Mercedes-Benz

e-Delivery inicia a eletrificação do transporte rodoviário no Brasil

Pergunta simples, que qualquer milhão de reais ajudaria na resposta, não é mesmo? Quem tem uma bola de cristal para afirmar sobre o melhor combustível para substituir o diesel nos caminhões? Será que isso é possível?

Vou iniciar esse debate despertando sobre a importância de atentarmos sobre qual será a aplicação de uso do caminhão, o que também é válido quando nos referimos ao automóvel. É importante considerar o aspecto ambiental e econômico para sua escolha.

A escolha da melhor solução tecnológica para encontramos a eficiência energética consiste na avaliação local, ou seja, da região, o que muitas vezes implica que o melhor para o seu vizinho, pode não ser a melhor solução para você. Talvez a escolha da Europa não seja a melhor para a América do Sul.

O desenvolvimento tecnológico das regiões é outro aspecto importante dessa escolha, assim também como as condições rodoviárias, massa e até mesmo os materiais em sua composição.

O uso do caminhão a partir do seu percurso e aplicação devem ser considerados nessa escolha, mas uma resposta é certa: não teremos uma única matriz energética em nossos transportes.

Nesse momento já podemos afirmar que estamos iniciando a fase de transição da matriz energética do transporte mundial.

A eletrificação do transporte rodoviário é uma tendência global, embora os caminhões com motores elétricos alimentados por baterias nos tragam incertezas nos ganhos ambientais, conforme a região, são eles que estão abrindo as portas para esses recursos tecnológicos, a nova realidade.

Atento aos cuidados que essa pandemia nos impõe, tive a oportunidade de conhecer de perto, em São Paulo, o primeiro caminhão urbano leve, 100% movido a energia elétrica e com desenvolvimento, testes e fabricação brasileira, sim, na cidade de Resende, Rio de Janeiro, pela Volkswagen Caminhões e Ônibus, o e-Delivery.

Do que é feito um caminhão elétrico? Certamente muita tecnologia embarcada. São vários os sistemas inteligentes por trás da operação que trocam informações entre si quase instantaneamente.

A atividade desses componentes começa assim que o motorista liga o veículo e o comando chega à central de controle, que interpreta a mensagem de que é preciso ativar a bateria de alta tensão para o e-Delivery começar a rodar.

Esses dados são compartilhados com o sistema de gerenciamento da bateria, que funciona como um guardião e controla seu ritmo de operação. Daí a energia segue para a central de distribuição, que a compartilha com todos os demais componentes de alta tensão, como o inversor de frequência da tração do motor elétrico, que é responsável pelo comando de potência e torque do veículo.

Quando o motor entra em ação, a força dele vai diretamente para o cardã, que distribui para o eixo trativo do caminhão, sem uso de transmissão. A partir desse momento, é como em qualquer caminhão: as rodas do começam a girar e o veículo elétrico inicia sua operação. Parece um longo caminho, mas tudo acontece de forma imediata e com muita inteligência para a máxima eficiência.

A construção do e-Delivery tomou por base suas baterias, em módulos, numa verdadeira arquitetura flexível. Esse design concebido pela engenharia da marca no Brasil é único e patenteado, com um melhor aproveitamento do chassi para comportar a tecnologia elétrica de forma inovadora.

É um novo conceito para caminhão elétrico. Nesta configuração em módulos, a parte frontal acondiciona cabine e auxiliares. Entre os eixos, ficam as baterias, trabalhando essa distância para maximizar a área de estoque da energia.

Por fim temos o trem de força: trata-se de um caminhão com motor elétrico de tração posicionado na traseira do veículo, uma novidade no mercado.

Com mais de 96% de eficiência energética, o motor de tração do e-Delivery impressiona em sua potência e força. O veículo entrega seu torque máximo já em baixas rotações, característica dos motores elétricos.

O motor oferece até 300 kW de potência e dispensa o uso de transmissão devido a seu alto torque transmitido de forma imediata ao eixo trativo. De acordo com sua configuração, o caminhão elétrico da VW pode partir em rampas de até 28% sem qualquer dificuldade. A mesma força que dispõe para acelerar se reflete na frenagem de regeneração.

Temos um motor síncrono de imã permanente de corrente alternada que recebeu uma calibração minuciosa para operações severas. Suas curvas de torque e de potência são exclusivas e inéditas, capazes de atender a uma ampla gama de aplicações.

O inversor de tração atua como o cérebro do motor, recebendo os comandos de como o motor deve atuar. É o dosador da potência e do torque.

Com a opção de seis ou três pacotes de bateria, o e-Delivery pode alcançar até 250 km de autonomia, de acordo com a configuração do veículo e a aplicação. Após a fabricação do veículo, não é possível, por exemplo, alterar o pacote de baterias.

Seu freio regenerativo de três estágios pode aproveitar até 40% da energia gasta para desacelerar. Essa solução foi construída em linha com condições reais de operações urbanas.

Temos baterias de íons de lítio com design otimizado e alta capacidade de densidade energética. Além disso, são livres de níquel, cobalto e manganês, sendo a opção mais sustentável.

São refrigeradas a água, com controle de temperatura para prolongar sua vida útil e também podem ser aquecidas, se necessário.

O e-Delivery opera com uma tensão nominal de 650 volts e suporta uma recarga em corrente contínua de até 150 kW de potência. Para a operação, o padrão de tomada é internacional, o CCS-2, seguido também pelo mercado europeu e pela maioria das montadoras de veículos elétricos.

Tal como os celulares e demais equipamentos, as baterias do caminhão elétrico são seladas e contam com um complexo sistema de segurança que evita o vazamento de tensão e, consequentemente, os choques. Sua construção também garante proteção contra água. É extremamente segura, foi severamente testada, aprovada e a corrente de energia é completamente cortada em caso de acidentes ou se o veículo identificar algum problema.

Como todo veículo elétrico, os cabos de alta tensão são identificados na cor laranja e têm blindagem reforçada. No e-Delivery, são cerca de 50 metros desse cabo com roteiro bem específico para minimizar riscos.

Conexões de engate rápido facilitam a troca de qualquer componente de maneira segura. Estas conexões e componentes energizados não ficam facilmente acessíveis ao usuário final, visando à segurança da aplicação.

Com cerca de 100 sensores e novos controles eletrônicos temos soluções que variam desde a regeneração da energia de frenagem, a comandos mais eficazes para o ar-condicionado.

Um dos grandes trunfos do veículo está em seu sistema de regeneração do motor, capaz de recuperar mais de 40% da energia durante a frenagem, que será utilizada para recarregar as baterias.

O freio regenerativo auxilia o freio de serviço, de maneira a prover máxima desaceleração do veículo e menor desgaste dos componentes, o que reduz fortemente o custo de manutenção e aumenta a disponibilidade do veículo na operação.

A partir de uma tecla no painel, o condutor pode escolher entre três estágios, variando a intensidade de atuação do sistema.

Tem mais um detalhe interessante: para aqueles países em que a legislação requer, o e-Delivery já vem equipado com sistema para emitir som similar ao do caminhão diesel com a função de alertar pessoas próximas da presença do veículo. Pode ser desativado em regiões de restrição de ruído, como áreas hospitalares.

Os modelos e-Delivery com 11 e 14 toneladas de peso bruto total são o resultado de R$ 150 milhões em investimentos, o equivalente a mais de 400 mil quilômetros de testes e a dedicação integral de um time formado por 150 engenheiros e técnicos brasileiros.

“O futuro chegou. Mais do que vender produtos ou soluções em serviços, nosso propósito é unir o transporte de pessoas e bens ao uso de energias cada vez mais renováveis e limpas. É o que temos feito ao longo da nossa história de 40 anos, pesquisando diferentes matrizes energéticas, respeitando o meio ambiente e construindo um legado para a sociedade. E que agora culmina na chegada do e-Delivery”, comemora Roberto Cortes, presidente e CEO da montadora.

Complementando a oferta de soluções de transporte com zero emissões, entra em ação o inédito e-Consórcio. Uma parceria com algumas das maiores empresas em eletro mobilidade do mundo, que assegura comodidade e eficiência para o cliente do e-Delivery: da montagem até a infraestrutura de recarga e gerenciamento de ciclo de vida da bateria dos veículos, integrando toda a cadeia de fornecedores.

Pela primeira vez no país, um caminhão elétrico é oferecido numa solução de transporte completa, com evidentes ganhos para o consumidor.

“E o mercado já corresponde à tanta inovação. Além do acordo já firmado com a Ambev, acabamos de fechar os primeiros negócios com outras grandes empresas no país. Coca-Cola FEMSA Brasil e JBS são as primeiras a adquirir os modelos elétricos Volkswagen em pleno lançamento comercial”, reforça Cortes.

A versão elétrica quando comparada com a mesma versão que utiliza diesel é cerca de três vezes mais cara. 60% das peças são comuns entre as duas versões (diesel e elétrica). Quando comparamos a manutenção, a redução é de cerca de 50% na versão elétrica quando comparada com a versão diesel.

Pacote básico de três e seis baterias – o veículo, o Powertrain e as baterias têm a garantia de um ano, ou até 100 mil km no pacote de três baterias e, de até 200 mil km para o pacote de seis baterias.

Pacote com o sistema RIO habilitado – a garantia das baterias vai para três anos ou até 150 mil km para veículos com pacotes de três baterias e de até 300 mil km para veículos com pacote de seis baterias. Nessa condição, o veículo ganha um ano adicional de garantia no Powertrain.

Pacote com o sistema RIO habilitado mais a estrutura de carregadores dos parceiros homologados – a garantia das baterias passa para cinco anos, ou até 250 mil km para o pacote de três baterias e de até 400 mil km para o pacote de seis baterias. As garantias do veículo e do Powertrain se mantêm em um e dois anos, respectivamente.

Os lançamentos têm a bordo tecnologia de ponta com os mais refinados sistemas de inteligência. E também chegam às lojas com exclusiva consultoria comercial, novos planos de manutenção, além de uma estrutura de serviços e pós-vendas, especialmente desenhados para assegurar a disponibilidade do veículo e reduzir seu custo operacional.

A VWCO já iniciou às vendas dos caminhões nas concessionárias habilitadas, mas as primeiras entregas só acontecem em novembro para a versão 6×2 e dezembro para a versão 4×2.

Produção – O e-Consórcio e o e-Delivery marcam o início de uma nova era de produtos e soluções para o ecossistema de transporte e logística.

Lançado em 2019, o inédito e-Consórcio prevê desde a montagem até a infraestrutura de recarga e gerenciamento de ciclo de vida da bateria desses caminhões, alavancando toda a cadeia de fornecedores de maneira integrada.

Com isso, facilita o acesso à tecnologia elétrica em veículos comerciais. O e-Consórcio segue o modelo do Consórcio Modular, um sistema de produção único no mundo e revolucionário desde sua criação.

Entre as atividades de cada parceiro do e-Consórcio estão:
CATL e Moura, para fornecimento, gerenciamento, distribuição, manutenção e destinação final das baterias.
Siemens e ABB, para fornecimento de infraestrutura e carregadores.
GDSolar para fornecimento de energia limpa.
Bosch, WEG e Meritor para fornecimento de componentes.
Semcon para prestação de serviços de engenharia.
Eletra como parceria estratégica.

Tarcisio Diashttps://www.mecanicaonline.com.br
Gerente de conteúdo do Mecânica Online®, Tarcisio Dias é responsável também pela área de cursos e CDs interativos. Possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador.
Mercedes-Benz

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Curso Veículos Elétricos - Cursos Mecânica Online®

Mais recentes

- Publicidade - Mercedes-Benz
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação