quarta-feira, 21 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Sistemas de segurança veicular ainda não são prioridade

- Advertisement -

Segundo dados da Global New Car Assessment Program (Global NCAP), mais de três mil pessoas em todo o mundo perdem suas vidas diariamente em acidentes de trânsito.

Essas fatalidades são, em sua maioria, resultado de veículos sem os equipamentos adequados de segurança e que não oferecem proteção necessária para os passageiros e pedestres, especialmente nos mercados em desenvolvimento.

“Para a Bosch, cada acidente é fatal. Com nossas tecnologias, podemos proteger a vida humana ao redor do mundo”, ressalta Dr. Dirk Hoheisel, membro da direção mundial da Bosch.

- Advertisement -

A Bosch também é uma apoiadora da iniciativa “Stop the Crash” da Global NCAP. O objetivo da campanha é impulsionar a consciência da importância dos sistemas de segurança, tais como o Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP®), frenagem automatica de emergência e ABS para motos.

A ação “Stop the Crash” também apoia as Nações Unidas na meta de reduzir pela metade o número de fatalidades no trânsito em todo o mundo até 2020, que hoje está em torno de 1.25 milhões por ano. Somente no Brasil são registrados cerca de 40 mil mortes por acidentes de trânsito por ano.

ESP® ajudou prevenir 190 mil acidentes na Europa desde 1995
A Bosch vem trabalhando há muitos anos na busca de soluções que visam proporcionar uma direção sem acidentes e lesões. Com o lançamento do Controle Eletrônico de Estabilidade (ESP®) em 1995, a fornecedora de tecnologias e serviços alcançou sucesso considerável neste quesito, ajudando a prevenir 190 mil acident es e salvando mais de seis mil vidas em toda a Europa.

- Advertisement -

“Depois do cinto de segurança, o ESP® é o sistema de segurança mais importante do veículo, até mais do que o airbag”, ressalta Hoheisel. Se todos os carros fossem equipados com este dispositivo, seria possível prevenir mais de 80% de todos os acidentes causados por derrapagens. Desde 1995, a Bosch já produziu mais de 150 milhões de sistemas ESP®.

Nove em cada dez veículos em toda a Europa são equipados com ESP®
Desde novembro de 2014, o ESP® se tornou item obrigatório em todos carros novos licenciados e veículos comerciais leves de até 3.5 toneladas na Europa e, atualmente, mais de 90% já contam com o sistema ESP®.

A título de comparação, a taxa global gira em torno de 64%. A Global NCAP está solicitando aos países membros das Nações Unidas, especialmente aqueles com uma ampla indústria automotiva, que adotem o ESP® em todos os veículos novos até 2020.

A Organização Mundial da Saúde (OMS ) também está atuando para tornar mandatório o uso do ESP®, o que resultaria em um grande número de vidas salvas em todo o mundo. Além da União Europeia, o sistema anti-derrapagem passou a ser mandatório na Austrália, Canadá, Israel, Nova Zelândia, Rússia, Coréia do Sul, Japão, Turquia, Estados Unidos. E, a partir de 2018, o sistema também passará ser obrigatório no Equador e Argentina.

Sistema de Frenagem de Emergência da Bosch ajuda usuários
O ESP® também é base tecnológica para muitos sistemas de assistência ao condutor que podem intervir no apoio aos motoristas em situações potencialmente perigosas, tais como mudar de faixa ou permanecer na pista, desviar ou frear quando depara com um obstáculo. As colisões traseiras estão entre os piores incidentes.

O sistema Frenagem Automática de Emergência (AEB – Automatic Emergency Braking) pode prevenir tais colisões totalmente ou, pelo menos, atenuar consideravelmente o impacto desses acidentes. Se o rada r ou o sensor de vídeo detecta obstáculo à frente do veículo, o sistema é preparado para realizar uma frenagem de emergência e o motorista é notificado. Se o condutor não responder, o sistema realiza uma frenagem parcial e, logo que o condutor pisa no freio, o sistema aumenta a potência da frenagem a fim de evitar o acidente.

Caso o motorista não responda à manobra de frenagem parcial e o sistema detecta que a colisão é inevitável, o sistema executa de forma autônoma a manobra de frenagem de emergência. Em velocidades de até 40 quilômetros por hora no trânsito urbano, o sistema Frenagem Automática de Emergência da Bosch ajuda a evitar por completo as colisões em veículos parados.

72% menos colisões traseiras somente na Alemanha
Apenas na Alemanha, segundo um estudo realizado pela Bosch, até 72% de todas as colisões traseiras poderiam ser evitadas se os veículos fossem equipados com o sistema Frenagem Automática de Emergência. A Bosch disponibiliza a t ecnologia para todos os tipos e versões de veículos. O Radar de Média Distância (MRR), por exemplo, é uma solução interessante para carros compactos e pequenos.

Em 2014, pouco menos de um quarto de todos os veículos de passeio licenciados na Alemanha contavam com o Frenagem Automática de Emergência. Nos Estados Unidos, as principais montadoras estão atuando para oferecer o dispositivo como item de série em todos os veículos.

ABS para motos: menos acidentes com vítimas
Em meados de 1990, a Bosch desenvolveu um sistema antibloqueio de frenagem para motocicletas. “O ABS pode prevenir um quarto de todos os acidentes de motos com vítimas”, destaca Hoheisel. Tanto que muito países já exigem a adoção do sistema como item de série por meio de legislações específicas.

Como no carro, o ABS impede que as rodas da moto travem durante a frenagem de emergência, com isso os motociclistas podem frear sem medo e com toda a força. A Bosch tem soluções adequa das para todos os modelos de veículos duas rodas motorizados.

Além de otimizar o tamanho e o peso, o foco da Bosch é a redução dos custos de maneira a tornar a tecnologia ABS viável para todos os mercados e classes de motocicletas, o que inclui modelos até 250 cc, que são mais populares nos mercados em desenvolvimento.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos