quinta-feira, 13 junho , 2024
28 C
Recife

Itaipu e CIBiogás vão coordenar projeto internacional para desenvolvimento do biogás no Sul do País

A Itaipu Binacional e o Centro Internacional de Energias Renováveis – Biogás (CIBiogás) vão coordenar o Projeto “Aplicações de biogás na agroindústria brasileira”, lançado na abertura do Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, em Foz do Iguaçu.

- Publicidade -

O projeto prevê um aporte de US$ 7 milhões (cerca de R$ 25 milhões), para o prazo de cinco anos, recurso proveniente do Fundo Global do Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês).

O Fórum ocorre de 6 a 8 de junho no Golden Park Internacional Hotel e é voltado para formação de mão de obra, estruturação de cadeia de suprimentos, fomento de novas tecnologias e de oportunidades de negócios.

O diretor administrativo de Itaipu, João Pereira, representou a empresa na abertura do evento.

Com a contrapartida de governo e empresas, entre elas Itaipu, de US$ 58,4 milhões, o Projeto do GEF tem o objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa e a dependência dos combustíveis fósseis, por meio do investimento na tecnologia do biogás e do biometano com foco no Sul do País.

- Publicidade -

Segundo o diretor-presidente do CIBiogás, Rodrigo Régis, o foco do projeto é consolidar o biogás na agroindústria, principalmente, na região Sul.

Os recursos serão usados para o incentivo de políticas públicas, o aprimoramento das tecnologias e o desenvolvimento de modelos de negócio do biogás.

“A gente precisa desenvolver o setor não só pela geração de energia em si, mas para criar uma cadeia de tecnologia que gere mais valor”, resumiu.

Régis destaca o potencial multiplicador que o projeto terá na cadeia de biogás.

“É preciso criar infraestrutura e políticas públicas para dispor de um ambiente confiável e atrair novos investimentos”, explica.

- Publicidade -

Como exemplo, ele cita o próprio caso do CIBiogás, que teve, em sua criação há cinco anos, um compromisso firmado por Itaipu de R$ 25 milhões.

“Após três anos, para cada real aplicado por Itaipu o CIBiogás multiplicou por três”, ilustrou.

Na visão do superintendente de Energias Renováveis da Itaipu, Paulo Schmidt, o projeto reflete o compromisso da empresa com o desenvolvimento territorial de forma sustentável.

“Itaipu tem investido no desenvolvimento de uma infraestrutura tanto de pesquisa quanto de projetos na área do biogás, principalmente, na criação do biogás e nas relações que mantém com o PTI”, afirmou.

Segundo ele, os investimentos nos últimos anos são da ordem de R$ 50 milhões, referentes à estruturação do CIBiogás, aos convênios firmados com o PTI, à criação de projetos do biometano para alimentar a frota da Itaipu, entre outros.

“O biogás tem uma importância muito grande em relação à segurança energética e à superação de conflitos. A atenção para os recursos sustentáveis no mundo todo será cada vez maior”, concluiu.

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente