Competição Baja SAE BRASIL 2020 traz novos desafios para as 73 equipes inscritas

Mais de mil estudantes dos cursos de engenharia de todo o Brasil, participam de 11 a 15 de março da Competição Baja SAE BRASIL- Etapa Nacional, no Parque Tecnológico de São José dos Campos, Interior paulista.
Em sua 26ª edição, a competição tem 73 equipes inscritas de 13 Estados mais o Distrito Federal, que representam 63 instituições brasileiras de ensino superior com as quais os alunos têm vínculo acadêmico.

Desde que teve início em 1995, mais de 17 mil universitários passaram pelos desafios da Baja SAE em provas estáticas e dinâmicas, com carros projetados e construídos pelos próprios estudantes nas suas universidades, sob orientação de professores.

Além de projetar e construir os carros off road, os alunos são responsáveis pela organização e gerenciamento das equipes, na parte técnica e na gestão financeira dos projetos para a viabilidade econômica dos veículos.

Novos desafios – Para 2020 a Competição inclui, pela primeira vez na sua programação, duas novas provas, Retomada e a Super Prime.

Individual, a prova de Retomada será feita em uma pista em forma de “U” e exigirá o melhor desempenho dinâmico dos sistemas de direção, freios e powertrain, além da habilidade do piloto.
O objetivo dessa prova é avaliar a capacidade de se restabelecer a máxima aceleração/velocidade do veículo depois de uma redução drástica em curva acentuada.

A Super Prime será uma disputa entre dois carros em uma pista de traçado específico e individual, exclusivo para a atividade, na qual a habilidade dos pilotos também será avaliada.

De caráter eliminatório, vence e leva o troféu a equipe que chegar na frente em cada etapa até o final. Participam todas as equipes cujos carros tenham sido aprovados em todos os quesitos de segurança.

Tecnologia – Outra novidade este ano é a ferramenta Smart-Insp, que dará suporte ás avaliações de desempenho pela padronização na coleta de informações, com ganho de produtividade na obtenção dos resultados.

Todo processo será feito eletronicamente e os resultados divulgados em tempo real na internet.

Equipes – Com 73 equipes inscritas vindas de todas as regiões do País, a etapa nacional da Competição Baja SAE BRASIL-Etapa Nacional qualificará as três universidades que obtiverem as melhores pontuações na soma geral das provas para representar o Brasil na competição mundial Baja SAE Illinois, nos Estados Unidos, de 3 a 6 de junho, evento promovido pela SAE International.

A região Sudeste lidera com 46 equipes inscritas, de quatro Estados e 43 instituições de ensino superior: 22 de São Paulo, 13 de Minas Gerais, oito do Rio de Janeiro e três do Espírito Santo. A região Sul inscreveu 13 equipes, seis do Paraná, quatro de Santa Catarina e três do Rio Grande do Sul.

O Nordeste vem em seguida com 10 equipes, três de Pernambuco, três do Rio Grande do Norte, duas da Bahia e duas da Paraíba.

O Centro Oeste inscreveu três equipes, uma de Mato Grosso do Sul e duas do Distrito Federal, e a região Norte uma equipe, do Estado do Amazonas.

Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora de estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pilotos com até 1,90 m de altura, pesando até 109 kg.

Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são projetados e construídos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

Histórico – O projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul (EUA), e a primeira competição norte-americana foi realizada em 1976. O ano de 1991 marcou o início das atividades da SAE BRASIL, que em 1994 lançava o Projeto Baja SAE BRASIL e, no ano seguinte, realizava a primeira competição nacional, na pista Guido Caloi, no bairro do Ibirapuera em São Paulo.

Em 1996 a competição foi para o Autódromo de Interlagos, onde ficaria até 2002. Depois seguiu para o Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba, interior de São Paulo, onde ficou até 2015. A partir de 2016 a prova passou para o endereço atual em São José dos Campos.

“Como é objetivo dos programas estudantis desenvolvidos pela SAE BRASIL a Competição Baja instiga os universitários ao entusiasmo na carreira de engenharia, descobre talentos, desenvolve capacidades e espírito de liderança, estimula a inovação e dá oportunidade à prática das teorias aprendidas em sala de aula”, observa Camilo Adas, presidente da SAE BRASIL 2020/2021.

26ª Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Nacional
Quando: de 11 a 15 de março de 2020
Onde: Parque Tecnológico de São José dos Campos – Av. Cesare Monsueto Giulio Lattes, s/n, bairro Eugenio de Melo, ao lado da Fatec.
- Publicidade - Mercedes-Benz