sábado, 24 fevereiro , 2024
28 C
Recife

General Motors celebra produção de 4,5 milhões de veículos em sua fábrica de Gravataí

Cerimônia de comemoração foi realizada no dia 21 de março, com a presença de colaboradores, autoridades e parceiros da companhia. Além de ser referência mundial em eficiência e produtividade, a unidade também se destaca pelos processos sustentáveis, tendo sido a primeira a conquistar o marco de Zero Aterro.

A General Motors comemora a marca de 4,5 milhões de veículos produzidos em sua fábrica de Gravataí. Em cerimônia realizada no dia 21 de março, com a presença de colaboradores, autoridades políticas, além de fornecedores e do sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, a companhia agradeceu o empenho de todos os envolvidos e ressaltou a importância da comunidade da cidade para o sucesso da unidade.

O Chevrolet Onix produzido na cor vermelha simbolizou o feito histórico. O complexo industrial produz as versões hatch e sedã do modelo, que é líder de vendas na América do Sul.

“Estamos muito orgulhosos por atingir esse marco, fruto do trabalho de um time multidisciplinar, treinado para atingir os mais altos padrões de qualidade. Atualmente, nossa fábrica em Gravataí é referência em produtividade e eficiência no mundo, além de contar com processos sustentáveis que permitem não só o uso inteligente dos recursos, mas que contribuem para a preservação do meio ambiente no entorno de nossas operações. Nosso objetivo agora é dar seguimento à nossa trajetória de sucesso na região e continuar contribuindo para o desenvolvimento da comunidade local”, comemora Marcel Querotti, diretor-executivo de Manufatura da GM Gravataí.

Complexo Industrial Automotivo da General Motors de Gravataí – A fábrica da GM em Gravataí iniciou suas atividades em 20 de julho de 2000, com a produção do Chevrolet Celta, um projeto nacional e sucesso de vendas por 14 anos.

Além de ter sido a primeira unidade da empresa no Brasil fora do Estado de São Paulo, inaugurou o conceito de condomínio industrial, reunindo ao seu redor os principais fornecedores — até então algo inédito no segmento automotivo mundial -, que ficam estrategicamente posicionados para otimizar o processo de montagem.

Desde sua inauguração, a unidade passou por três importantes expansões, que somaram um investimento de cerca de R$ 4,5 bilhões. Após fabricar o Celta, as reformas e ampliações viabilizaram a produção do Prisma, do Onix e, mais recentemente, do novo Onix e novo Onix Plus.

Na sua mais recente expansão, que ocorreu entre 2017 e 2019, a fábrica recebeu investimentos de R$ 1,4 bilhão para se preparar para receber os novos Onix e Onix Plus, carros que trouxeram tecnologias inéditas para o segmento, como o Wi-Fi a bordo e o assistente de estacionamento, além dos seis airbags e do controle de estabilidade.

Entre as benfeitorias realizadas, está um novo prédio de injeção de polímeros, onde é realizado o processo de moldagem de para-choques. Além disso, muitos processos foram digitalizados, como as simulações de volume de produção da linha, que buscam os melhores meios de transporte e de movimentação das peças.

Foram adquiridos novos robôs que trabalham sincronizados, com sistemas de visão que realizam autocorreções automáticas, trabalhando no conceito de manufatura 4.0. A velocidade de processamento de dados e conectividade dos robôs com os demais equipamentos foi otimizada por meio de sistemas de comunicação EthernetIP. Os robôs ainda foram integrados com sensores a laser para a realização de verificações dimensionais online dos carros produzidos.

Sustentabilidade – Além de ser referência mundial em eficiência e produtividade, a fábrica também se destaca por ser amigável ao meio ambiente; foi a primeira a conquistar o marco de Zero Aterro, ou seja, nenhum resíduo gerado na instalação é enviado para aterro sanitário. Tudo é reciclado, reaproveitado ou coprocessado.

Outro destaque é a eficiência energética. A unidade possui as certificações ISO 9.001, ISO 14.000 e ISO 50.001, que atestam a conduta correta em relação ao meio ambiente. Também já conquistou o prêmio Energy Star Challenge for Industry Recognition.

Concedido pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (U.S Environmental Protection Agency), o reconhecimento destaca empresas que reduziram seu consumo energético em 10% num período de cinco anos e são referência na utilização de recursos naturais.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn