Mercedes-Benz

60% dos brasileiros querem ter carro elétrico. Conheça os tipos e funcionamento

Início do ano é sempre a mesma coisa: aperta daqui, aperta dali e cada ano que passa, parecem que mais contas vão surgindo em seu início. Até que você escuta no rádio que quem possui veículo elétrico é isento do IPVA.

Os proprietários de carros híbridos e elétricos já têm direito à isenção total do IPVA em 8 estados brasileiros. Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Piauí, Maranhão e Ceará.

Agora você começa a entender a razão de quase dois em cada três brasileiros desejarem comprar um carro elétrico no futuro, segundo pesquisa encomendada pelo Itaú Unibanco.

Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) citados pelo banco, em janeiro houve o emplacamento de cerca de 2,5 mil carros movidos a eletricidade no país, alta 93% sobre o mesmo período no ano anterior. Atualmente, a frota de carros e comerciais leves elétricos no país é de quase 80 mil veículos.

Apesar do alto custo, mais de 150 mil reais, os carros elétricos e híbridos continuaram ganhando espaço em janeiro, segundo os dados da associação de montadoras Anfavea.

Os modelos elétricos registraram vendas de 368 unidades em janeiro e os híbridos 2.190 ante emplacamentos de 140 e 1.181 unidades um ano antes. Já as vendas dos veículos flex recuaram de 138,3 mil para 94,9 mil.

A participação dos modelos elétricos e híbridos no total das vendas de novos em janeiro foi de 2,2% ante 1,8% no total de 2021 e 1% em 2020, segundo os dados da Anfavea.

Quando partimos para o lado da engenharia, o Programa Rota 2030 tenta desenvolver os carros eletrificados. O objetivo é apoiar o desenvolvimento tecnológico e a eficiência energética por meio de isenção fiscal e de créditos para as montadoras. Entretanto, a iniciativa ainda não apresentou avanço prático para o mercado, uma vez que também depende de decisões políticas.

Assim como existem uma variedade de tecnologias disponíveis para os carros a combustão, os veículos elétricos (também conhecidos como VE) podem acomodar as diferentes necessidades de motoristas.

A maior característica de um carro elétrico é que ele pode ser colocado na tomada (plugue) para carregar através de uma fonte de energia externa.

Isto os diferenciam dos veículos elétricos híbridos, no qual complementam um motor a combustão com a energia da bateria, mas não podem ser carregados por uma tomada.

Existem três tipos básicos de veículos elétricos: os totalmente elétricos, híbridos e híbridos plugin.

Dentro de totalmente elétricos pode-se encontrar os elétricos a bateria (BEV) e os carros elétricos a célula de combustível (FCEV). Estes são carregados pela energia da rede, e também podem ter parte da bateria recarregada pelos freios regenerativos, no qual reaproveitam um pouco da energia perdida na frenagem do veículo.

Carro elétrico híbrido – Os veículos híbridos utilizam gasolina/etanol ou diesel como principal forma de alimentar o motor a combustão interna. Além de usar o motor a combustão, que é reabastecido normalmente como qualquer outro carro de motor a combustão, os híbridos também possuem um motor elétrico e uma bateria.

Utilizando tanto o motor elétrico, quanto o motor a combustão interna, os híbridos apresentam significativamente melhor eficiência do uso do combustível que um carro não híbrido. Eles também poluem menos e economizam no reabastecimento de combustível, já que o motor elétrico complementa a atividade do motor a combustão em alguns momentos.

Os híbridos mais avançados possuem bateria de maior capacidade sendo que esta pode ser recarregada por uma fonte externa, pela rede elétrica por exemplo, permitindo dirigir por maiores distâncias usando eletricidade antes de trocar para a gasolina/etanol ou diesel. Conhecidos como híbrido plug-in, estes carros oferecem melhor performance ambiental e conseguem economizar combustível substituindo-o por eletricidade.

Carro elétrico híbrido plugin – O veículo elétrico híbrido plug-in (PHEV, em inglês) combina motor a combustão interna alimentado por gasolina/etanol ou diesel com um motor elétrico e um banco de bateria recarregável.

Quando a bateria acaba, o motor a combustão interna funciona normal como um carro convencional.

Esse tipo de carro elétrico emite consideravelmente menos poluentes que os carros de motor a combustão, devido ao fato de serem carregados por eletricidade vindo da rede.

Eles não geram gases de efeito estufa quando funcionando apenas com o motor elétrico, além disso, ganham eficiência no uso do combustível líquido. Uma vez que eles utilizam menos combustível devido ao motor elétrico, dirigir um PHEV gera uma economia de muitos reais por ano em combustível.

Carro elétrico a bateria – Carro 100% elétrico, ou veículo elétrico a bateria (do inglês BEV), como também são chamados, usam eletricidade armazenada na bateria para alimentar o motor elétrico e tracionar as rodas.

A bateria, quando esgotada, é recarregada utilizando os freios regenerativos (kers) e energia proveniente da rede elétrica pela tomada mesmo ou via plugue por um carregador de carro elétrico.

Como eles não utilizam combustível líquido e são movidos exclusivamente por eletricidade, os veículos elétricos a bateria são considerados 100% elétricos.

Os BEV não emitem nenhum gás poluente ou de efeito estufa pelo escapamento, até porque eles nem possuem escapamento para tal. No entanto, a eletricidade que eles utilizam podem vir de fontes que produzem gases e outras poluições na fonte de sua geração ou na extração dos combustíveis fósseis.

A quantidade de poluição emitida depende de como a eletricidade é fornecida. Em outras palavras, uma termoelétrica produz mais poluentes na geração de energia do que uma hidrelétrica.

De qualquer forma, mesmo utilizando uma fonte de energia “não limpa”, um veículo 100% elétrico é muito mais sustentável do que aqueles à combustão, e quando alimentados por energia renovável como solar ou eólica, eles são livres de poluentes.

Carro elétrico a célula de combustível – Utilizam o gás hidrogênio como principal fonte de energia. Os freios regenerativos (kers), que é a conversão de parte da energia perdida nas frenagens em eletricidade, ajudam na recarga da bateria.

Diferente dos veículos convencionais, os de célula a combustível combinam hidrogênio e oxigênio para produzir eletricidade, que alimentará o motor elétrico. Uma vez que eles funcionam totalmente por eletricidade, esses carros são considerados veículos elétricos, enquanto sua autonomia e a forma de reabastecimento ainda se comparam a um veículo normal.

Em muitos aspectos, eles se assemelham aos veículos 100% elétricos, diferenciando-se apenas pela forma que a energia é entregue ao motor elétrico.

A conversão de gás hidrogênio em eletricidade produz apenas água e calor, ou seja, nesta conversão não há produção de gases poluentes. A produção do gás hidrogênio em si pode poluir, mas mesmo com o combustível vindo de fontes menos limpas como o carvão mineral, no total, os carros à célula a combustível geram 30% menos poluentes se comparados aos veículos convencionais.

==============================================

Tarcisio Dias – Profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista. Desenvolve o site Mecânica Online® (mecanicaonline.com.br) e sua exclusiva área de cursos sobre mecânica na internet (cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Entre os três (TOP 3) +Admirados Influenciadores Digitais da Imprensa Automotiva.
Entre os cinco (TOP 5) dos +Admirados Jornalistas da Imprensa Automotiva.
Premiado (TOP 3) na categoria Automotivo e Motociclismo da 7ª edição do Prêmio Especialistas.

Coluna Mecânica Online® – Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º e 13º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuição gratuita todos os dias 10, 20 e 30 do mês.
https://mecanicaonline.com.br/category/engenharia/tarcisio_dias/

Tarcisio Diashttps://www.mecanicaonline.com.br
Gerente de conteúdo do Mecânica Online®, Tarcisio Dias é responsável também pela área de cursos e CDs interativos. Possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador.
Mercedes-Benz

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Curso Veículos Elétricos - Cursos Mecânica Online®

Mais recentes

- Publicidade - Mercedes-Benz
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação