Manutenção de respiradores: SENAI-PE e FCA unem esforços para acelerar entregas

Com o objetivo de acelerar a entrega de respiradores consertados, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial em Pernambuco (SENAI-PE) e a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) somam seus esforços para realizar a manutenção dos equipamentos.

Agora, todos os ventiladores pulmonares que necessitarem de consertos seguem para o Polo Jeep, em Goiana, onde são consertados pela equipe técnica das duas instituições.

Além de garantir a troca de conhecimentos, a mudança também irá contribuir para aumentar a capacidade de atendimento e agilizar a aquisição das peças necessárias para o conserto dos aparelhos.

Desde o mês de abril, as duas instituições estão trabalhando no conserto dos equipamentos, através da Iniciativa + Manutenção de Respiradores, idealizada pelo SENAI Nacional e Governo Federal.

O projeto conta com mais de 30 pontos de apoio em todo o País, entre unidades do SENAI e indústrias.

Juntas, as duas instituições já receberam 134 ventiladores pulmonares para conserto.

Deste total, o SENAI-PE finalizou e devolveu 12 aparelhos à Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) prontos para serem utilizados.

“Com a unificação das equipes, vamos conseguir reduzir gargalos na manutenção e calibração das máquinas, ganhando mais eficiência”, destaca Mateus Marchioro, Gerente de Montagem da Jeep, responsável pela ação. Além de Pernambuco, a FCA também está recebendo equipamentos provenientes dos estados de Alagoas e Paraíba.

Até agora, 21 respiradores já foram devolvidos e outros 101 estão em manutenção.

Os profissionais do SENAI-PE se revezarão para trabalhar no local.

“O SENAI-PE já construiu conhecimento e eles também. Essa troca entre os profissionais irá agregar bastante para essa ação. Também teremos mais possibilidades de realização de testes, com mais recursos, e aumentaremos a viabilidade de aquisição de peças. Nosso maior objetivo é dar mais eficiência para esse trabalho”, explica o gerente de Consultoria do SENAI-PE e coordenador da ação em Pernambuco, Oziel Alves.

Segundo estimativas da SES-PE, cada respirador deverá atender até 10 pessoas durante a pandemia da Covid-19.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®