quinta-feira, 18 julho , 2024
28 C
Recife

BorgWarner fornecerá motores elétricos para eixos eletrônicos de montadora europeia de veículos comerciais

O motor elétrico BorgWarner HVH250 alimentará o eixo eletrônico para caminhões comerciais leves

O motor elétrico HVH250 da BorgWarner foi selecionado para alimentar o eixo eletrônico de um cliente europeu para caminhões comerciais leves.

Este eixo eletrônico foi projetado para equipar novos caminhões comerciais leves elétricos de até 7,5 toneladas, bem como conversões de frotas de veículos de entrega no centro da cidade com motores de combustão interna existentes. A produção está prevista para começar no início de 2023.

- Publicidade -

“Embora a sustentabilidade ambiental e a economia de combustível continuem sendo um ponto de preocupação para os operadores de veículos comerciais, as frotas também estão enfrentando desafios crescentes em zonas urbanas de emissão zero e áreas sensíveis ao ruído”, disse o Dr. Stefan Demmerle, presidente e gerente geral da BorgWarner Sistemas PowerDrive.

“Um acionamento elétrico é a escolha óbvia para ajudar a lidar com essas circunstâncias, e estamos muito satisfeitos que as vantagens de torque em baixa velocidade do nosso motor HVH250 apoiarão o eixo eletrônico de nosso cliente.”

Apoiada por bilhões de quilômetros de confiabilidade comprovada, a tecnologia de enrolamento do estator de alta tensão (HVH) da BorgWarner permite que seus motores elétricos forneçam densidade de potência líder do setor, picos de eficiência de mais de 95% e a robustez e durabilidade que os clientes de veículos comerciais esperam.

- Publicidade -

Os motores HVH250 estão disponíveis em várias configurações de comprimento de pilha, resfriamento e enrolamento como motores totalmente alojados ou conjuntos de rotor/estator, oferecendo máxima flexibilidade para os clientes.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão