terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Equipe Nissan de Fórmula E quer continuar progredindo no primeiro E-Prix de São Paulo

Categoria 100% elétrica vai correr pela primeira vez no Brasil; equipe tem a meta de continuar avançando

A Equipe Nissan de Fórmula E segue para São Paulo neste fim de semana, onde a categoria 100% elétrica vai correr pela primeira vez no Brasil, na 6ª Rodada do Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E, temporada 2022/2023.

Depois de uma pausa de um mês, a escuderia está ansiosa para dar continuidade ao trabalho feito na Cidade do Cabo, onde o piloto Sacha Fenestraz conquistou sua primeiríssima pole position na Fórmula E e seu companheiro de equipe Norman Nato terminou a prova pontuando pela segunda vez consecutiva.

O circuito de 2,96 km está localizado no bairro paulistano de Santana, a mesma região onde nasceu Ayrton Senna, o brasileiro que se tornou um ícone das pistas. O traçado fará com que os carros passem por dentro do Sambódromo de São Paulo, onde é realizado um dos carnavais mais consagrados do país.

No sábado, 25 de março, as sessões de qualificação começam às 9h40 e a largada da corrida acontece às 14h. Saiba mais como assistir aqui.

Tommaso Volpe, diretor geral e diretor da Equipe Nissan de Fórmula E:
“Vamos enfrentar um traçado totalmente novo neste fim de semana, que deve apresentar um desafio diferente em comparação aos demais circuitos onde já corremos nesta temporada. Ele parece ter uma superfície extremamente irregular, com longas retas e amplas zonas de frenagem, além de termos de tomar cuidado com a possibilidade de ocorrência de chuva. Ainda não corremos em pista molhada desde o início da Gen3, portanto esse deve ser mais um fator a ser considerado. Durante a pausa, pudemos nos avaliar e ver onde estamos em comparação com nossos concorrentes. Sabemos onde estão nossas forças e o que podemos melhorar, então acreditamos que podemos continuar evoluindo a cada etapa”.

Sacha Fenestraz:
“Estamos chegando a um novo circuito e isso faz mais uma vez com que o nível de concorrência entre eu e os pilotos mais experientes fique mais equilibrado. Para mim, este fim de semana é quase como se eu estivesse correndo em casa, pois será a corrida mais próxima de onde cresci, em Córdoba, na Argentina. Alguns amigos virão para assistir a corrida e será realmente incrível. A corrida na Cidade do Cabo foi positiva para nós, conquistei minha primeira pole position em uma prova de um Campeonato Mundial e agora a meta é seguir avançando neste ritmo. Parece que o traçado vai permitir ultrapassagens e a superfície deve ser extremamente irregular, por isso fazer cada volta vai ser um verdadeiro desafio, mas estamos bem descansados e nos sentindo bastante fortes”.

Norman Nato:
“Estou bem animado para conhecer o circuito de São Paulo, parece que a superfície vai ser incrivelmente irregular e, portanto, mais um desafio que vamos enfrentar. São várias chicanas lentas e teoricamente parece que vai ser mais fácil de ultrapassar do que em outros circuitos. Também estaremos em estado de alerta porque ainda existe a possibilidade de chover pela primeira vez nesta temporada, o que vai apimentar um pouco as coisas para os fãs. Eu pontuei nas duas primeiras corridas, então existe potencial para muito mais. Toda a equipe tem trabalhado muito neste mês e nossa meta é dar mais um passo à frente”.

Nissan na Fórmula E – A Nissan estreou no Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E na Temporada 5 (2018/2019), tornando-se a primeira e única montadora japonesa a participar da categoria 100% elétrica.

Na Temporada 7 (2020/2021), a Nissan anunciou seu compromisso de longo prazo com a Fórmula E e com a era dos carros de Geração 3 (Gen3), que vai da Temporada 9 (2022/2023) até o final da Temporada 12 (2025/2026) da categoria de corridas 100% elétricas.

Com a aquisição da escuderia e.dams pela Nissan em abril de 2022, a montadora japonesa assumiu o controle total de sua participação no Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E.

Em junho de 2022, a Nissan anunciou que vai fornecer sua tecnologia de motorização elétrica para a McLaren Racing durante toda a era da Gen3 na Fórmula E.

Norman Nato e Sacha Fenestraz formam o line-up de pilotos da Equipe Nissan de Fórmula E na Temporada 9 do Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E.

A Nissan está competindo na Fórmula E para levar a emoção e a diversão dos veículos elétricos de emissão zero a uma plateia global. Como parte de sua meta de atingir a neutralidade de carbono em todas suas operações e no ciclo de vida de seus produtos até 2050, a Nissan pretende eletrificar todos os novos veículos comercializados até o início da década de 2030, nos principais mercados.

A montadora japonesa pretende usar sua expertise na transferência de know-how e tecnologia entre as pistas e as ruas, para oferecer veículos elétricos ainda melhores aos seus clientes.

Fórmula E – Desde que foi criado, em 2020, o Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E foi o primeiro esporte global a ser certificado com uma pegada líquida de carbono zero, com investimentos em projetos certificados de proteção do clima em todos os países que sediam suas corridas para compensar as emissões de cada temporada.

Todos os carros no campeonato são movidos a eletricidade, fazendo da categoria uma plataforma competitiva para testar e desenvolver as últimas tecnologias de motorização elétrica.
Os maiores construtores do planeta competem entre si em circuitos de rua e a Fórmula E promove a adoção da mobilidade sustentável nos centros urbanos, apostando no combate à poluição atmosférica e na diminuição dos efeitos das mudanças climáticas.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn