quinta-feira, 20 junho , 2024
28 C
Recife

ZF reduz riscos de acidentes em congestionamentos com seus novos sistemas eletrônicos de assistência para caminhões

Como um bitrem pode escapar de situações perigosas se o motorista, por exemplo, não percebe que o trânsito está parado à sua frente e, apesar do sistema de assistência à frenagem de emergência AEBS (do inglês Advanced Emergency Braking System), a distância para frear não é suficiente, levando-o a adotar tentativas afobadas de manobras, que tornam tudo pior?

- Publicidade -

E por que um caminhão apenas alerta seu condutor que está saindo da pista em vez de prestar auxílio eficaz para que permaneça na faixa? Essas questões e a visão de eliminar completamente os acidentes de trânsito (programa conhecido como “Vision Zero”) levaram a ZF a continuar aprimorando os sistemas de assistência ao motorista.

Os resultados são as funções Highway Driving Assist (HDA) e Evasive Maneuver Assist (EMA) – esta última desenvolvida em parceria com a WABCO –, ambas apresentadas em caráter inédito em um protótipo: o ZF Innovation Truck 2016.
Auxiliados por diversos sistemas de proteção, os caminhões modernos já rodam atualmente com alto grau de segurança.

Na União Europeia, por exemplo, o controle eletrônico de estabilidade veicular (ESC), os sistemas automáticos de frenagem de emergência (AEBS) e programas de centralização na faixa (LDW) já são obrigatórios para licenciar caminhões novos.

Para a ZF, a maior integração e a automatização dos sistemas e funções – além da implementação de tecnologias de carros de passeio nos veículos comerciais – oferecem potenciais muito mais amplos de segurança e protegem de forma mais rápida e eficiente todos que estão no trânsito.

- Publicidade -

Foi por isso que a empresa lançou e já aplicou o que existe de melhor nos programas de assistência ativa no ZF Innovation Truck 2016.

As duas funções Evasive Maneuver Assist (EMA) e Highway Driving Assist (HDA), por exemplo, aproveitam a capacidade de “enxergar” através de sofisticados sensores e da inteligência de sistemas eficientes de controle, bem como a capacidade de agir por meio da mecânica eletrificada.

Essas tecnologias mantêm a distância correta e segura do veículo à frente e conservam o caminhão na faixa de rodagem, evitando as consequentes colisões.
Desviar em vez de colidir – Se o motorista não vê ou percebe muito tarde um obstáculo na estrada ou se o trânsito para de forma brusca, a função EMA assume o comando do volante, o que significa que o controle de direção eletro-hidráulica ReAX da ZF também entra em ação.

O programa de assistência detecta quando uma frenagem de emergência realizada pelo motorista ou pela função AEBS não é suficiente para parar o veículo em tempo.

Se a manobra de frenagem não puder evitar uma colisão, o que é muito provável quando as estradas estão escorregadias ou se o perigo está depois de uma curva ou subida com pouca visibilidade, a função EMA, ativada por um movimento de direção do motorista para a esquerda ou direita, assume automaticamente o comando do caminhão juntamente com o semirreboque, mesmo estando em velocidade máxima, e conduz o veículo com segurança para uma faixa livre ou para o acostamento.

- Publicidade -

“A nossa função inovadora realiza, ao mesmo tempo, manobras automatizadas de desvio, frenagem e estabilização – em qualquer velocidade, com qualquer volume de carga e todo tipo de semirreboque –, ajudando a evitar a colisão do veículo”, afirma Mitja Schulz, responsável pela Unidade de Negócios de Sistemas de Direção para Veículos Comerciais da ZF TRW.

“Com isso, conseguimos dar um grande passo para alcançar a nossa meta do ‘Vision Zero’”, completa.

Nas manobras repentinas de desvio, sempre há o risco de o motorista esterçar muito pouco, podendo provocar uma colisão crítica, ou então de forma muito brusca e forte, fazendo o caminhão derrapar ou até mesmo tombar ou levá-lo a uma outra faixa de rodagem, colocando outras pessoas em perigo. A função EMA evita tudo isso com confiabilidade.
A função EMA é resultado da combinação das tecnologias de ponta da ZF e da WABCO, incluindo a direção eletro-hidráulica ReAX da ZF e o sistema de frenagem eletrônico (EBS) da WABCO, o programa de assistência ao freio de emergência, o controle eletrônico de estabilidade veicular (ESC) e sistemas de controle da condução.

A ativação da função EMA, instalada em uma unidade de controle ADAS, dá-se pela lógica de ajuste do freio de emergência automático OnGuardACTIVE da WABCO.

Em seu primeiro nível de atuação, o programa alerta o motorista com sinais sonoros e visuais no display; no nível 2 são emitidas vibrações juntamente com uma desaceleração moderada de até 3,5 m/s²; e no nível 3 é efetuada uma frenagem total, mantendo os limites da estabilidade, até o veículo parar por completo.
Uma guinada brusca do volante já é interpretada pelo sistema de direção no nível 1 – ou seja, depois que o motorista foi alertado – como comando para ativar a função EMA (detecção de disparo).

Durante a operação de manobra automática, o software da função calcula permanentemente o trajeto ideal de desvio de forma preditiva e faz o respectivo ajuste do ângulo de esterçamento.

A função integrada de proteção contra colisão do programa EMA foi aprimorada para essas situações extremas de condução e é implementada por meio da interconexão com o sistema ESC e com os sensores de aceleração transversal instalados no ZF Innovation Truck 2016.

Entretanto, o condutor pode assumir o comando da função EMA a qualquer momento. Para isso, ele só precisa esterçar, frear ou acelerar levemente durante a fase de desvio autônomo.
“A função Evasive Maneuver Assist evidencia claramente que a WABCO e a ZF são líderes no desenvolvimento de tecnologia de segurança inovadora para veículos comerciais”, declara Dr. Christian Wiehen, responsável pela área tecnológica da WABCO.

“EMA é uma função de segurança que interconecta o controle transversal e longitudinal e, por isso, pode ser classificada de semiautomatizada até chegarmos na condução automatizada”, completa.
Sensação de estar dirigindo sobre trilhos – Quando se trata de permanecer na faixa de rodagem, o sistema semiautomatizado de direção assistida em rodovias Highway Driving Assist do ZF Innovation Truck oferece proteção eficaz contra as frequentes consequências graves que a falta de atenção, distração ou “pescada” ao volante podem acarretar.

Além de alertar o motorista quando o veículo está saindo involuntariamente da pista, o sistema mantém o bitrem de forma automática e ativa na faixa. Somado a isso, o programa mantém automaticamente uma distância segura do veículo à frente em qualquer velocidade, o que até mesmo inclui parar e partir novamente com o caminhão.

“Inicialmente, essa função foi desenvolvida como programa eletrônico de assistência para automóveis, que apresentamos em 2015 no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt (IAA), Alemanha. Nós a transferimos para caminhões pesados visando aumentar a segurança e aliviar o estresse do motorista”, explica Schulz.
Um elemento-chave desse conjunto é a junção inteligente de sensores ZF da câmera de visão frontal S-CAM para detecção precisa das marcações na pista com os do radar AC1000 para identificação da distância, que, em velocidade baixa, oferece um amplo campo de visão e, na condução rápida, se destaca pela grande abrangência.

O sistema é complementado por outras integrações que abrangem os freios, o sistema de transmissão automatizada TraXon Hybrid, incluindo a estratégia de condução preditiva PreVision GPS e a direção ReAX da ZF. Sem contar que a função HDA possui uma unidade de controle eletrônico que a marca desenvolveu especificamente com um detalhe adicional especial.

“Se não houver marcações de um lado da pista, o sistema as calcula virtualmente de forma bastante confiável”, comenta Schulz.

“Em cerca de dois anos já poderemos lançar a função HDA em série, de modo que todos os participantes do trânsito possam ser beneficiados o mais breve possível pela maior segurança. Até lá, é absolutamente realista que o programa preencha todas as condições para possibilitar a formação de comboios semiautônomos, tecnologia conhecida como ‘platooning’”, completa.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente