sexta-feira, 19 julho , 2024
28 C
Recife

Veículos híbridos ganham espaço no mercado brasileiro

Tecnologia da propulsão elétrica aliada as vantagens do motor a combustão

A motorização dos veículos está em constante desenvolvimento, assim como as novas tecnologias agregadas aos motores a combustão.

A eficiência energética e o desempenho estão entre o foco das inovações e, nesse contexto, o carro híbrido vem ganhando popularidade em todo o mundo e no Brasil não é diferente, pois já existem alguns modelos circulando pelas ruas e estradas do país.

- Publicidade -

A tecnologia híbrida envolve sempre a utilização de um motor a combustão associado a um ou mais motores elétricos, que podem operar simultaneamente ou de modo individual.

O motor a combustão interna pode utilizar gasolina, etanol e, em alguns casos, o diesel. Dessa forma, o sistema reúne os pontos positivos de cada uma dessas fontes de energia.

Os componentes da Bosch combinam o melhor de ambos: o motor elétrico com zero emissão e avançados sistemas que integram um motor a combustão.

- Publicidade -

Isso faz com que esse powertrain seja uma solução sustentável eficiente, não apenas para a condução urbana, mas também para viagens mais longas.

“Esse tipo de propulsão já deu um salto tecnológico com a introdução do híbrido flex, uma vez que este tipo de sistema, que trabalha com etanol e gasolina, pode perfeitamente atuar com o motor elétrico”, explica Alexandre Uchimura, gerente de novos negócios de eletrificação da divisão Powertrain Solutions da Bosch.

Tal inovação permite que o veículo híbrido flex seja movido por três diferentes fontes de energia, trazendo mais autonomia para os usuários, que poderão utilizar a propulsão elétrica para trechos mais curtos e com infraestrutura de eletropostos, além de contarem com a liberdade de escolher com qual combustível abastecer ao percorrerem longas distâncias.

- Publicidade -

“O veículo híbrido flex une o melhor dos dois mundos: uso da propulsão elétrica e um motor a combustão interna com combustível renovável de baixa pegada de carbono, que é o etanol. Essa solução atende a questão climática de maneira rápida e inteligente”, ressalta Uchimura.

Visto que o Brasil é um grande produtor de etanol, a Bosch acredita que a hibridização flex é uma tendência no mercado nacional e, seguramente, automóveis com essa propulsão farão parte do portfólio das marcas no médio e longo prazo.

Cabe ressaltar, entretanto, que a eletrificação do veículo é o futuro da indústria automotiva e a Bosch oferece soluções inovadoras tanto para veículos elétricos, híbridos e híbridos flex.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão