domingo, 25 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Segurança nos desfiles: a importância do aço na construção de carros alegóricos

O Carnaval, conhecido por seus desfiles extravagantes, destaca não apenas a alegria, mas também a importância do uso seguro do aço na construção dos imponentes carros alegóricos. A Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) destaca as principais causas de acidentes e ressalta a necessidade de seguir normas técnicas rigorosas, contar com profissionais especializados e realizar vistorias regulares para garantir a segurança durante as festividades.

O espetáculo do Carnaval no Brasil, notadamente no Rio de Janeiro, é marcado por grandiosos desfiles de escolas de samba com carros alegóricos. Essas imponentes estruturas, muitas vezes impulsionadas pela energia dos foliões, demandam cuidados especiais de engenharia, especialmente no uso do aço. Apesar da festividade, acidentes já ocorreram, destacando a relevância de normas técnicas, projetos bem executados e inspeções regulares para garantir a segurança durante os desfiles.

Considerado o maior espetáculo do planeta, o Carnaval brasileiro, especialmente os desfiles no Rio de Janeiro, é famoso por suas festividades marcantes, com carros alegóricos imponentes desfilando pelos sambódromos. Essas estruturas, muitas vezes movidas pela paixão dos foliões, destacam-se não apenas pela criatividade, mas também pelo uso estratégico de materiais como o aço em sua construção.

A paixão dos foliões, que muitas vezes se tornam a força motora para movimentar os carros alegóricos, eleva a importância das estruturas de aço e alumínio, sistemas de suspensão, direção e frenagem. Apesar do clima festivo, a segurança dessas estruturas é crucial, considerando os riscos inerentes a acidentes durante os desfiles.

Em 2017, um acidente grave no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, resultou na perda de vidas quando um carro alegórico perdeu o controle, evidenciando os desafios e riscos associados a essas imponentes estruturas. Marcio Antonio da Silva, gerente de suporte técnico da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM), destaca as principais causas de acidentes com carros alegóricos.

“Elas estão relacionadas a falhas nos elementos de transmissão e rodas dos carros, falhas no projeto, materiais ou na construção da estrutura, ou utilização inadequada, ultrapassando a quantidade limite de peso e de pessoas para aquela estrutura”, explica Silva.

Para garantir a segurança dessas estruturas únicas, é crucial seguir normas técnicas rigorosas. Silva enfatiza que profissionais especializados em estrutura e instalações elétricas devem realizar fiscalização e acompanhamento permanente, prestando especial atenção ao processo de soldagem utilizado na união dos perfis, vigas e tubos. Além disso, os carros alegóricos devem passar por vistorias do Corpo de Bombeiros para garantir condições adequadas de prevenção e combate a incêndios, além de mecanismos antipânico.

O projeto de um carro alegórico envolve diversas variáveis, desde riscos de segurança na fabricação até adequações ao trajeto do barracão até a avenida. A capacidade de carga e os esforços dinâmicos durante o desfile também são considerações fundamentais. A partir de um croqui feito pelo carnavalesco, engenheiros projetistas elaboram os planos de construção, adaptando chassi de caminhão ou ônibus às necessidades específicas.

A utilização de aços estruturais adequados é crucial para reforçar e alongar o chassi, garantindo que as estruturas permaneçam seguras e estáveis durante todo o desfile. Assim, a festividade do Carnaval, embora celebrada com entusiasmo, destaca a importância do uso responsável do aço na construção dessas imponentes estruturas, assegurando a segurança e a alegria de todos os participantes durante os desfiles.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn