitos de peso para descarbonizar este importante setor de transporte”.

“Estamos entusiasmados em trabalhar com a Air Products para dar este passo importante rumo à transição de milhares de seus caminhões para veículos elétricos com célula de combustível de hidrogênio com emissões zero. Junto com a Air Products, combinaremos nossa vasta experiência em hidrogênio – da produção ao consumo – com o aprendizado na estrada que já temos por meio de nossa frota de emissões zero com motor Cummins. Das centenas de ônibus e caminhões elétricos a bateria a sistemas de células de combustível para ônibus e trens, trabalhar com essas frotas inovadoras aceleraresmo um mundo neutro em carbono”, afirma Amy Davis, vice-presidente e presidente de New Power da Cummins.

O hidrogênio é uma importante opção de tecnologia para o transporte sustentável, inclusive para veículos pesados. As células a combustível de hidrogênio estão ganhando força como a tecnologia preferida em aplicações pesadas devido aos ciclos de trabalho, especialmente em condições climáticas extremas.

O hidrogênio como combustível de transporte é o que mais se assemelha à experiência tradicional e a Air Products é pioneira nessa área há décadas. As tecnologias da empresa são usadas em mais de 1,5 milhão de reabastecimento anualmente em 20 países, com a Air Products tendo se envolvido em mais de 250 projetos.

Como a maior produtora mundial de hidrogênio, a Air Products tem experiência em toda a cadeia de valor do hidrogênio e está impulsionando o crescimento sustentável ao construir, possuir e operar os maiores projetos de produção, gaseificação, captura de carbono, transporte e abastecimento de combustível do mundo.

Com mais de 60 anos de experiência global em hidrogênio operando em mais de 50 países, a Air Products tem capacidade e know-how comprovados para produzir hidrogênio por meio de todos os métodos de produção disponíveis e para distribuir esse combustível livre de emissões cada vez mais importante com segurança, confiabilidade e economia.

A Cummins tem um longo histórico de tecnologia avançada e recursos de engenharia e um amplo portfólio de tecnologias de hidrogênio líderes de mercado, incluindo eletrolisador PEM e soluções de célula de combustível.

Até o momento, a empresa implantou mais de 2.000 células de combustível e 600 eletrolisadores em todo o mundo. As inovações de hidrogênio da Cummins foram pioneiras do mundo, incluindo alimentar os primeiros trens de passageiros com célula de combustível de hidrogênio, o primeiro posto de reabastecimento de hidrogênio adequado para navios, carros e caminhões em Antuérpia, Bélgica e o maior eletrolisador PEM do mundo em Bécancour, no Canadá.

Redação Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.

Notícias relacionadas

- Publicidade - Mercedes-Benz

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

Mais recentes

Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação