quarta-feira, 22 maio , 2024
28 C
Recife

Ford anuncia os dez selecionados para programa de treinamento de líderes do terceiro setor

Os escolhidos do GivingTuesday Ford Motor Company Fund International Fellowship vão participar do treinamento de três meses

A Ford anunciou hoje os dez selecionados para participar do GivingTuesday Ford Motor Company Fund International Fellowship, programa de treinamento gratuito e virtual para a formação de líderes do terceiro setor.

- Publicidade -

O objetivo do programa é capacitar essas lideranças para desenvolver projetos inovadores de impacto social em todo o Brasil, ampliando seu poder de transformação na sociedade.

O programa virtual terá duração de três meses, de julho a setembro de 2022, com oficinas de liderança, discussões em grupo, mentoria e oportunidades para que os participantes se conectem e colaborem na mobilização de suas comunidades e na capacitação do setor.

Além disso, os dez “fellows” selecionados terão oportunidade de apresentar um projeto com foco em Diversidade, Equidade & Inclusão, e cada um deles vai receber um apoio de até U$ 1.500,00 para desenvolver ou aprimorar as ações propostas.

O programa este ano foi bastante disputado, com mais de 12 inscritos por vaga.

- Publicidade -

Além de representantes da Ford, Ford Fund e GivingTuesday, integrantes de outras edições do Ford Fellowship também participaram da seleção dos candidatos.

“Foi muito difícil chegar aos dez selecionados diante de tantos trabalhos importantes ligados à diversidade e inclusão, um dos pilares da nossa companhia. Esperamos que, com esse treinamento, os participantes possam evoluir, alcançar ótimos resultados e continuar contribuindo ainda mais para a construção de um mundo mais diverso e justo”, diz Roberta Mädke, gerente de Responsabilidade Social da Ford.

Participantes – Conheça abaixo os dez selecionados para o Ford Fellowship de 2022, com links que trazem mais informações sobre o trabalho realizado:

  • Pamella Kristine Lessa, diretora do Preta Ruas, do Rio de Janeiro, RJ, organização que desenvolve ações sociais com foco em mulheres negras em situação de rua e abrigos – https://www.linkedin.com/in/pamella-kristine-lessa-57a61286/
  • Silvia Maria de Paiva, coordenadora de Tecnologias e Projetos da Associação Integrando e Construindo Conhecimento, de Pacajus, CE, com foco no protagonismo dos participantes, promovendo o fortalecimento da cooperação local e regional dos moradores, incluindo comunidades quilombolas e aldeias indígenas.
  • Ananda Razzo Mei, coordenadora médica do Projeto Canudos, de São Paulo, SP, que desenvolve o Rally Solidário, paralelo ao Rally dos Sertões, com ações nas áreas de saúde, educação e meio ambiente na região, que é de alta vulnerabilidade social – https://www.linkedin.com/in/ananda-razzo-mei-58a33911b/
  • Joelma Gomes Ferreira, coordenadora do Coletivo Rainhas do Mar, de Santo Amaro, BA, formado por empreendedoras negras e quilombolas especializadas nas técnicas tradicionais de mariscagem – https://www.linkedin.com/in/joelma-gomes-ferreira
  • Indianara Galhardo, vice-presidente da Associação Brasileira de Pessoas com Hemofilia, de Apucarana, PR, entidade sem fins lucrativos que auxilia pessoas com hemofilia e outras coagulopatias hereditárias a buscar tratamento – https://www.linkedin.com/in/indianara-galhardo-71949a103/
  • Diego Ribeiro dos Santos Oliveira, secretário executivo da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, SP, que promove a cidadania da comunidade LGBTQIA+ por meio de atividades educativas, sociais e culturais – https://www.linkedin.com/in/diegorsoliveira/
  • Ana Bivar, gestora da Teto, do Rio de Janeiro, RJ, organização social que cria soluções concretas e emergenciais para proporcionar melhorias nas condições de moradia e habitat de territórios em condições de vulnerabilidade social – https://www.linkedin.com/in/ana-bivar/
  • Maria Fernanda Bastos, CEO da Redinha, de Niterói, RJ, organização que trabalha para reduzir a poluição de plástico nos oceanos, transformando redes de pesca em bolsas e gerando renda para artesãs e pescadores em condições de vulnerabilidade social – https://www.linkedin.com/in/maria-fernanda-bastos-5a2460b1/
  • Verônica Machado, diretora de Relações Institucionais da ONG Mensageiros da Esperança, de São Paulo, SP, que atua para desenvolver o potencial de jovens e mulheres em vulnerabilidade social, com foco em educação e fomento ao empreendedorismo.
  • Werter Valentim de Moraes, vice-presidente do Projeto Bagagem, de Viçosa, MG, que incentiva a valorização e desenvolvimento do turismo de base comunitária, incluindo aldeias indígenas e comunidades quilombolas no Brasil – https://www.linkedin.com/in/werter-turresponsavel2017/

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais