Apresentação mundial do Porsche Taycan: carro esportivo, redesenhado sustentavelmente

A Porsche apresentou hoje ao público seu primeiro carro esportivo totalmente elétrico, com um espetacular lançamento mundial, promovido simultaneamente em três continentes.

“O Taycan conecta nossa tradição com o futuro. Ele leva adiante a história de sucesso de nossa marca – uma marca que vem fascinando e emocionando gente em todo o mundo há mais de 70 anos”, declarou Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, ao abrir a apresentação mundial em Berlim.

“O dia de hoje marca o início de uma nova era.”

O sedã esportivo de quatro portas é um produto inédito, oferecendo o típico desempenho e conectividade da Porsche com praticidade para o uso diário. Ao mesmo tempo, os métodos de produção e os componentes altamente avançados do Taycan estabelecem novos parâmetros nos campos da sustentabilidade e da digitalização.

“Nós prometemos um verdadeiro Porsche para a era da eletromobilidade – um carro esportivo fascinante que não apenas entusiasme por sua tecnologia e dinâmica de condução, mas que também desperte paixão em pessoas de todo o mundo, da mesma forma que fizeram seus legendários precursores. Estamos cumprindo agora essa promessa”, ressaltou Michael Steiner, membro do Comitê Executivo da Porsche AG responsável por Pesquisa e Desenvolvimento.

Os primeiros modelos da nova série são o Taycan Turbo S e o Taycan Turbo. Eles representam a vanguarda da Porsche E-Performance e estão entre os modelos de produção mais potentes que a fabricante de carros esportivos oferece atualmente em sua linha de produtos.

Versões menos potentes desses veículos com tração nas quatro rodas virão a seguir, ainda este ano.

O primeiro derivado a ser acrescentado à gama será o Taycan Cross Turismo, no final do ano que vem.

Até 2022, a Porsche terá investido mais de seis bilhões de euros em eletromobilidade.

O desempenho encontra a eficiência-A versão de topo do Taycan, o Turbo S, pode gerar até 560 kW (761 cv) de potência com overboost e em combinação com o sistema Launch Control, enquanto o Taycan Turbo disponibiliza até 500 kW (680 cv).

O Taycan Turbo S acelera de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos, enquanto o Taycan Turbo chega à mesma velocidade em 3,2 segundos.

O Turbo S tem uma autonomia de até 412 quilômetros e o Turbo pode rodar até 450 quilômetros com uma carga da bateria (segundo a norma WLTP, nos dois casos). A velocidade máxima de ambos os modelos, que têm tração nas quatro rodas, é 260 km/h.

O Taycan é o primeiro veículo de produção com um sistema com 800 volts, em lugar dos costumeiros 400 volts dos carros elétricos. Esta é uma vantagem especial para os condutores do Taycan na estrada: em pouco mais de cinco minutos, a bateria pode ser recarregada usando corrente contínua (CC) provida por uma rede de carga de alta potência, para obtenção de uma autonomia de até 100 quilômetros (norma WLTP).

Em condições ideais, o tempo de recarga para atingir 80 por cento de estado de carga (SoC) é 22,5 minutos e a potência máxima de carga (pico) é de 270 kW.

A capacidade total da Performance Battery Plus é de 93,4 kWh. Os usuários do Taycan podem recarregar seus carros confortavelmente em casa com até 11 kW de corrente alternada (CA).

O Porsche Taycan Turbo S e o Porsche Taycan Turbo já estão disponíveis para encomendas e custam respectivamente 185.456 euros e 152.136 euros na Alemanha, incluindo equipamento específico para o país e VAT (imposto sobre valor agregado). No Brasil o modelo está previsto para ser lançado em 2020.

Design exterior com o puro DNA da Porsche-Com seu design limpo e purista, o Taycan marca o início de uma nova era. Ao mesmo tempo, ele mantém o inconfundível DNA de design da Porsche.

Visto de frente, o novo carro parece particularmente largo e baixo, com paralamas com contornos elevados. A silhueta é modelada pela linha de teto esportiva, que tende para baixo na traseira.

As seções laterais altamente esculturadas também são características. A esguia cabine, a coluna C recuada e os ombros pronunciados dos para-lamas resultam numa traseira marcante, típica da Porsche. Há elementos inovadores também, como o logotipo Porsche com efeito vítreo, que foi integrado à barra luminosa na traseira.

Com um índice Cd partindo de 0,22, a conformação básica aerodinamicamente otimizada dá uma contribuição importante para o baixo consumo de energia e, consequentemente, uma grande autonomia.

Design interior inédito, display digital panorâmico-O cockpit indica o início de uma nova era com sua estrutura objetiva e uma construção totalmente nova. O quadro de instrumentos independente e curvado é o ponto de maior destaque do painel.

Ele é claramente focado no eixo de visão do motorista. Uma tela central de informação e entretenimento com 10,9 polegadas e um mostrador opcional para o passageiro são combinados para formar uma faixa de vidro integrada com visual preto.

Todas as interfaces com o usuário foram totalmente redesenhadas para o Taycan. O número de controles físicos tradicionais, como interruptores e botões, foi bastante reduzido.

Por isso, o controle é inteligente e intuitivo, utilizando operação por toque ou a função de controle por voz, que responde ao comando “Hey Porsche”.

Com o Taycan, a Porsche está oferecendo pela primeira vez um interior totalmente sem uso de couro.

Interiores feitos de materiais reciclados inovadores ressaltam o conceito sustentável do carro esportivo elétrico.

“Foot garages” – recuo da bateria na área dos pés, na traseira – garantem conforto na acomodação dos passageiros de trás e permitem a baixa altura do veículo, típica dos carros esportivos.

Há dois compartimentos de bagagem disponíveis: o dianteiro, com 81 litros de capacidade, e o traseiro, com 366 litros.

Motores inovadores e uma transmissão com duas velocidades-O Taycan Turbo S e o Taycan Turbo têm dois motores elétricos excepcionalmente eficientes, um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro, o que proporciona ao carro tração nas quatro rodas.

Tanto a autonomia como a potência contínua de rodagem são beneficiados pela alta eficiência dessas máquinas, dotadas de sincronia permanente. Cada motor elétrico, transmissão e inversor controlado por pulso é combinado num compacto módulo de impulsão.

Os módulos proporcionam a maior densidade de potência (kW por litro de espaço ocupado) de todos os trens de força disponíveis atualmente no mercado.

Uma característica dos motores elétricos do Taycan é o enrolamento em forma de grampo das bobinas do estator. Essa tecnologia possibilita incorporar mais cobre ao estator, aumentando a potência e o torque resultantes, mantendo o mesmo volume do componente.

A transmissão de duas velocidades instalada no eixo traseiro é uma inovação desenvolvida pela Porsche.

A primeira marcha dá ao Taycan uma aceleração ainda maior a partir da imobilidade, enquanto a segunda, com uma relação mais elevada, assegura alta eficiência e reservas de potência igualmente elevadas. Isso também se aplica a velocidades muito altas.

Sistemas de chassi com rede centralizada-A Porsche utiliza um sistema de controle com interligação centralizada para o chassi do Taycan. O sistema integrado Porsche 4D-Chassis Control (Controle de Chassi 4D) analisa e sincroniza todos os sistemas de chassi em tempo real.

Os inovadores sistemas de chassi incluem a suspensão pneumática adaptativa com tecnologia de três câmaras, incluindo o controle eletrônico dos amortecedores PASM (Porsche Active Suspension Management – Gerenciamento Ativo da Suspensão), assim como o sistema eletromecânico de estabilização de rolagem Controle Dinâmico Esportivo do Chassi (PDCC Sport – Porsche Dynamic Chassis Control Sport), incluindo o Vetoreamento de Torque Plus (PTV Plus).

O controle da tração integral com dois motores elétricos e o sistema de recuperação de energia é único. A até 265 kW, a recuperação potencial de energia é significativamente maior do que a dos concorrentes.

Testes de rodagem revelaram que aproximadamente 90 por cento das frenagens no dia-a-dia são realizadas somente pelos motores elétricos, sem que os freios hidráulicos nas rodas tenham sido ativados.

O perfil dos diferentes modos de condução segue basicamente a mesma filosofia utilizada em outras linhas de modelos da Porsche.

Eles são suplementados por ajustes especiais que permitem a utilização otimizada da propulsão exclusivamente elétrica.

Quatro modos de condução estão disponíveis: “Range” (alcance), “Normal”, “Sport” e “Sport Plus”. Além disso, os sistemas individuais podem ser configurados conforme desejado no modo “Individual”.

Lançamento mundial simultâneo em três continentes-A apresentação mundial do Porsche Taycan aconteceu ao mesmo tempo na América do Norte, China e Europa. Os mercados mais importantes para o novo carro esportivo elétrico ficam nesses três continentes.

Os locais dos eventos também são relacionados a três formas de controle sustentável de energia: Niagara Falls, na fronteira entre o estado norte-americano de Nova York e a província canadense de Ontário, representando a energia hidrelétrica, uma usina solar em Neuhardenberg, próximo a Berlim, representando a energia solar, e uma usina eólica em na ilha de Pingtan, a cerca de 150 quilômetros da cidade chinesa de Fuzhou, na província de Fujian, representando a geração por vento.

Essas três forças naturais são perceptíveis através de todos os nossos sentidos ao experimentar a impressionante disponibilidade de potência do primeiro carro-esporte totalmente elétrico da Porsche.

Este inédito evento triplo simultâneo foi transmitido para todo o mundo via live stream pelo link NewsTV.porsche.com.

- Publicidade - Mercedes-Benz