Volkswagen do Brasil atinge o marco de 1 milhão de módulos de suspensão e Front End produzidos na fábrica do Paraná

A fábrica da Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais acaba de atingir o marco de um milhão de módulos de suspensão e Frond End fabricados desde o início da produção, em fevereiro de 2015.

A área de Eixos é responsável pelo abastecimento dos módulos para três unidades da Volkswagen – São José dos Pinhais (PR), São Bernardo do Campo (SP) e Pacheco, na Argentina.

Para São José dos Pinhais, a produção é voltada aos modelos da família Fox (Fox, Cross Fox). Para a fábrica em São Bernardo do Campo, a produção é focada na solda, pintura, usinagem e montagem dos módulos do eixo traseiro da Saveiro.

A fábrica é responsável pela produção de sete tipos de módulos de suspensão, são eles: eixo traseiro da Saveiro, eixo traseiro dos modelos da família Fox, quadro auxiliar, pé de mola direito, pé de mola esquerdo, mancal direto e mancal esquerdo.

Além desses módulos de suspensão, a área também produz o módulo Front End. O Front End é o módulo em que são montados o radiador, o condensador, os faróis dianteiros e o ventilador do veículo.

“Em pouco tempo, a área de produção de módulos de suspensão e Front End já alcançou conquistas importantes, com o marco de 1 milhão de unidades produzidas e a exportação de peças à Argentina, que são resultados da evolução constante em termos de qualidade e produtividade em nossas operações”, afirmou o plant manager da fábrica do Paraná, Luis Fernando Pinedo.

A área, recentemente, passou por um processo intenso de treinamentos e melhorias na infraestrutura, o que resultou na sistematização dos processos com foco na qualidade e na produtividade.

Há um ano, o setor incorporou novos negócios, com a exportação de eixos traseiros para a fábrica de Pacheco, na Argentina. Só este ano, 21 mil peças foram exportadas para o país vizinho, onde é produzida a SpaceFox, que na Argentina é chamada de Suran, e a Space Cross.

 

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®