Mercedes-Benz

Dürr expande primeira aplicação de IA para as linhas de pintura disponível para o mercado

Inteligência artificial para selagem e robôs já existentes

Identificar causas de defeitos, definir a programação ideal de manutenção e melhorar os processos de fabricação: até agora, a inteligência artificial só tornava isso possível em uma linha de pintura equipada com robôs de última geração.

Agora, no entanto, a Dürr está expandindo de maneira considerável o escopo de suas aplicações de IA com a capacidade proporcionada pelo software de análise da família de produtos DXQ para selagem.

Além disso, uma solução de interface exclusiva possibilita, pela primeira vez, integrar robôs de linhas de pintura já existentes.

As fábricas da indústria automobilística têm uma vasta quantidade de dados latentes sobre processos de fabricação, matérias-primas e produtos.

O segredo para aproveitar esse ativo é a conectividade – em outras palavras, ter a interface certa no nível de controle para receber as informações fornecidas por robôs, fornos, sistemas de eletrodeposição catódica ou tecnologias de transportadores em primeiro lugar.

O aumento da qualidade da aplicação e da disponibilidade da fábrica com o uso de tecnologias modernas de TI envolve o registro de dados relevantes das máquinas, como posições de eixos e temperaturas ou eventos como alarmes e horários de início e término de programas, em tempo real e carregando-os em um banco de dados.

“Sem esse pré-requisito básico, o software da família DXQ não pode determinar o estado atual dos componentes da fábrica. O objetivo é então combinar isso com dados históricos e aprendizado de máquina para identificar fontes de defeitos antes desconhecidas ou planejar intervalos de manutenção de maneira precisa”, explica Jens Häcker, vice-presidente de Control Systems da Dürr.

Conectividade para fábricas já existentes – Embora a demanda por aplicações digitais seja alta, os operadores de fábricas já existentes enfrentam restrições porque a maioria de seus sistemas não tem conectividade, e a interface certa para aquisição de dados está disponível apenas na geração mais recente de robôs da Dürr.

Nos modelos anteriores, robôs de outros fabricantes e tecnologias fora da aplicação de pintura não podiam ser conectados. A Dürr, porém, encontrou uma forma de levar conectividade a quase todos os robôs e áreas comuns.

Informações detalhadas de todas as etapas do processo – A solução é um adaptador fabricado com componentes de hardware e software, que podem se conectar a todas as atuais tecnologias de barramento de campo e fornecer dados com a alta resolução temporal necessária, da ordem de milissegundos.

O adaptador é oferecido pela Dürr em cooperação com a Techno-Step, especialista em sistemas para diagnóstico e análise de dados de processos, que faz parte do Grupo Dürr desde 2020.

“Dessa forma, os operadores conseguem ler os dados disponíveis dos sensores e atuadores de suas fábricas já existentes e integrar todo o espectro das áreas – desde o pré-tratamento, passando pela aplicação e chegando à tecnologia de transportadores – em um único software analítico. Com o DXQequipment.analytics, eles têm uma perspectiva detalhada das várias etapas dos processos e todos os sistemas envolvidos ao longo de toda a cadeia de valor”, afirma Jens Häcker.

Conhecimento especializado em engenharia mecânica e TI – O pacote de software DXQequipment.analytics inclui o módulo Advanced Analytics. Até então, trata-se da primeira solução pronta para o mercado a fazer uso da inteligência artificial (IA) para aumentar a eficácia geral dos equipamentos da linha de pintura.

A Dürr expandiu esse módulo para a selagem adaptando os modelos de IA que analisam dados dos robôs e dos processos aos requisitos específicos dessa área.

Para enfrentar esse desafio, a Dürr utilizou seus vastos conhecimentos especializados em tecnologia de produção e processos de fabricação na indústria automotiva e um alto nível de conhecimento digital.

Juntos, futuramente, esses conhecimentos possibilitarão o uso da IA para identificar com precisão as fontes de defeitos em um estágio inicial ao aplicar materiais de alta viscosidade e para definir as programações ideais de manutenção. Um exemplo é a identificação de bicos entupidos.

O material de selagem obstrui parcialmente o bico de aplicação, alterando o jato do material e causando defeitos de qualidade que exigem retrabalho para que sejam corrigidos.

Ao contrário das tecnologias de controle convencionais, o software DXQ identifica esse defeito e permite uma intervenção antecipada.

Equipe Mecânica Online®https://www.mecanicaonline.com.br
Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.
- Publicidade - Casa Scania

Notícias relacionadas

Cursos Mecânica Online

Oportunidade para você entender como o automóvel funciona, seus recursos e tecnologias. Participe de nossos cursos gratuitos!

- Publicidade - Casa Scania

Mais recentes

- Publicidade - Mercedes-Benz
Cursos Mecânica Online®

Lançamento

Truck

Motocicleta

Avaliação