terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Já testamos o elétrico BYD Dolphin que chega por R$ 149.800

Trata-se de um modelo puro elétrico, que surpreende por seu espaço interno e recarregamento rápido. É o carro elétrico mais eficiente do mercado brasileiro, com autonomia equivalente a 291 km (PBEV) .

A líder mundial na fabricação de veículos elétricos, BYD apresentou, no último dia 28 de junho, o seu mais novo elétrico, o Dolphin EV, que está sendo fabricado na E-plataforma 3.0, desenvolvida pela própria fabricante e especialmente para veículos elétricos. Tal plataforma tem finalidade de alta tensão para as baterias juntamente com o chassi do carro.

Resultado disso foi que o carro obteve uma eficiência energética de 0,43 mJ/km e uma autonomia de 285 km com apenas uma só recarga, que pode ser em tomadas 110 V ou 220 V. Não é somente na eficiência energética que esta plataforma beneficiou o novo chinês, mas também no espaço interno, que ficou com 2,7 m entre eixos, deixando o Dolphin com mais espaço interno, proporcionando aos passageiros que se acomodam no banco de trás maior conforto, permitindo até sentar-se de pernas cruzadas.

O BYD Dolphin EV pode acelerar de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos e atinge uma velocidade máxima de 150 km/h. Três modos de condução podem ser selecionados: Sport, ECO e Snowfield. O BYD Dolphin EV chega ao mercado com algo inovador. É o primeiro veículo de série com sistema de distribuição de energia “8 em 1”, que integra diversos sistemas do veículo para aumentar a eficiência em até 89%.

O Dolphin vem com Controle de Cruzeiro (piloto automático) para ajudar nas viagens e uma imagem panorâmica que oferece ao motorista uma visibilidade de 360 graus para manobras seguras do veículo. Além disso, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, controle de subida e retenção automática do veículo estão incluídos para auxiliar os motoristas.

Em termos de design, é visível que ele foi inspirado no golfinho, não apenas por causa do nome, mas pelas linhas, elementos internos e externos e alguns detalhes que lembram tal animal marinho. Por exemplo, quanto aos elementos externos podemos observar que os faróis estão dispostos voltados mais para o centro do carro que para as laterais e, se observar a imagem da cabeça do golfinho, podemos encontrar certa semelhança.

Outro ponto são as linhas fluidas do para-choque dianteiro e da lateral que também levam para o movimento das ondas do mar. A linha de cintura contorna todo o carro, sem haver nenhuma interrupção, que em outros países esta é que divide duas tonalidades de acabamento.

Mais um novo chinês 100% elétrico nas ruas brasileiras, porém agora com “cara” de golfinho

No seu interior, o formato do banco tem uma fluidez que lembram o salto do golfinho. O encosto do braço do banco dianteiro, tem uma forma orgânica e as maçanetas internas lembram as nadadeiras peitorais de um golfinho. Alguns detalhes enriquecem tal semelhança, como altos relevos no acabamento interno do porta-malas e laterais do painel, ambos lembrando a barbatana dorsal. Os faróis traseiros têm uma assinatura em Led com linhas bem fluidas e esta vai de uma lanterna a outra.

Realizei o as primeiras impressões por aproximadamente 10 minutos, pegando trechos livres e outros engarrafados. O carro como outros elétricos é bastante silencioso, mas oferece uma potência expressiva nas saídas e retomadas.

Também é muito confortável e ergonômico, proporcionado pelo banco que possui ajuste de altura e botões que ficam bem próximo ao motorista. Além disso, possui entradas para carregamento de celular, tanto na parte da frente como na parte central para os ocupantes que vão atrás.

O que chamou a atenção neste veículo urbano é a tecnologia embarcada, pois através de comando de voz, em português, o motorista pode solicitar algumas ações como pedir para ligar o Spotfy, o GPS, o ar-condicionado, bem como regular a temperatura e também a possibilidade de girar 90° a tela de 12,8”, passando da posição vertical para horizontal, ou vice-versa.

Além de praticidade e comodidade, o veículo proporciona também entretenimento, como jogar vídeo game, através de um joystick ou de cantar no Karaokê, por meio de um microfone. Porém, estas diversões só são possíveis apenas com o veículo parado.

E a tecnologia não para por aí. O proprietário do BYD Dolphin pode travar e destravar o carro, ligar e programar o ar-condicionado, verificar se o carro ficou com alguma porta aberta e conferir o nível de bateria do carro, em qualquer lugar que esteja, tudo isso graças ao aplicativo da própria marca.

Também é possível espelhar o smartphone através do Apple CarPlay ou do Android Auto. Outra forma de abrir o veículo fica por conta da tecnologia NFC, aproximando o smartphone na maçaneta da porta do motorista ou pela aproximação de um anel na capa do retrovisor externo, também do lado do motorista.

Agora, que tal ligar a cafeteira e tomar aquele cafezinho, ou até mesmo ligar uma pipoqueira ou uma luminária, sendo que dentro de um carro? Tudo isso é possível através do sistema Vtol (Vehicle to Load), no qual possibilita alimentar alguns aparelhos que, antes, só era possível ligar apenas numa residência.

Além disso, o veículo traz consigo o serviço OTA (On The Air), onde permite fazer atualizações no sistema do carro à distância, tal como se faz com os smartphones. E como isso acontece? O proprietário recebe uma mensagem no painel do carro que há uma atualização para ser feita. Então, com o carro parado e através da internet 5G pode ser feito o download dos arquivos.

O Dolphin EV chega no Brasil nas cores Cinza, Amarelo e Rosa, sendo este bem clarinho. Além destas três cores o valor é único e, segundo a marca o preço é de R$ 149.800,00, isso com uma garantia de 5 anos ou de 200 mil quilômetros rodados. Porém, a bateria Blade conta com uma garantia de 8 anos. Ao mesmo tempo, a marca garante aos seus clientes valores pré-definidos das revisões por toda a vida.

Acho que este chinês vai colocar alguns carros desta categoria no bolso, tanto no preço quanto na tecnologia e, também, nos pequenos mimos, jamais vistos em outro veículo.

Com Willames Verçoza, em São Paulo, atendendo convite da BYD Brasil

BYD vende um Dolphin EV a cada dois minutos e meio após o lançamento – Um dia após o seu lançamento, o BYD Dolphin mostrou que chegou com força ao mercado e superou todas as expectativas do consumidor brasileiro. Considerando o momento do anúncio de preço até as 18h de ontem, o modelo conseguiu a expressiva marca de um modelo vendido a cada dois minutos e meio, ou seja, a impressionante marca de 146 unidades já vendidas pela rede de concessionárias da marca por todo o Brasil.

O mais novo modelo da marca fez a sua estreia ontem no mercado brasileiro como o veículo com melhor eficiência energética do país, segundo o Inmetro. E representa o primeiro veículo da BYD a adotar o design da linha “Ocean”, inspirada nos animais marinhos e ondas do mar.

Um das principais diferenciais do modelo é o seu preço extremamente competititvo de mercado: o novo Dolphin EV tem PPS (preço público sugerido) de R$ 149.800,00. Trata-se de um modelo puro elétrico, que surpreende por seu espaço interno e recarregamento rápido. É o carro elétrico mais eficiente do mercado brasileiro, com autonomia equivalente a 291 km (PBEV) e eficiência obtidos em testes realizados segundo as regras do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO.

O BYD Dolphin EV é o quinto veículo de passeio da BYD no país que já conta com os elétricos BYD Tan EV, BYD Han EV e BYD Yuan Plus EV. A linha de motores híbridos tem hoje o SUV BYD Song Plus DM-i.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn