quinta-feira, 20 junho , 2024
28 C
Recife

Avaliação do C4 Cactus

Atualmente, o Citroën C4 Cactus é o único carro do fabricante à venda em nosso mercado após a saída do C3, do Aircross e do C4 Lounge.

- Publicidade -

O SUV custa entre R$ 96.990 e R$ 127.990 nesta versão topo de linha 1.6 THP Pack Automático.

Este último, tem um valor inicial maior frente a dos rivais Nissan Kicks 1.6 Exclusive, Chevrolet Tracker 1.0 turbo Premier e posicionado abaixo do Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI e do Jeep Renegade 1.8 Limited.

Então, qual o diferencial do C4 Cactus para conquistar o consumidor?

Como a primeira percepção é a que fica, o visual do C4 Cactus é bem diferente, mas quando o assunto é Mecânica Online, temos a motorização 1.6 16V THP junto ao câmbio automático de seis marchas.
Estão disponíveis empolgantes 173 cv de potência e 24,5 kgfm de torque (etanol).

- Publicidade -

A relação peso-potência de 7 kg/cv permite ir da imobilidade aos 100 km/h em breves 7,3 segundos.
As respostas ao pedal do acelerador são rápidas e o desempenho fica melhor pelo com ajuste com a caixa automática.

As trocas sequenciais podem ser realizadas apenas pela alavanca e não há as borboletas atrás do volante.
Estão disponíveis os modos de condução ECO que deixa o SUV mais calmo em prol da eficiência, enquanto no modo Sport as marchas são passadas em regime mais alto para aproveitar o fôlego do bloco THP (sigla para Turbo High Pressure).

Os dados de consumo são adequados, mas nada surpreendentes. Com etanol, o C4 Cactus faz 7,2 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada. Já com gasolina, os números são de 8,9 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada. Lembrando que esses são os dados divulgados pelo Inmetro, conforme exige a etiquetagem veicular.

A suspensão ainda é o ponto fraco do Citroën, ela tem pancadas secas e transfere muito o som para dentro da cabine, o que deixa no ar que falta isolamento acústico nessa área. Se o piso for bom, ele roda suave. Na rolagem da carroceria, o trabalho é exemplar e a carroceria não balança muito nas curvas.

O acabamento interno do Citroën C4 Cactus é bom e o habitáculo minimalista. Os plásticos empregados são duros, mas de boa qualidade ao passo que os bancos revestidos em couro exibem um detalhe em tecido, que se repete no painel do lado do carona.

- Publicidade -

A ergonomia traz a coluna de direção regulável em altura/profundidade, enquanto o quadro de instrumentos é digital e a multimídia de 7” possui conectividade Android Auto/Apple CarPlay vai cabo.
Aliás, pela mesma tela é possível ajustar o ar-condicionado.

As dimensões de 4,170 m de comprimento e 2,600 m de entre-eixos são similares a do Nissan Kicks, do Chevrolet Tracker, do Volkswagen T-Cross e do Jeep Renegade.

Embora não seja um 4×4, pois a tração é dianteira o Citroën C4 Cactus oferta o Grip Control. O sistema debutou no Peugeot 2008 THP e possui os programas padrão, lama, areia, terra e ESP Off. Ele atua nos parâmetros do motor/transmissão e dos controles eletrônicos de tração/estabilidade para vencer eventuais adversidades.

Em segurança destaque para o sistema de frenagem automática, os alertas de colisão, de saída involuntária de faixa e de atenção do condutor, além dos seis airbags (frontais, laterais e de cortina) e o indicador de descanso do condutor.

AVALIAÇÃO MECÂNICA ONLINE®

Motor
Câmbio
Itens de Série
Espaço Interno
Conforto
Segurança
Eficiência energética
Manutenção
Design
Conectividade
Custo x benefícios

Resumo

Para quem procura desempenho, o Citroën C4 Cactus pode conquistar esse consumidor, que deseja um carro rápido no gatilho e divertido de dirigir, principalmente no modo Sport.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente
Para quem procura desempenho, o Citroën C4 Cactus pode conquistar esse consumidor, que deseja um carro rápido no gatilho e divertido de dirigir, principalmente no modo Sport.Avaliação do C4 Cactus