A Link-Belt do Brasil registrou, recentemente, a venda de 500 escavadeiras no país.

Em comemoração ao marco histórico, a companhia personalizou uma 210X3E na cor preta, que foi apresentada durante a feira M&T Expo 2018.

Único no mundo, o equipamento chamou a atenção do público do evento por se diferenciar das já tradicionais escavadeiras vermelhas da marca e foi vendida durante a própria feira para um cliente brasileiro que atua região de Cumaru do Norte, estado do Pará, na mineração de ouro.

Encabeçado pelo Marketing da Link-Belt no Brasil, o projeto de customização da escavadeira de número 500 demandou muito trabalho em equipe, tanto no acompanhamento das cores, detalhes do design e na movimentação do equipamento, quanto no desmonte de parte das peças para facilitar a pintura, tudo seguindo rígidos padrões de segurança.

A ação contou com o talento do pintor Edvaldo Luiz da Silva, de Sorocaba (SP), e durou 45 dias.

Especializado em pintura automotiva, Silva conta como foi a experiência de pintar uma escavadeira pela primeira vez: “Foi um trabalho bastante detalhado e que exigiu um cuidado maior, afinal, este tipo de equipamento é feito para operar em serviços mais brutos”, lembra.

“Devido ao tamanho e peso da escavadeira, não foi possível transportá-la ao meu galpão. Por isso, todo o processo de pintura foi realizado dentro do galpão da própria Link-Belt”, diz. Além disso, o trabalho envolveu apenas pequenos detalhes em adesivos, o que tornou o projeto bastante único e desafiador.

Para não atrapalhar o dia a dia da empresa, o projeto foi executado com o mínimo de ruídos sonoros e sujeira possíveis.

“A pintura da 210X3E também se destacou pelo baixo consumo de energia elétrica e água. Para se ter uma ideia, menos de 10 litros de água foram gastos no total”, pontua Silva.

Segundo ele, a preocupação ambiental se fez muito presente no projeto, tanto que até mesmo os papéis e plásticos utilizados eram biodegradáveis.

A venda das 500 escavadeiras da Link-Belt no Brasil coincide com os sete anos da companhia no país.

As máquinas Link-Belt chegaram em terras brasileiras em 2012 através da LBX do Brasil, subsidiária da americana Link-Belt Excavator Company, empresa do grupo japonês Sumitomo.

Instalada em Sorocaba (SP), a empresa disponibiliza escavadeiras nas séries X2, Spin Ace e a X3E.

Esta última é a mais recente delas e é representada pelas escavadeiras 210X3E, 130X3E (disponível na América Latina, exceto Brasil), 180X3E (somente no Brasil) e 360X3E.

Vale ressaltar que a filial brasileira conta com um Centro de Distribuição de peças Link-Belt e um depósito com uma infraestrutura moderna e com alta capacidade de armazenagem e logística, dentro de rígidos padrões de segurança.

Com uma área útil de 1.500 m², o depósito de peças reúne cerca de 60 mil itens em estoque, sendo composto por peças originais Link-Belt e ISUZU 100% japonesas, com total garantia, que variam desde kits de vedação para componentes hidráulicos de alta performance até motores completos de uma escavadeira.