sexta-feira, 23 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Kia mostra veículos eletrificados em encontro nacional de antigomodelismo

Kia Brasil vai expor o Stonic, o Sportage (ambos Mild Hybrid Electric Vehicle) e o Niro (HEV), com o objetivo de disseminar as novas tecnologias embarcadas nesses três modelos eletrificados.

- Advertisement -

Em um dos maiores eventos de antigomodelismo do país, o EBAA – Encontro Brasileiro de Autos Antigos, em sua 8ª edição, de 8 a 11 de junho, em Águas de Lindoia, SP, a Kia Brasil – patrocinadora oficial da mostra – vai expor o Stonic, o Sportage (ambos Mild Hybrid Electric Vehicle) e o Niro (HEV), com o objetivo de disseminar as novas tecnologias embarcadas nesses três modelos eletrificados.

Nos quatro dias da exposição, os organizadores do EBAA estimam receber 500 mil visitantes brasileiros e estrangeiros, a quem a Kia Brasil – por meio de exposição estática dos modelos – pretende difundir as tecnologias do futuro da mobilidade.

Em seu estande, localizado na entrada principal do evento, a Kia desenvolverá uma ativação interativa com o público visitante, por meio de um modelo Stonic que “fala, conversa e tira dúvidas sobre o carro”.

- Advertisement -

O Kia Stonic, em versão única no Brasil, lançado em novembro de 2021, tem como seu principal atributo o motor Kappa de 3 cilindros, turbo GDI (injeção direta), de 1 litro, à gasolina, com sistema híbrido MHEV 48V (Mild Hybrid Electric Vehicle) Smartstream, capaz de gerar 120 cavalos de potência e torque de 20,4 kgm.

Smartstream é uma geração de trem de força que incorpora os esforços da Kia para liderar o próximo movimento de mobilidade do mundo. O sistema de comando desse motor é composto por DOHC de 12 válvulas e por E-CVVT, acrescido do Comando de Válvulas de Duração Variável (CVVD), responsável pelo modo de condução Velejar, que desliga o propulsor por completo em situação de rodagem plana e, por consequência, a economicidade de combustível; assim como todo o sistema híbrido do Stonic entra em ação quando o veículo enfrenta uma descida, poupando o motor a combustão, ou em subidas, quando o powertrain necessita de mais força, sempre priorizando a eficiência de consumo e menores índices de emissões.

O motor a combustão do Stonic desenvolve potência máxima de 118 cavalos a 6.000 rpm e o torque máximo de 17.1 kgm a 4.000 rpm. Com o auxílio do motor elétrico, do mild hybrid, a potência combinada vai a 120 cavalos a 6.000 rpm e torque combinado de 20,4 kgm a 2.000-3.500 rpm.

- Advertisement -

O conjunto do motor está acoplado ao câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem DCT. Com essa configuração, o Stonic – segundo dados do Inmetro – registrou desempenho de 13,7 km/l na cidade e de 13,8 km/l na estrada, sempre abastecido com gasolina.

Já o Kia Sportage, modelo consagrado no mercado brasileiro, foi apresentado em sua versão também MHEV em julho de 2022. Seus principais atributos, em duas versões, são o seu motor Gamma II de 4 cilindros em linha, turbo GDI (injeção direta), de 1.6 litro, a gasolina, com sistema híbrido MHEV 48V (Mild Hybrid Electric Vehicle), Smartstream, capaz de gerar 180 cavalos de potência máxima e combinada (combustão interna e elétrica) a 5.500 rpm e torque de 27 kgf.m, a completa reestilização externa e a introdução de extensa lista de tecnologias ADAS – Advanced Driver Assistance System, capazes de proporcionar ainda mais segurança aos ocupantes do veículo.

O sistema de comando desse motor é composto por DOHC de 16 válvulas e por E-CVVT, também acrescido do Comando de Válvulas de Duração Variável (CVVD), que propicia o modo de condução Velejar, como no modelo Stonic. O conjunto do motor está acoplado ao câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem DCT. Com essa configuração, o Sportage – segundo dados do Inmetro – registrou desempenho de 11,5 km/l na cidade e de 12,1 km/l na estrada, sempre abastecido com gasolina.

Em outubro de 2022, a Kia Brasil apresentou ao mercado brasileiro o Niro, primeiro modelo HEV – Hybrid Electric Vehicle, que traz sob o capô o motor Kappa PE, de 1.6 litro, 16 válvulas, com injeção direta, à gasolina, acrescido de motor elétrico que, com a sua bateria de polímero de lítio-ion de 240V, proporciona potência combinada de 141 cavalos a 5.700 rpm e torque de 27 kgf.m a 4.000 rpm. Esse modelo também contempla extensa lista de tecnologias ADAS – Advanced Driver Assistance System, capazes de proporcionar ainda mais segurança e conforto aos ocupantes do veículo.

Diferente do modo velejar dos MHEV, em que o motor desliga automaticamente em circuitos planos, no sistema HEV do Niro a economia de combustível acontece na partida e em movimentos de baixa velocidade, quando somente o motor elétrico atua, e na aceleração e/ou subidas quando o motor a combustão funciona concomitante ao motor elétrico. Em velocidade cruzeiro, o motor a combustão e ou motor elétrico podem funcionar de forma combinada ou individual, de acordo com a condição de uso naquele momento e, nas frenagens, acontece a regeneração de energia cinética para a bateria, incluindo sua nova tecnologia de regeneração de energia pelo shift paddle no volante de direção, em quatro níveis de regeneração de energia (de menor a maior intensidade de regeneração de acordo com a conveniência de cada cliente).

A performance desse motor pode ser traduzida nos dados de consumo e nos índices de emissão de CO2. Segundo o Inmetro, o Kia Niro faz 17,7 km/l na estrada e 19,8 km/l na cidade. Com seu reservatório de combustível de 42 litros, o Niro pode chegar a até 800 km de autonomia, cerca de 30% mais em relação a seus principais concorrentes. Esses dados conferem ao Niro consumo energético médio de 1,0956 MJ/km e índice de emissão de CO2 de 68 g/km.

Destaque especial à assinatura “Inovação inspirada pela natureza” na construção do Kia Niro. Além da excelente eficiência energética e do sistema hibrido HEV, o Niro foi projetado para ter menor impacto ambiental no desenvolvimento, na produção e no uso do veículo, como a : pintura com tintas BTX-Free (sem benzeno, tolueno e xileno); 56% da forração do teto é composta de plásticos reciclados; 70% da tela de cobertura do porta-malas é feita com plásticos reciclados; revestimento dos bancos em Altaica biossintético, a partir de árvores de eucalipto; e aplicação da Coluna C com função aerodinâmica, proporcionando um coeficiente aerodinâmico reduzido (Cx 0,29).

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn