Mercedes-Benz

Novo Sandero Stepway combina design, tecnologias e itens de série

- Scania 65 anos

O que antes era apenas um nicho de mercado, agora é coisa séria para a Renault e outras marcas que investem em veículos “aventureiros”, mesmo que muito mais por aparência que por função, é cada vez maior a aceitação do consumidor.

Tivemos a oportunidade de avaliar a nova geração do Sandero Stepway, e se você já curtia o modelo, vai gostar ainda mais com as melhorias que a Renault realizou, entre elas o novo sistema Media NAV 1.2, piloto automático, sensor de estacionamento, ar-condicionado automático, espelhos retrovisores e vidros traseiros com acionamento elétrico como itens de série e a manutenção de características próprias como a maior altura do solo (19 cm, 4 a mais que as outras versões do Sandero), o que termina protegendo o veículo ao rodar, na verdade, na cidade.

Com vias cada vez mais abandonadas, ter um modelo assim termina ajudando a ter mais segurança e na escolha do consumidor. Não é por acaso que desde seu lançamento ao final de 2008, foram comercializadas cerca de 100 mil unidades, com cerca de 30% de participação nas vendas da linha Sandero.

Na dianteira, o para-choque exclusivo desta versão dá personalidade e, ao mesmo tempo, transmite força pelos detalhes em preto e na parte inferior com o acabamento em tom prata. Os faróis com máscara negra, juntamente com os faróis de neblina, completam o conjunto.

Nas laterais se destacam os contornos dos para-lamas dianteiros e traseiros, ligados pela saia lateral também em preto, transmitindo robustez e personalidade.

Outro destaque da lateral são as novas rodas de 16 polegadas. Na traseira, além do para-choque exclusivo da versão com parte inferior em preto e acabamento em prata, se destacam, ainda, as lanternas com máscara negra e os refletores no para-choque, que dão mais força ao visual.

Também independem da cor do veículo os pontos do sensor de estacionamento na cor preta. Fica feio. Destoa do modelo e todo mundo logo ver. A abertura da tampa traseira pode ser feita por acionamento interno no veículo, ou então, através da chave, diretamente na fechadura.

Já no interior as diferenças são os novos bancos, mais confortáveis e anatômicos, com detalhes de design nas costuras. A cor laranja dá um toque sutil e especial em todo o interior, com destaque para a costura dos bancos, as saídas de ar laterais e o painel de instrumentos, que também tem contornos com preto brilhante.

O detalhe, que independente da cor do veículo, a cor laranja sempre se faz presente no interior do veículo.

Outro detalhe na cor laranja e que chama a atenção é a inscrição “Stepway” no raio inferior do volante. O painel central é todo em preto brilhante.

Agora a Renault tem investido em tecnologias, assim como acontece no Chevrolet Onix, a central multimídia da marca é um destaque que conquista seus consumidores. Chamada de Media NAV 1.2, com tela sensível ao toque de sete polegadas integrada ao painel, ela traz as novas funções Eco-Coaching e Eco-Scoring, além de GPS, Bluetooth, rádio e visualização da temperatura externa e “pop-up” com informações do ar-condicionado automático.

Para acionar as funções na central multimídia, algumas vezes é necessário ter um certo cuidado para acionar o GPS ou mesmo na sintonização de rádios ou músicas do pen drive. É preciso ir com firmeza no item escolhido para conseguir seu acionamento. Não foi toda vez, mas em alguns momentos identificamos essa necessidade.

A função Eco-Scoring avalia a condução do motorista ao final de um percurso, levando em conta o momento certo para a troca de marchas, a regularidade da velocidade, o consumo e a quilometragem percorrida. Junto com o Eco-Scoring, está o Eco-Coaching, que orienta o condutor para dirigir de modo mais econômico.

O Novo Sandero Stepway traz ainda piloto automático (limitador e controlador de velocidade). O limitador evita que o motorista, inadvertidamente, ultrapasse a velocidade máxima permitida na via. Mesmo que o acelerador continue pressionado, o carro não ultrapassa o limite programado pelo condutor.

Em caso de emergência, porém, basta pisar no acelerador até o fundo para desativar o limitador e, por exemplo, completar com mais rapidez uma ultrapassagem.

Infelizmente não é possível baixar ou mesmo subir os vidros do veículo por meio do alarme. Característica útil aqui no Recife, pois quando vamos nos aproximando do veículo, é interessante essa abertura para reduzir a temperatura em seu interior. O controle dos vidros traseiros continuam no console central. Bem que poderiam fazer como outras marcas e deixar tudo junto a porta.

Conversamos com alguns proprietários de Sandero Stepway, buscando a comparação entre o novo e o antigo, que mencionaram como negativa a presença do extintor de incêndio sob o banco do motorista. Apesar do apelo tecnológico, faltam itens como espelho eletrocrômico, faróis e limpadores de para-brisa automáticos.

A lista de itens de série inclui ainda airbags duplos, ABS, direção hidráulica, sistema CAR (travamento automático a 6 km/h), computador de bordo com seis funções, aberturas internas do porta-malas e tanque de combustível, volante em couro com regulagem em altura, travas das portas e vidros com acionamento elétrico e três apoios de cabeça no banco traseiro.

Mecânica Online – Assim como no Novo Sandero, na nova versão Stepway cerca de 80% dos componentes são novos, incluindo plataforma, estrutura, carroceria, suspensões, direção e freios.

A suspensão 4 cm mais alta, em relação as outras versões do Sandero, deixa o motorista em uma posição de dirigir mais elevada, o que contribui para realçar ainda mais a sensação de robustez e segurança do Novo Sandero Stepway, além de torná-lo apto a enfrentar os principais obstáculos encontrados pelos motoristas no dia a dia das grandes cidades. Além disso, a bitola dianteira aumentou 3 cm e a traseira está 2,2 cm maior em relação à geração anterior.

A suspensão dianteira é do tipo MacPherson, com braços triangulares e amortecedores integrados a molas helicoidais, complementada por uma barra estabilizadora. Atrás, o carro utiliza um sistema semi-independente, com barra de torção transversal, molas helicoidais e amortecedores verticais.

A assistência da direção também foi aprimorada em relação à geração anterior: o sistema atua com menos intensidade quando o volante é movimentado pouco, para assegurar o controle do carro em altas velocidades.

Já em manobras, quando a movimentação do volante é maior, o sistema oferece maior assistência, exigindo menor esforço em manobras e ao estacionar. O diâmetro de giro é de apenas 10,6 metros, que facilita manobrar em espaços apertados e ao estacionar.

Avaliamos a versão com motorização 1.6 8V Hi-Power e câmbio manual de cinco marchas com indicador de troca de marchas. Esse motor gera 106 cv quando abastecido com etanol e 98 cv com gasolina. O torque máximo é 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina. Apesar da disponibilidade do torque a partir de 1.500 rpm, o motor 1.6 da Renault ainda não agrada na sua totalidade.

Em alguns momentos parece que falta força para o melhor desempenho do modelo, ou mesmo que a relação de 10,6 kg/cv, relação entre peso e potência do modelo quando abastecido com etanol, deixa a sensação que o modelo está pesado. Não é nada que desabone o modelo, mas deve ser considerado pelo consumidor durante um teste drive antes da finalização da compra.

O Novo Sandero Stepway tem garantia de fábrica de três anos ou 100 mil quilômetros rodados, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O plano de manutenção do modelo prevê revisões periódicas a serem feitas em intervalos de 10.000 quilômetros ou a cada ano de uso.

No aspecto custo benefício, o valor do Sandero Stepway em Jaboatão dos Guararapes (PE) começava em R$ 50.550 sem rodas de liga leve, que custam mais R$ 490. Pintura metálica por mais R$ 1.250 e banco em couro adicionar R$ 1.160.

Caso o cliente deseje a transmissão automatizada da Renault deve adicionar R$ 2.400.Para comparação o novo CrossFox, com seu visual de mini-Golf, custa cerca de R$ 61.180 com câmbio automatizado I-Motion; no caso do Hyundai HB20X, também aventureiro com algo a mais, o preço é de R$ 56.390, com a ressalva de termos câmbio automático (com conversor de torque) de quatro marchas. Ambos são mais caros.

Outra opção com valor acima é o Ford New Fiesta Titanium, mas aqui a história é outra: ele não é aventureiro, mas tem tudo o que se pode esperar de um hatch premium (sete airbags, câmbio automatizado de dupla embreagem, controle de estabilidade) por R$ 59.990.

Ficha Técnica
Motor: Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 8V, comando simples, flex
Cilindrada: 1.598 cm³
Potência: 106 cv a 5.250 rpm
Torque: 15,5 kgfm a 2.850 rpm
Transmissão: Manual de cinco velocidades, tração dianteira
Suspensão: Independente McPherson na dianteira e barra de torção na traseira
Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira
Pneus: 205/55 R16
Dimensões: Comprimento 4,066 m; Largura 1,761 m; Altura 1,559 m; Entre-eixos 2,590 m;
Capacidades: Tanque 50 l; Porta-malas 342 l (aferidos por Autoesporte)
Peso: 1.120 kg.

Tarcisio Diashttps://www.mecanicaonline.com.br
Gerente de conteúdo do Mecânica Online®, Tarcisio Dias é responsável também pela área de cursos e CDs interativos. Possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador.
Mercedes-Benz

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Scania 65 anos

Mais recentes

SIMEA 2022
- Publicidade - Mercedes-Benz

Instagram Mecânica Online®

- Volvo Zero Acidentes
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação