segunda-feira, 26 fevereiro , 2024
28 C
Recife

BYD vai criar 10 mil vagas de emprego na Bahia

A maior fábrica de automóveis da companhia fora da China dobrou a expectativa inicial de postos de trabalho.

A BYD, que revolucionou o mercado automotivo nacional em 2023, encerra o ano com mais uma grande notícia, vai gerar 10 mil postos de trabalho na Bahia, entre empregos diretos e indiretos. Serão investidos R$3 bilhões de reais no complexo de Camaçari, possibilitando a retomada da produção industrial automotiva no Estado com a fabricação de carros com a mais alta tecnologia e eficiência.

A promulgação ontem da reforma tributária, que vai incentivar ainda mais a produção automotiva nacional, e o cenário econômico positivo do Brasil contribuem para os planos de investimento da BYD no país. O objetivo é tornar o Brasil reconhecido mundialmente como uma potência energética e de consumo, um polo exportador de produtos eletrificados e uma das maiores referências no mercado automotivo 100% elétrico.

“Esses investimentos representam uma mensagem clara de como a companhia acredita, aposta e investe a longo prazo no potencial do mercado brasileiro, um dos mais importantes do mundo. Consideramos a promulgação da Reforma Tributária favorável para poder tornar o ambiente brasileiro atraente para outros investidores financeiros, o que também impacta o mercado globalmente,” comenta Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD.

A instalação de uma grande sede no Brasil vai facilitar a concretização dos planos da BYD, gerando crescimento econômico para umas das regiões mais importantes do país. A prioridade é valorizar a mão de obra local, através da capacitação e integração entre os trabalhadores brasileiros e chineses. Também será criado um grupo de fornecedores locais para atender aos mais diversos tipos de demanda da indústria, fortalecendo a economia local e gerando ainda mais oportunidades.

A BYD está na contagem regressiva e a partir de fevereiro de 2024 começam as obras de instalação da fábrica com a previsão dos primeiros carros ficarem prontos já no final do ano que vem.
“Vamos começar em breve os processos de seleção e qualificação. Vamos construir nosso sonho de transformar a região Nordeste em um centro de inovação, não só para o Brasil, mas para toda a América Latina. Nós também vamos oferecer bolsas de estudo para que estudantes possam ir à China adquirir aprendizado e aplicar na sua realidade”, destaca Stella Li, Vice-Presidente Executiva Global e CEO da BYD Américas.

A BYD em 2023 no Brasil
O BYD Dolphin, lançado em junho de 2023, se tornou o veículo elétrico mais premiado do ano. Em apenas 6 meses, foram 10 grandes reconhecimentos. Em relação ao acumulado do ano (janeiro-novembro 2023), considerando-se todas as marcas, a BYD mantém a liderança isolada em vendas de veículos elétricos com um total de 6.657 unidades, ou 50% de participação do total de automóveis BEV comercializados no país.

“O BYD Dolphin mudou o jogo no mercado automotivo brasileiro, pois nunca na história uma montadora inovou tanto ao oferecer um carro que seja tecnológico, eficiente, confortável, com autonomia e que tenha design e ainda não gere poluição por onde passa. O preço competitivo fez toda a indústria se movimentar e rever as suas políticas e é esse o nosso objetivo: mudar o status quo para tornar acessível o carro elétrico para a população brasileira”, afirma Tyler Li, presidente da BYD do Brasil.

A empresa também inaugurou agora em dezembro o primeiro laboratório da América Latina que vai estudar todo o ciclo para a produção de módulos fotovoltaicos. Já foram investidos R$ 65 milhões em pesquisa e desenvolvimento no Brasil. O laboratório localizado em Campinas, são Paulo, será fundamental para o objetivo da BYD de fomentar o desenvolvimento do setor de energia solar no Brasil. Em 2023, a companhia atingiu o marco de 2.3 milhões de módulos fotovoltaicos fabricados no país.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn