terça-feira, 18 junho , 2024
28 C
Recife

CESVI BRASIL promove debate sobre inovação no setor de reparação automotiva

O CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária), da MAPFRE, realizou na quinta-feira, 27, em sua sede, em São Paulo (SP), a 15ª edição do CERTA (Centro de Referência Técnica Automotiva), que tem como objetivo estimular o debate e a disseminação de informações técnicas e de qualidade ao mercado automotivo.

- Publicidade -

Com foco no diálogo com oficinas, seguradoras, frotistas e montadoras, o tema escolhido foi Inovação no mercado do setor de Reparação Automotiva.

Na voz de especialistas e profissionais, a inovação foi abordada em um contexto de produtos, processos, tecnologia e atendimento ao cliente.

A abertura do evento ficou por conta de Emerson Feliciano, superintende do CESVI BRASIL. O executivo ressaltou que a palavra inovação é a que melhor define a atuação do Centro.

“Inovação é a característica-chave que o CESVI BRASIL sempre buscou em sua história de trabalho junto às oficinas. Um conceito que, na realidade dos dias de hoje, precisa ser renovado, para que todas as empresas relacionadas à reparação – das oficinas aos seus fornecedores e parceiros de negócios – estejam preparadas para os desafios desses novos tempos”, conta Feliciano.

- Publicidade -

A primeira palestra do dia foi ministrada por Fernando Bettine, gerente de inovação do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE.

“Inovar é estar por dentro dos avanços do mercado e ficar atento às mudanças de comportamento do consumidor. Por isso, o conceito pode ser aplicado em novos modelos de negócio, produtos, serviços e em uma série de elementos que podem otimizar processos no mercado de reparação e também dentro das oficinas”, comentou Bettine.

Para falar sobre processos de inovação em produtos e serviços no mercado de Reparação Automotiva, o convidado foi Marcos Bresil, engenheiro de desenvolvimento e aplicação da 3M.

Segundo o executivo, o aumento da produtividade e as novas tecnologias vão ditar o ritmo e o crescimento do mercado de reparação.

“Hoje, as montadoras estão mudando o seu processo de criação, com desenvolvimento de veículos cada vez mais eletrônicos. Essa tendência exige do mercado o desenvolvimento de novos produtos para reparação, mão de obra qualificada e novas metodologias de atuação para que as oficinas possam acompanhar os avanços das montadoras”, aponta.

- Publicidade -

Irma Ugarelli, especialista em Educação Corporativa para Comunicação, trouxe à tona a discussão sobre por que é importante pensar na inovação em processos de atendimento ao cliente.

De acordo com a especialista, é necessário acompanhar toda a jornada do consumidor, nos diferentes canais em que transita, para uma comunicação mais assertiva e personalizada.

“Com base no perfil hiperconectado do novo consumidor, precisamos oferecer a maior gama possível de interação e comunicação formal e interativa com ele, em todos os canais em que transita, dos sites às redes sociais”, pontua.

O Sindirepa (Associação das Entidades Oficiais de Reparação de Veículos do Brasil), representado pelo diretor-executivo Luiz Sergio Alvarenga, encerrou a manhã de palestras com um debate sobre a inovação na indústria de Reparação Automotiva.

Segundo o porta-voz da entidade, “toda inovação passa por uma boa gestão. Por isso, alertamos e prevemos que nos próximos cinco anos haverá uma queda na compra de veículos novos. Ou seja: aumentará o número de veículos com possibilidade de reparo no mercado. É uma ótima oportunidade para as oficinas investirem em infraestrutura e fidelizar os seus próximos clientes”, finaliza.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente