sábado, 13 julho , 2024
28 C
Recife

ABEIFA repudia exclusão de veículos elétricos de isenção de IPVA em São Paulo

Proposta de isenção do IPVA para veículos híbridos exclui elétricos, provocando reação da ABEIFA.

A ABEIFA expressa sua forte oposição ao Projeto de Lei em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), que prevê isenção de IPVA para veículos híbridos, mas exclui os veículos elétricos. A medida, proposta pelo governador Tarcísio de Freitas, é vista como um retrocesso nas políticas ambientais e de mobilidade sustentável.

- Publicidade -

A ABEIFA veio a público manifestar seu repúdio ao Projeto de Lei em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), que propõe isenção do IPVA para veículos híbridos abastecidos com hidrogênio ou etanol, excluindo os veículos elétricos.

O projeto, enviado pelo governador Tarcísio de Freitas em outubro do ano passado, tem a intenção de incentivar o uso de veículos mais limpos e reduzir a emissão de poluentes. No entanto, a ABEIFA considera a exclusão dos veículos elétricos um grave equívoco e um retrocesso nas políticas ambientais e de mobilidade sustentável.

Os veículos elétricos são amplamente reconhecidos como uma das principais soluções para a redução das emissões de gases de efeito estufa e poluentes atmosféricos, contribuindo significativamente para a melhoria da qualidade do ar e o combate às mudanças climáticas. Ignorar essa categoria de veículos no incentivo fiscal demonstra uma falta de alinhamento com as tendências globais e com os compromissos ambientais assumidos pelo Brasil.

Além disso, a exclusão dos veículos elétricos da isenção do IPVA desestimula a adoção de uma tecnologia limpa e eficiente, dificultando o avanço do mercado de veículos elétricos no país. Esta decisão contraria os interesses dos consumidores que buscam alternativas mais sustentáveis e dos fabricantes que investem em inovação e sustentabilidade.

- Publicidade -

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (ABEIFA) reforça a necessidade de políticas públicas que incentivem de maneira justa e abrangente todas as tecnologias limpas, sem discriminações. A inclusão dos veículos elétricos na isenção do IPVA é fundamental para promover a diversificação da matriz de transporte, estimular a indústria automotiva e contribuir efetivamente para a redução das emissões de poluentes.

Por fim, a ABEIFA apela aos legisladores da ALESP para que reconsiderem e ampliem o escopo do Projeto de Lei, incluindo os veículos elétricos na isenção do IPVA. Esta ação demonstraria um compromisso real com a sustentabilidade e o futuro do estado e do país.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança