quarta-feira, 29 maio , 2024
28 C
Recife

Multas 2024: confira as multas mais comuns do 1º trimestre do ano

Multas são sempre uma surpresa desagradável para os proprietários de veículos, representando um gasto extra para o bolso e gerando pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No primeiro trimestre de 2024, algumas infrações de trânsito se destacaram como as mais cometidas, de acordo com um levantamento realizado pela Zapay:

- Publicidade -
  1. Excesso de velocidade: Representando 35,7% das multas registradas, essa infração pode variar de média a gravíssima, dependendo do percentual de velocidade ultrapassado acima do permitido.
  2. Avançar o sinal vermelho: Considerada infração gravíssima, essa ação representou 4,7% das multas.
  3. Estacionar em local/horário proibido: Essa infração, cujo tipo depende do local em que o veículo foi flagrado, representou 4,6% das multas.
  4. Transitar na faixa exclusiva de transporte coletivo: Configurando uma infração grave, essa ação foi responsável por 3,3% das multas.
  5. Deixar de usar o cinto de segurança: Representando 2,3% das multas, essa infração é considerada grave.
  6. Multa por dirigir sem possuir CNH ou possuir CNH vencida: Configurando uma infração gravíssima, essa ação representou 1,5% das multas.

Além disso, quanto aos estados que mais registraram multas, o levantamento aponta:

  1. Rio de Janeiro: Com 25,7% do total de multas.
  2. São Paulo: Com 21% do total de multas.
  3. Distrito Federal: Com 11,4% do total de multas.
  4. Bahia: Com 8,1% do total de multas.
  5. Goiás: Com 7,4% do total de multas.

Comparado ao ano anterior, houve uma mudança no primeiro lugar do ranking, com o Rio de Janeiro superando São Paulo em 2024. No mesmo período do ano anterior, São Paulo registrava 29,9% do total de multas da empresa, enquanto os fluminenses registravam 20,5%.

Matérias relacionadas

Fiat Fastback

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais