terça-feira, 27 fevereiro , 2024
28 C
Recife

20 razões que fazem da Ford Ranger 2024 a nova referência em picape média no Brasil

A nova Ranger vem para redefinir o segmento de picapes com as tecnologias embarcadas mais avançadas, que contribuem para o seu padrão de segurança, conectividade, conforto e conveniência, incluindo recursos inéditos de assistência ao motorista.

Olha, bem que eu já poderia iniciar essa matéria alterando esse título e ampliando a área de referência da Ranger para o mercado Sul-americano, sendo o Brasil e a Argentina os primeiros países na região a receber o modelo.

A Nova Ranger é oferecida inicialmente nos modelos com motor 3.0 V6, transmissão automática de 10 velocidades e tração 4WD, nas versões topo de linha XLT (R$ 289.990) e Limited (R$ 319.990).

A Limited conta ainda com um pacote opcional que inclui painel de instrumentos digital de 12,4”, rodas de liga leve de 20” e tecnologias de assistência exclusivas, por mais R$ 20.000.

E a Ford não demorou muito tempo para comprovar que acertou na nova geração da Ranger. Em apenas 24 horas foram vendidas 2.000 unidades para clientes da Ford, privilegiados no primeiro momento, sendo que 50% para o mercado brasileiro – em até 60 dias as picapes serão entregues – e o restante para Argentina. Desde o dia 26 de junho os demais clientes tiveram acesso para compra do modelo na linha 2024.

“Esse excepcional retorno mostra a confiança dos nossos clientes na marca e no produto”, afirma Pedro Tadeu Resende, diretor de Vendas e Rede da Ford. “Os proprietários da Ranger já conhecem as qualidades da picape e sabem que na nova geração ela ficou ainda melhor, mudando o patamar da categoria.”

A Ford é líder mundial em picapes, vendeu mais de 1 milhão de unidades em 2022 e a Ranger dá uma contribuição cada vez mais importante para esse sucesso: as suas vendas globais cresceram 112% na última década.

“A Ford é a maior autoridade mundial em picapes e usou toda a sua experiência de mais de 100 anos à frente do segmento para a criação da Nova Ranger”, diz Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul.

“É uma picape feita sem concessões, que inova em todos os atributos e na proposta de mercado para ser a referência da categoria e reforçar o seu papel como principal produto do nosso portfólio na região.”

Desde o seu lançamento no Brasil, em 1994, a Ranger já vendeu mais de 1 milhão de unidades na América do Sul e continua a ampliar a base de clientes.

Para que você possa entender melhor o sucesso da Nova Ranger e sua boa receptividade no mercado Sul-americano, vou citar 20 razões que fazem do modelo a nova referência em picape média. 

Acompanhei de perto todo o evento de apresentação da picape, em um grandioso lançamento realizado na Argentina, proporcional a evolução que a Ranger recebe, tendo a oportunidade de conversar com diretores e principalmente, a engenharia.

Não lembro de ter participado de um evento de lançamento onde foram disponibilizados 87 veículos do porte da Ranger para os testes da imprensa do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru, com tudo acontecendo ao mesmo tempo, ou seja, não foram grupos, mas todos juntos numa oportunidade única.

1 – Linha de produção atualizada – O bom disso tudo é que a Ford se preparou para o lançamento e capacidade de produção da nova Ranger. A fábrica de Pacheco, na Argentina, onde a linha é produzida, foi totalmente reformada com equipamentos de última geração, com os conceitos de Indústria 4.0, para entregar maior qualidade e capacidade de produção, que aumentou em 70%.

2 – Primeira impressão combina robustez com tecnologia – O visual é o primeiro aspecto que todo mundo repara num automóvel. Sem comparação, mas comparando, num relacionamento o primeiro passo é simpatizar com seu par, para depois conhecer melhor o conteúdo, não é mesmo? Com a Ranger não é diferente.

A picape mantém sua imponência, mas o design ficou mais refinado e principalmente, tecnológico, ou seja, ele já traduz o que o cliente encontrará à medida que começa a interagir com a picape.

A frente alta possui capô em estilo “power dome”, sendo marcada pela grade ampla e faróis de LED em formato de C. Eles são unidos por uma barra central que se conecta ao para-choque em forma de H, compondo um conjunto sólido e harmonioso.

Na lateral, temos o para-brisa mais inclinado e uma linha de cintura que percorre toda a carroceria, além de arcos de rodas proeminentes e vincos nas portas.  

A moldura dos vidros traseiros com linhas ascendentes em direção à coluna C é um traço que remete aos SUVs.

A versão XLT tem novas rodas de 17”. Na versão Limited, o santantônio na cor da carroceria, o rack de teto, as barras laterais na caçamba e as rodas de 18” ou 20” são itens adicionais de esportividade. 

Na traseira temos degraus embutidos no para-choque para facilitar o acesso à caçamba. A tampa ganhou o nome Ranger estampado em relevo e possui assistência de abertura, sendo movida sem esforço. Suporta 200 kg e pode ser usada até mesmo como mesa de trabalho.

3 – Cresceu de tamanho – Com 5.372 mm de comprimento, 2.208 mm de largura, 1.886 mm de altura e uma bitola 50 mm mais larga (1.620 mm), a Ranger cresceu em tamanho e ganhou uma postura mais agressiva. A distância entre-eixos de 3.270 mm – 50 mm maior – é outro item que a diferencia das concorrentes, favorecendo a estabilidade e o espaço interno.

4 – Tecnologias invadem a cabine – No ponto de vista é aqui que o cliente melhor vai visualizar a evolução da Nova Ranger e o quanto ela cria uma nova referência no segmento.

Temos painel digital e tela central multimídia integrada com muita facilidade de uso e visualização das informações. 

O câmbio E-shifter – chave seletora circular – e o freio de estacionamento eletrônico liberam espaço no console, ampliando o cockpit. As maçanetas das portas estão integradas aos apoios de braço, mostrando que a engenharia e o design buscaram manter beleza e funcionalidade trabalhando muito bem.

“A cabine teve um ganho dimensional de 5%, o que é significativo e pode ser percebido por todos os passageiros, especialmente no banco de trás. É um carro extremamente balanceado, com o melhor conforto e eficiência da categoria”, diz Fábio Sandrin, gerente de Design da Ford América do Sul. 

Na hora de dirigir fica fácil encontrar a melhor posição do banco. A Ranger disponibiliza ajustes elétricos para o motorista.

5 – Sete opções de cores e mais de 30 acessórios originais – A linha conta com as cores perolizadas Laranja Jalapão, Azul Belize, Preto Gales e Cinza Moscou; a metálica Prata Geada; e as sólidas Branco Ártico e Vermelho Bari. O cliente que quiser personalizar a picape conta com mais de 30 acessórios originais, incluindo vários tipos de capotas, protetores e organizadores de carga, estribos, snorkel e engate de reboque, entre outros.

6 – Conectada – Junto com a Nova Ranger, a Ford oferece o Minhas Experiências Ford, um pacote de experiências conectadas, convenientes e personalizadas para o cliente que transforma o seu modo de interagir com o veículo e com a marca.

Com o modem embarcado e o aplicativo FordPass, o cliente Ford tem acesso às experiências conectadas do veículo na palma da mão, sem custo.

Ele pode travar e destravar as portas, acionar as luzes e buzina, agendar a partida com ativação do ar-condicionado ou aquecedor, localizar o veículo, receber alertas de alarme e verificar o status do veículo (odômetro, nível de combustível, autonomia e pressão dos pneus) – tudo remotamente através do app.

Também é possível realizar o agendamento online escolhendo data, horário e concessionária de preferência. Tudo isso com total transparência, podendo consultar os preços dos serviços e solicitar o serviço de leva e traz.

As experiências personalizadas incluem o Ford Concierge, disponível sempre que o cliente precisar, o Ranger Expert, especialista treinado para tirar dúvidas, oferecer dicas e sugestões de como extrair o máximo da picape, e o Guia 360, que traz todo o conteúdo do produto explicado de forma fácil e acessível a qualquer momento.

Usando a conectividade, a Ford oferece também o Acompanhamento Preventivo Inteligente, com uma equipe de especialistas que monitora os dados de funcionamento do veículo e entra em contato proativamente para orientar o cliente em caso de necessidade.

7 – Mecânica literalmente Online – O cliente também pode conferir o monitoramento de vida útil do óleo, acessar o manual do proprietário, consultar o histórico de serviços, informações de garantia, solicitar a assistência 24 horas e localizar concessionárias.

8 – Participação ativa da engenharia brasileira – A nova Ranger conta com 2.700 componentes redesenhados e mais de 40 alterações de características modificadas pela engenharia brasileira.

Ela passou pelo programa de validação mais extenso já realizado em ambiente real na região, que incluiu mais de 100.000 km por locais extremos, da Floresta Amazônica e Deserto do Jalapão até a Patagônia, na Argentina.

Rodou também 1,1 milhão de km, com 245 unidades, no programa de validação dos fornecedores e manufatura local para garantir padrão máximo de qualidade.

9 – Suspensão renovada – O chassi ganhou novo desenho nas longarinas e travessas, aço especial e reforços aumentando em 30% a sua resistência a torções. A suspensão renovada ganha feixes de molas longitudinais de quatro estágios na traseira e é a única com amortecedores externos à longarina, que permitem uma articulação de eixo 12% maior. A suspensão dianteira, independente, ganhou também um curso 15 mm maior.

10 – Novos motores e maior torque da categoria – O novo motor 3.0 V6 Diesel tem o maior torque da categoria, de 600 Nm (@ 1.750-2.250 rpm), e potência de 250 cv (@ 3.250 rpm), combinando força e eficiência.

Ele é construído com bloco de ferro grafite compactado, 75% mais rígido que o tradicional, cabeçotes de alumínio para redução do peso e conta com bicos injetores de alta pressão que contribuem para entregar uma progressão linear.

Com um consumo combinado de 8,7 km/l (7,5 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada), surpreende também pelo baixo nível de ruído e já vem preparado para atender o programa de emissões PL7 e validado para o uso de biodiesel B20.

A linha traz também um novo motor 2.0 Diesel de quatro cilindros, versátil e econômico, com 170 cv e torque de 405 Nm (@1.750-2.500 rpm).

Oferecido nas versões XL e XLS, ele impressiona pela elasticidade, durabilidade e baixo nível de ruído, com a opção de duas novas transmissões de seis velocidades, manual ou automática.

Ambas são dotadas de avanços que garantem a maior densidade de torque do segmento, com trocas de marcha aprimoradas.

11 – Transmissão automática de 10 velocidades – Também nova temos uma transmissão automática de 10 velocidades, a mesma usada no Mustang e na F-150, com conversor de torque e inovações que geraram mais de 20 patentes para a Ford.

Durante nossas primeiras impressões em Mendoza, o comportamento suave das trocas de marchas garantiu uma condição ágil e ao mesmo tempo suave, sem trancos ou subidas repentinas de rotação do motor, trabalhando muito bem. Ela inclui os recursos “skip-shift” e “direct downshift”. 

12 – Modos de condução Inteligente – O sistema de tração 4WD da Nova Ranger é uma exclusividade que amplia a versatilidade do veículo para rodar em qualquer terreno. Além das opções 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida convencionais, ele possui o modo 4WD que distribui a tração entre os eixos sob demanda. Sua caixa de transferência eletrônica pode ser acionada tanto pelo botão físico como pela tela do navegador off-road.

Ela também é a única do segmento equipada com modos de condução inteligentes, que ajustam o veículo automaticamente para cada situação de uso. A versão XLT dispõe de quatro modos (Normal, Eco, Escorregadio e Rebocar/Transportar) e a Limited acrescenta mais duas (Lama/Terra e Areia).

13 – A direção elétrica ativa –  Oferece assistência progressiva, com um diâmetro de giro de 12,8 m que facilita as manobras. O sistema de freios também foi redimensionado, com discos ventilados na dianteira e na traseira.

14 – Recursos off-road – A Ranger possui diferencial traseiro blocante, ganchos de reboque e protetores de aço sob a direção, tanque, cárter e transmissão, com ângulo de ataque de 30º, ângulo de saída de 26º, altura livre do solo de 235 mm e capacidade de imersão de 800 mm.

Outros itens exclusivos da picape são a tela de navegação off-road e o sistema de câmeras 360º.

A tela off-road funciona com apoio de uma câmera dianteira e exibe informações como inclinação lateral e travamento do diferencial, além de guias para facilitar a direção em terrenos irregulares.

As câmeras 360º, incluídas no kit opcional da versão Limited, auxiliam o motorista em diferentes situações, com imagens de alta resolução do entorno do veículo.

15 – Controle de oscilação de reboque – A Nova Ranger vem com kit de preparação de reboque com tomada elétrica de 12 pinos e é a única a oferecer recursos inteligentes como controle de oscilação de reboque, assistente de ponto cego com cobertura para trailer, modo de condução específico e um engate com capacidade de 3,1 toneladas como acessório de fábrica.

16 – Atualizações do veículo na nuvem – A Ranger 2024 é a primeira picape capaz de receber atualizações de sistemas do veículo na nuvem (over the air). Na base dessa tecnologia está a sua nova arquitetura elétrica em rede, com 36 módulos que trocam informação de forma integrada.

17 – Tela digital e conectividade sem fio – A nova picape também é a única da categoria com painel de instrumentos digital de tela grande – com 8” na versão XLT e Limited, ou 12,4” no kit opcional – personalizável com diferentes informações e gráficos a critério do motorista.

O seu sistema multimídia SYNC 4, de nova geração, ganhou um novo  processador, interface amigável e fluidez na troca de telas e comandos. Ele tem as maiores telas do segmento: com 10” na versão XLT e 12” na Limited, em formato vertical e integrada ao painel, como os clientes de picapes gostam. Também é o único a oferecer conectividade sem fio para Android Auto e Apple CarPlay e carregador por indução.

Os recursos do SYNC 4 incluem reconhecimento de voz aprimorado, Bluetooth, comandos de áudio no volante, seis alto-falantes, quatro entradas USB, sistema AppLink para acesso a aplicativos, manual do proprietário digital e acesso a funcionalidades como as câmeras 360°. Na versão Limited, incorpora ainda o exclusivo navegador off-road, com câmera dianteira e guias que auxiliam a direção em terrenos irregulares.

18 – Conforto térmico e acústico – O ar-condicionado possui sistema inteligente de recirculação e controle de umidade, programado especialmente para o nosso clima. Ele inclui saída de ar para o banco traseiro e, na versão Limited, oferece também controle individual para o motorista e o passageiro.

Apesar dos diferentes tipos de solo que encontramos em nossa avaliação, o conforto da Nova Ranger é evidenciado também pelo bom isolamento acústico, que muitas vezes não remete a um motor diesel, sendo a cabine mais silenciosa da categoria, percepção que notamos durante as primeiras impressões.

19 – Tecnologias de segurança ativa e passiva – Esses sistemas contam com o auxílio de cinco câmeras, três radares, sete antenas e 22 sensores ultrassônicos e especiais.

20 – Recursos avançados – Ela é a única picape média a oferecer as tecnologias de: piloto automático adaptativo com stop & go, monitoramento de ponto cego com cobertura de reboque, assistente autônomo de frenagem e alerta de tráfego cruzado em marcha a ré, assistente de manobras evasivas, assistente de permanência e centralização em faixa, assistente de cruzamentos e câmeras 360°. Esses itens fazem parte do kit opcional da versão Limited, que traz ainda monitoramento de pressão dos pneus.

Desde a versão XLT, a picape já vem equipada com: assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres, sete airbags, faróis de LED com alto automático, reconhecimento de sinais de trânsito, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, controle automático em descidas, frenagem pós-colisão, câmera de ré e limitador de velocidade.

A verdade é que a Ford subiu a régua com o lançamento da linha 2024 da Ranger. A sensação de robustez e confiança que se tem ao rodar na Nova Ranger muda totalmente os padrões existentes hoje no segmento.

“É a melhor Ranger de todos os tempos, muito à frente das concorrentes em todos os parâmetros”, destaca Gilmar de Paula, engenheiro-chefe da Plataforma Ranger na América do Sul.

Isso se deve tanto à solidez do chassi, à potência do motor e ao acerto dos sistemas de direção, suspensão e freios, como à eficiência do seu conjunto abrangente de tecnologias.

Apesar de ser produzida em seis plantas ao redor do mundo, a versão fabricada na Argentina e vendida no Brasil é uma das mais completas em soluções e recursos para garantir a confiabilidade da Ranger. Ótima participação da engenharia brasileira na evolução desse produto global da Ford.

Versões e conteúdo

Nova Ranger XLT – A Nova Ranger versão XLT é uma picape topo de linha requintada e completa, que oferece desempenho, tecnologia e conteúdo superior às concorrentes da mesma faixa com a vantagem adicional de melhor preço: R$ 289.990. 

Ela é equipada com motor diesel V6 3.0, transmissão automática de 10 velocidades, tração 4WD, freio a disco nas quatro rodas, freio de estacionamento eletrônico, câmbio eletrônico E-Shifter, assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres e sete airbags.

Externamente, vem com rodas de liga leve de 17”, pneus 255/70 AT, faróis de LED com alto automático, faróis de neblina em LED, estribo plataforma e retrovisores com ajuste e rebatimento elétrico. A caçamba é equipada com trava elétrica e iluminação.

Na cabine, além de painel de instrumentos digital com tela de 8” e central multimídia SYNC 4 com tela touch de 10” e comandos de voz, tem bancos de couro com ajuste elétrico em oito posições para o motorista, volante revestido em couro com ajuste de altura e profundidade e espelho retrovisor eletrocrômico.

Ela traz ainda reconhecimento de sinais de trânsito, sensor de chuva, controle automático em descidas, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro e quatro modos de condução (Normal, Eco, Escorregadio, Rebocar/Transportar), além de controle de estabilidade e outros equipamentos já oferecidos na geração anterior.

Nova Ranger Limited – A Nova Ranger Limited tem o mesmo conjunto mecânico da versão XLT, com itens adicionais de estilo e conveniência que aumentam ainda mais a sofisticação da picape. E, da mesma forma, se destaca da competição pela oferta superior de conteúdo e preço, cotada em R$ 319.990.

Ela se diferencia visualmente pelo santantônio estilizado e molduras dos para-lamas na cor do veículo, rodas de liga leve de 18” com pneus 255/65 AT, bagageiro de teto, lanternas traseiras de LED e protetor de caçamba.

Na cabine, além de central multimídia com tela vertical de 12”, vem com ar-condicionado dual-zone, descansa-braço traseiro e chave com sensor de presença e partida sem chave. Traz também navegador off-road, dois modos adicionais de condução (Lama/Terra e Areia) e monitoramento de pressão dos pneus.

Para quem deseja ir um degrau além na exclusividade, a Ranger Limited dispõe ainda de um kit opcional que acrescenta painel de instrumentos digital de 12,4”, rodas de liga leve de 20”, pneus 265/55 All Season e as tecnologias de assistência mais avançadas do mercado.

Por R$ 20.000, esse pacote inclui também: piloto automático adaptativo com stop & go, monitoramento de ponto cego com cobertura de reboque, assistente autônomo de frenagem e alerta de tráfego cruzado em marcha a ré, assistente de manobras evasivas, assistente de permanência e centralização em faixa, assistente de cruzamentos e câmeras 360°.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn