Mercedes-Benz

Peugeot aposta na melhor relação custo-benefício com o lançamento do 2008

- Scania 65 anos

Com bom pacote de itens de série, modelo mescla características de segmentos diferentes e tem preço competitivo para conseguir espaço – O leque de opções para quem procura um SUV no Brasil vai ficando cada vez maior e melhor. No segmento em que apenas o EcoSport reinou durante anos sozinhos e viu chegar poucos concorrentes, passa por uma transformação que vai deixar o consumidor no comando da escolha da melhor opção.

E o novo crossover que a Peugeot apresentou no Salão do Automóvel e chega pra valer agora em nosso mercado, o 2008, já tem como boa notícia sua produção brasileira, no moderno Centro de Produção de Porto Real, no Rio de Janeiro. É o segundo modelo da marca a ser fabricado lá, junto com novo 208.

E o bom é que a Peugeot resolveu apostar diferente. O 2008 é um modelo global que contou em seu desenvolvimento com a parceria de equipes do Brasil, China e França. O design exterior mantém o estilo já conquistado pela Peugeot, que une sofisticação com esportividade.

Tivemos a oportunidade de rodar com o modelo durante sua apresentação para imprensa, e as nossas primeiras impressões foram muito boas, destacando, claro, o dinâmico motor turbo THP Flex. É gostoso acelerar, pisar forte, e sentir o vigor que essa versão apresenta.

Vamos aos poucos. Na dianteira os faróis têm contornos que projetam a pupila de um felino, num conjunto que expressa a tecnologia do modelo ao realçar as luzes diurnas em LED. A vasta superfície envidraçada do 2008, que inclui o teto panorâmico inédito no segmento como item de série desde a versão de entrada, garante um interior agradável e com muita luminosidade.

Traz dinamismo no visual traseiro com uma ondulação no teto inspirada no RCZ. A tampa do porta-malas é marcada nas duas pontas pelas lanternas em formato de bumerangue que, em seu interior, possuem três garras iluminadas por LEDS.

O 2008 é próprio em seu estilo. Sofisticado sim, mas não carregado. Junto com o Honda HR-V, poderíamos considerar a dupla mais bonita do segmento, por traços que refinam o design dos modelos.

O desenvolvimento do 2008 considera o motorista como ponto de partida na sua concepção, e por isso mesmo, afirma que seu modelo busca aliar ergonomia ideal e funcionalidades.

A Peugeot denomina de i-Cockpit a concepção que foca no volante de pequena dimensão, no painel de instrumentos elevado e na central multimídia.

O volante multifunções revestido em couro tem tamanho reduzido, como acontece no 208 e conta com regulagem de altura e profundidade e oferece muita precisão da direção com assistência elétrica. Seu tamanho reduzido garante a sensação de controle pleno em qualquer situação.

Já o painel de instrumentos elevado dá ao motorista as informações necessárias sem que ele precise tirar os olhos da estrada, garantindo maior segurança. O condutor também conta com banco regulável em altura, profundidade e inclinação. Essa solução adotada é boa e realmente facilita a consulta das informações sem perder a atenção na estrada.

A central multimídia, também item de série em todas as versões, traz tela colorida sensível ao toque de sete polegadas para comando de todas as funções de conectividade: navegação por GPS com mapa em perspectiva 3D, controle do rádio e da conexão Bluetooth para celular e para streaming de áudio, leitura de arquivos de música via conexão USB ou visualização de fotografias. Pode-se também acionar os dispositivos conectados à entrada auxiliar e configurar inúmeros recursos do veículo.

O ambiente interno do 2008 é sofisticado. A alavanca do freio de mão do tipo aviação é revestida em couro nas versões superiores, a iluminação dos equipamentos e mostradores é na cor branca, tem detalhes cromados ao redor das saídas do ar-condicionado Bi-Zone, nas portas e na moldura da central multimídia, que também conta com acabamento em black piano.

O espaço interno principalmente para o motorista poderia ser maior. A solução que a Peugeot colocou nas laterais das portas poderiam ser menores. Os puxadores internos das portas são grandes, deslocando a posição do motorista. Com 1,75 de altura, achei que o espaço para as pernas ficou comprometido, mas nada que chegue a interferir na dirigibilidade do modelo.

Agora vem a melhor parte do Peugeot 2008. Sua versão topo de gama estreia a motorização THP Flex, um diferencial que coloca o 2008 na condição de primeiro veículo da categoria equipado com um propulsor bicombustível de injeção direta com turbocompressor.

O resultado é uma potência máxima de 173 cavalos a 6.000 rpm com etanol, e torque máximo de 24,5 kgfm já disponível aos 1.400 rpm. Ou seja, garante sensação diferenciada de verdade pra quem assume o volante, com retomadas ágeis e potentes, principalmente pelo fato de 16 kgfm já estarem disponíveis logo a 1.000 rpm. Para acompanhar o motor turbo flex, uma caixa manual de seis velocidades.

Aqui você junta o volante de tamanho reduzido, painel de instrumentos elevado e motorização eficiente. Show. O 2008 é ágil, anda fácil e mostra muita disposição nas acelerações e retomadas. Literalmente o motorista vai se sentir completamente no comando.

O 2008 oferece também o motor 1.6L 16V FlexStart, que dispensa o sistema de partida a frio. Esse propulsor desenvolve 122 cavalos de potência a 5.800 rpm com etanol, e torque máximo de 16,4 mkgf a 4.000 rpm.

Nessa motorização, oferece duas opções de transmissão: manual de cinco velocidades e automática com opção de trocas manuais na alavanca do câmbio ou por meio de “paddle shift” na coluna de direção

Ponto de destaque do 2008 juntamente com o motor THP Flex é o sistema Grip Control, que melhora a tração do veículo em condições de baixa aderência. A qualquer momento o motorista pode escolher entre cinco modos de utilização disponíveis no seletor posicionado no console central.

O Grip Control adapta o crossover ao terreno agindo sobre as rodas dianteiras no modo mais adequado na configuração Normal, Neve, Barro, Areia e ESP Off, na qual a tração é administrada com total autonomia.

A tecnologia do 2008 é também demonstrada nos recursos de segurança que o veículo oferece. Regulador e limitador de velocidade, seis airbags e cintos com três pontos de fixação e apoios de cabeça para todos os ocupantes são equipamentos de série.

Junto com o Grip Control, o programa de estabilidade eletrônica integra outros recursos, como sistema de freio ABS, repartidor eletrônico de frenagem, assistência a frenagem de urgência, anti-derrapagem de rodas, controle dinâmico de estabilidade e função Hill Assist, que mantém o veículo freado por cinco segundos mesmo que o motorista não esteja pisando no pedal de freio para que ele saia com segurança em subidas.

O 2008 chega ao mercado brasileiro em três versões de acabamento: Allure e Griffe, ambas equipadas com o motor 1.6 16V Flex e com transmissões manual e automática, e Griffe THP, que utiliza a caixa manual de seis velocidades. Tem três anos de garantia total, três anos de Peugeot Assistance, serviço de assistência exclusivo da marca disponível gratuitamente em todo o país 24 horas por dia, pacotes de peças e serviços com preços fixados e mão de obra inclusa, além de revisões com valores fixos para toda rede de concessionárias do país.

Custo e benefícios – O 2008 chega em em três versões de acabamento: Allure e Griffe, ambas equipadas com o motor 1.6 l 16V Flex e transmissões manual de cinco marchas e automática de quatro velocidades, e a topo de gama Griffe THP, sempre com câmbio manual de seis velocidades.

Confira os preços e equipamentos:

Peugeot 2008 Allure 1.6 Flex – preço: R$ 67.190
Peugeot 2008 Allure 1.6 Flex Automático – preço: R$ 70.890

Itens: painel de instrumentos com moldura preto brilhante, moldura dos aeradores em cromo acetinado, maçanetas em cromo acetinado, freio de mão aviação injetado com lateral em cromo acetinado, sistema de alarme ultrassom, sensor de estacionamento traseiro, regulador de velocidade, faróis de neblina, ajuste elétrico dos retrovisores e vidros elétricos dianteiros e traseiros.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 Flex Manual – preço: R$ 71.290
Peugeot 2008 Griffe 1.6 Flex Automático – preço: R$ 74.990

Itens: painel de instrumentos com moldura cromo acetinado, moldura das saídas de ar em cromo acetinado, maçanetas em cromo acetinado, bancos em couro e tecido, sensor de estacionamento dianteiro, acendimento automático dos faróis e do limpador do para-brisa, rodas de 16 polegadas diamantadas, acabamentos cromados nas janelas.

Peugeot 2008 Griffe THP Flex – preço: 79.590
Itens: manopla de câmbio em cromo acetinado com laterais preto brilhante, console central com fundo preto brilhante, pedaleiras e repouso do pé em alumínio, soleira de entrada das portas em inox, ESP, Hill Assist, Grip Control, seis airbags, para-choque com detalhes cromados e retrovisores externos com capa cromada.

O modelo terá seis opções de cores: branco banquise, branco nacré (perolizado), cinza aluminium, marrom dark carmin, preto perla nera e vermelho rubi. A pré-venda começa no dia 11 de abril e vai a 12 de maio, sendo que as primeiras entregas acontecem no mês de maio. Segundo a marca, já são 15.000 pessoas interessadas no modelo desde o Salão do Automóvel do ano passado.

Produção brasileira – É sempre bom quando participamos de lançamentos de veículos que são fabricados no Brasil, como é o caso do Peugeot 2008. A marca afirma que esse modelo é o início de uma nova fase para oferecer produtos cada vez mais interessantes em nosso mercado.

Desde o seu lançamento na Europa, o crossover superou as expectativas de vendas do Grupo, acumulando mais de 200 mil unidades comercializadas. “O Peugeot 2008 é uma demonstração clara do novo posicionamento mundial do Grupo PSA, com veículos globalizados. Seus números de vendas na Europa e na China, mercados em que já foi lançado, superaram as expectativas do Grupo e tenho certeza de que no Brasil o modelo seguirá o mesmo caminho. O início da produção do Peugeot 2008, na nossa fábrica de Porto Real, vem reforçar ainda mais nosso compromisso com o Brasil”, afirma Carlos Tavares, Presidente Mundial (CEO) da PSA Peugeot Citroën.

A PSA Peugeot Citroën investiu cerca de R$ 400 milhões no desenvolvimento do novo Peugeot 2008 no Brasil e na adaptação do Polo Industrial de Porto Real para produzi-lo. No total, foram três anos de um trabalho que envolveu uma equipe de mais de 300 profissionais baseados no próprio Centro de Produção e no Latin America Tech Center, o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design da PSA Peugeot Citroën, que tem sede no Brasil.

“O Peugeot 2008 é um sucesso mundial. Sua produção em Porto Real resulta de um excelente trabalho de integração local, desenvolvido por nossas equipes de Pesquisa, Desenvolvimento e Design. Vamos oferecer aos nossos clientes um veículo com muita tecnologia, muita segurança e muito bem adaptado às condições de terreno do Brasil”, diz Carlos Gomes, Presidente Brasil e América Latina da PSA Peugeot Citroën.

Sobre o desenvolvimento do Peugeot 2008 em Porto Real, a Chefe do Projeto, a engenheira Maria Célia Zikan, acrescentou: “Foi uma imensa satisfação desenvolver no Brasil esse projeto, que simboliza a globalização dos produtos do Grupo PSA. Após esses 3 anos, tenho muito orgulho de representar uma equipe que trabalhou com muita motivação e rigor, aplicando as melhores práticas de projetos anteriores e contribuindo para tornar o 2008 um grande sucesso”. Alguns números sobre o Projeto Peugeot 2008, na América Latina, confirmam as palavras de Zikan:

• 900.000 horas de trabalho das equipes do projeto.
• Mais de 200 novas peças.
• Cerca de 40 fornecedores envolvidos no projeto.
• Índice de Nacionalização de peças de cerca de 80%.
• Cerca de 31 kg de materiais verdes (ex: os carpetes, que utilizam PET reciclado, EVA reciclado e resíduos de madeira certificada e o para-barro, que utiliza Polipropileno reciclado).
• Mais de 800 mil km rodados em testes.

Polo Industrial Brasil – O Polo Industrial Brasil, em Porto Real, que completou 14 anos de atividades no dia 1º de fevereiro, recebeu várias inovações e equipamentos para produzir um projeto tão avançado como o do Peugeot 2008. Novas tecnologias foram implementadas para adequá-lo ao Projeto. Entre as principais ações, por área de produção, destacam-se:

Na Ferragem (Chaparia):
• Instalação de 20 novos robôs e adequação nas trajetórias e automação de mais 29 robôs.
• Uma linha totalmente nova para fabricação da lateral do modelo.
• Adaptação do processo existente de produção de portas, capô, teto e tampa traseira.
• Melhoria no processo para garantir a harmonia geométrica do novo design.
• Adequação ergonômica para os novos postos de trabalho.

Na Pintura:
• Novos cordões de estanqueidade para a tampa do porta-malas.
• Adaptação do processo das trajetórias dos robôs de pintura.
• Evolução do processo que utiliza materiais verdes (ex: tinta hidrossolúvel, sem solventes).

Na Montagem:
• Novas operações de montagem na linha atual.
• Adequação ergonômica para os novos postos de trabalho.
• Adaptação dos processos de colagem dos vidros de teto (Cielo), para-brisa e tampa do porta-malas.

Em Formação:
• Mais de treze mil horas de formação teórica e prática.
• Cerca de três mil horas de treinamento, entre fabricação de veículos e testes de rodagem.

A produção brasileira do Peugeot 2008 atenderá ao mercado nacional e, em um futuro próximo, também será destinada à exportação.

Tarcisio Diashttps://www.mecanicaonline.com.br
Gerente de conteúdo do Mecânica Online®, Tarcisio Dias é responsável também pela área de cursos e CDs interativos. Possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador.
ZF Construindo o futuro com tecnologia

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Scania 65 anos

Mais recentes

SIMEA 2022
- Publicidade - Mercedes-Benz

Instagram Mecânica Online®

- Volvo Zero Acidentes
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação

ZF Construindo o futuro com tecnologia