quarta-feira, 24 julho , 2024
28 C
Recife

Falta de manutenção preventiva e de inspeção de segurança veicular foram responsáveis por mais de 1.7 mil acidentes em 2022

Neste ano, 1.770 acidentes com 36 vítimas foram tiveram como responsáveis diretos, falhas e defeitos mecânicos em veículos. A ANGIS alerta que a inspeção de segurança é indispensável para o trânsito seguro

O brasileiro tem o costume de levar o veículo para fazer manutenção apenas quando este apresenta problemas.

Mas o que muita gente esquece é que essa é uma prática perigosa que pode colocar vidas em risco. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), falha ou defeito mecânico estão entre as principais causas de acidentes de trânsito no país.

- Publicidade -

De janeiro a agosto deste ano, foram registrados 1.770 acidentes com 36 mortes. No mesmo período de 2021, foram aproximadamente 1.800 sinistros e 34 óbitos.

Entre 2011 e 2020, mais de 59 mil acidentes ocorreram em decorrência de defeito mecânico, segundo o Atlas da Década de Ações para Segurança Viária, publicado pela Polícia Rodoviária Federal. Desse número, 1.399 vidas foram perdidas.

Essas ocorrências poderiam ser evitadas se cada motorista tivesse consciência da importância de realizar regularmente a manutenção e a inspeção de segurança em seu automóvel, respeitando assim o Código de Trânsito Brasileiro.

- Publicidade -

A comprovar esse descaso com o cuidado com o veículo, nos primeiros oito meses de 2022, mais de 150 mil motoristas foram multados por conduzir veículos em mau estado de conservação ou reprovados na avaliação de inspeção de segurança veicular, conforme dados da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).

De janeiro a agosto de 2021, o número foi ainda maior: foram 259.118 infrações contabilizadas em todo o país.

No Brasil, a inspeção técnica de segurança veicular não é regulamentada – Apesar de a obrigatoriedade da inspeção técnica de segurança veicular estar prevista no Código de Trânsito Brasileiro, até hoje ela não foi implantada pelas autoridades no país. Atualmente, ela só é obrigatória em casos específicos, como em automóveis que fizeram conversão do combustível para gás natural veicular (GNV), com alterações nas características originais de fábrica, produzidos artesanalmente ou recuperados de sinistro, entre outros.

- Publicidade -

Na inspeção desses veículos específicos, são analisados itens externos e internos do carro, como pneus, freios, faróis, para-brisas, entre outros.

Nos veículos com kit GNV são analisados também o cilindro para armazenamento, suporte do cilindro, receptáculo de abastecimento, válvulas e dispositivos de segurança, redutor de pressão, e linhas de alta/baixa pressão.

As avaliações são realizadas em Organismos de Inspeção acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Se aprovado, o veículo recebe um Certificado de Segurança Veicular (CSV).

“A legislação exige que o motorista mantenha o veículo em boas condições para circular com segurança. Durante as inspeções, as reprovações mais recorrentes são de freios, alinhamento de direção, suspensão e iluminação, que somadas chegam a 30% dos veículos inspecionados”, afirma o presidente da Associação Nacional dos Organismos de Inspeção (Angis), Aquiles Pisanelli.

“Por isso, é muito importante que cada indivíduo tenha consciência da necessidade de manter seu automóvel com a manutenção em dia para evitar acidentes”, completa.

Pisanelli destaca ainda que essas instituições não são oficinas mecânicas. São empresas comparáveis a laboratórios de análises clínicas.

Lá não se conserta nada. Lá examinam-se veículos da forma muito completa, através de sistemas da qualidade rígidos, profissionais qualificados, como engenheiros mecânicos e técnicos, e todos os equipamentos específicos e modernos para inspeção dos veículos. Com isso, o proprietário tem uma maior garantia de que a avaliação será realizada corretamente.

Onde encontrar um Organismo de Inspeção – O Brasil possui mais de 400 Organismos de Inspeção distribuídos por todas as regiões do país.

São empresas que, após passarem por rigoroso processo de avaliação técnica e legal, são autorizadas pela Senatran e pelo Inmetro para realizar inspeções em veículos em geral e em equipamentos de transporte de produtos perigosos.

Confira a lista das instituições licenciadas no site do Inmetro, assim como nos sites dos principais Departamentos Estaduais de Trânsito.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão