segunda-feira, 17 junho , 2024
28 C
Recife

Fundação Volkswagen lança o projeto educacional “Aprendendo com Arte” em Carapicuíba (SP)

Promover o ensino das artes visuais de maneira aprofundada, didática e acessível a todos, como forma de inclusão cultural e social, além de garantir a crianças e jovens o direito de aprender.

- Publicidade -

Esses são objetivos do projeto educacional “Aprendendo com Arte”, promovido pela Fundação Volkswagen, em parceria com o Instituto Arte na Escola e a secretaria de Educação de Carapicuíba, que acaba de chegar à cidade.

No município paulista, o projeto formará 80 educadores, que devem multiplicar esses conhecimentos sobre artes para cerca de 2.400 alunos de escolas públicas.

O “Aprendendo com Arte” é um dos dez projetos oferecidos pela Fundação Volkswagen, que há 36 anos coordena os investimentos sociais da Volkswagen do Brasil e tem a nobre missão de contribuir com a melhoria da educação pública e da qualidade de vida de comunidades Brasil afora.

A cerimônia de assinatura do acordo de cooperação técnica foi realizada nesta quinta-feira (7/7), em Carapicuíba, com a presença do secretário de Educação de Carapicuíba, Gilberto Marcelino; da diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti; e da coordenadora do Instituto Arte na Escola (parceiro técnico da Fundação Volkswagen no projeto educacional), Roseli Alves.

- Publicidade -

Em Carapicuíba, a formação será oferecida de forma semipresencial: com encontros presenciais com os educadores e conteúdo on-line oferecido por meio da Plataforma do Letramento (www.plataformadoletramento.org.br), que é o ambiente virtual de aprendizagem da Fundação Volkswagen.

Uma novidade deste ano é o aumento da carga horária para 150 horas de treinamento, divididas em 56 horas presenciais e 94 horas a distância; o projeto foi lançado em 2015 com 85 horas de formação, sendo que 56 horas eram presenciais e 29, a distância.

“O ‘Aprendendo com Arte’ forma educadores para que multipliquem os conhecimentos sobre as artes de forma prática e interativa, trabalhando com novas tecnologias em sala de aula e promovendo visitas a espaços culturais. Dessa forma, com um trabalho baseado na ética e responsabilidade social, a Fundação Volkswagen incentiva a utilização da arte e da cultura como importante recurso educativo, de desenvolvimento social e inclusão, despertando nos alunos a consciência crítica e a cidadania”, afirma o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo Barros.

“A Fundação Volkswagen oferece sete projetos de Educação – entre os quais o ‘Aprendendo com Arte’ – e três de Desenvolvimento Social. Para ampliar sua atuação, a Fundação Volkswagen faz parcerias com os setores público, privado e a sociedade civil organizada (ONGs). A nossa intenção é trabalhar fortemente para que nossos projetos influenciem políticas públicas e que sejam sustentáveis a longo prazo”, afirma a diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti.

Fundação Volkswagen tem parceria com o Instituto Arte na Escola – Para oferecer o projeto “Aprendendo com Arte”, a Fundação Volkswagen conta com o parceiro técnico Instituto Arte na Escola, especializado em artes.

- Publicidade -

O Instituto Arte na Escola, que tem a Fundação Iochpe como principal mantenedora, é uma associação social que incentiva e qualifica o ensino da arte por meio da formação continuada de professores da Educação Básica em todo o Brasil.

As ações de formação são oferecidas por 39 Polos localizados em universidades e instituições de ensino conveniadas em 19 Estados, formando a Rede Arte na Escola. Outra atuação do instituto é a oferta de materiais educativos para o professor em sala de aula. Saiba mais no site www.artenaescola.org.br.

“Nós, do Instituto Arte na Escola, estamos muito confiantes nesta parceria com a Fundação Volkswagen e a secretaria de Educação, em um sentido de capacitar um número cada vez maior de professores em diversas linguagens da arte, tais como artes visuais, música, teatro e dança, sabendo que o ensino das artes é de suma importância para que o potencial criativo do aluno se manifeste. Sabemos hoje que as capacidades de criatividade e inventividade estão entre as mais valorizadas no mercado de trabalho do século 21. E é nesse sentido que o projeto ‘Aprendendo com Arte’ ganha ainda mais importância”, afirmou a presidente do Instituto Arte na Escola, Evelyn Berg Ioschpe.

“Aprendendo com Arte” tem beneficiado mais de 800 educadores, com expectativa de multiplicar conhecimentos para mais de 24 mil alunos

O projeto “Aprendendo com Arte” oferece aos educadores profundo conhecimento sobre artes visuais, incluindo temas como história das artes visuais, artes brasileiras, artes híbridas, fotografia, vídeo, desenho, pintura, arquitetura, escultura, artes digitais, patrimônio cultural, intervenção urbana, entre outros.

Durante a formação, os educadores mapeiam o patrimônio cultural local, inclusive com visitas guiadas em espaços como museus; participam de oficinas teóricas e práticas, debates, seminários e palestras. As aulas também ensinam como interpretar as artes. Ao final da formação, os educadores promovem uma exposição em local público.

O “Aprendendo com Arte” conta com duas versões: a semipresencial e a totalmente a distância, sendo que ambas foram lançadas em 2015. A versão semipresencial formou, no ano passado, um total de 119 educadores nas cidades de Aracaju (SE) e Cariacica (ES), beneficiando 3.570 alunos.

A versão totalmente a distância, cujas aulas são ministradas na Plataforma do Letramento (www.plataformadoletramento.org.br), formou no ano passado 186 educadores, beneficiando 5.580 alunos.

Neste ano, 520 educadores, de todos os Estados brasileiros, já estão participando da formação totalmente a distância, com expectativa de que multipliquem esses conhecimentos para 15.600 estudantes.

Com carga horária total de 150 horas, a versão 100% on-line conta com apoio de tutores que acompanham e auxiliam os participantes no ambiente virtual.

“A versão totalmente on-line do ‘Aprendendo com Arte’ permite que a formação atravesse fronteiras, chegando a um número cada vez maior de educadores. Neste ano, essa versão a distância conta com participantes de todos os Estados do Brasil. Dessa forma, a Fundação Volkswagen está cumprindo um de seus objetivos, que é levar educação e cultura ao maior número possível de pessoas, contribuindo com o desenvolvimento social”, completou a diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti.

Entre os materiais didáticos de apoio do projeto estão livros e itens multimídia. O kit inclui ainda o “Caderno Arte + Educação”, produzido por especialistas em integrar arte e educação, que aborda temáticas a serem trabalhadas em sala de aula.

Fundação Volkswagen já atendeu 1.437.884 alunos no Brasil – A Fundação Volkswagen oferece dez projetos, sendo sete Educacionais e três de Desenvolvimento Social.

Apenas por meio de seus projetos educacionais, a instituição já beneficiou nos últimos 12 anos, até 2015, 1.437.884 alunos em todo Brasil e ofereceu formação continuada a 18.800 educadores da rede pública de 441 cidades brasileiras. Os projetos de Desenvolvimento Social, por sua vez, já beneficiaram 34.642 pessoas.

Em seu histórico de atuação, a Fundação Volkswagen já atendeu 19 Estados brasileiros, nos pilares Educação e Desenvolvimento Social; são eles: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

Os projetos educacionais oferecidos pela Fundação Volkswagen são “Aceleração da Aprendizagem”; “Aprendendo com Arte”; “Brincar”; “Entre na Roda”; “Jogo da Vida em Trânsito (JVT)”; “Plataforma do Letramento” e “Pró-Educar Brasil”. Os três de Desenvolvimento Social são “Costurando o Futuro”, “Volkswagen na Comunidade” e “Instituto Baccarelli”.

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente