Norma que define patamar da qualidade e da competitividade da indústria automotiva completa três anos

A norma IATF 169494:2016 – que definiu um novo patamar de excelência e competitividade para a indústria automotiva – acaba de completar três anos de mercado desde que passou a vigorar, em outubro de 2016.

A partir desse referencial, o setor passou a contar com padrões que fortaleceram o compromisso com a segurança dos veículos e com o gerenciamento de toda a cadeia produtiva.

A TÜV Rheinland, líder global em serviços de testes, inspeção e certificação, atua no Brasil como organismo independente acreditado para realizar auditorias em montadoras e fabricantes de autopeças, em linha com este que se tornou mundialmente o sistema de gestão da qualidade automotiva.

Estabelecida pela International Automotive Task Force (IATF), a IATF 169494:2016 substituiu a norma anterior, publicada em 2009.

Segundo Mayara Zunckeller, Coordenadora de Operações da TÜV Rheinland, esse processo teve como foco a harmonização de diferentes iniciativas em um sistema da qualidade único, mas que manteve seu alinhamento aos padrões ISO 9001.

Para tanto, mobilizou na elaboração de suas diretrizes uma força-tarefa que reuniu certificadores, auditores, fornecedores e fabricantes.

“A IATF 16949:2016 promoveu uma atualização necessária da normatização vigente, em resposta às transformações cada vez mais velozes da indústria automotiva. Definiu fatores que hoje atestam o grau de competitividade de participantes do setor: otimização de custos, verificação da uniformidade na execução de processos, flexibilidade maior para implementação de mudanças futuras, monitoramento e análise mais consistentes de riscos e sustentabilidade da reputação da marca”, afirma Mayara Zunckeller.

Entre os princípios fundamentais da certificação IATF 16949:2016, a visão multidisciplinar prevalece conjuntamente com um escopo de atividades 100% orientado à satisfação do cliente.

O processo total tem duração máxima de 120 dias e inicia com a auditoria inicial Readiness Review, aplicada para verificar o nível de aderência dos processos aos requisitos da norma.

Posteriormente, acontecem a auditoria para certificação, e os prazos previstos para adoção e comprovação de ações corretivas em caso de identificação de não-conformidades.

Ao ser aprovada, a empresa recebe um certificado válido por três anos. A partir daí, são agendadas as auditorias de supervisão anuais para manutenção da certificação.

“No mercado brasileiro, a TÜV Rheinland está habilitada a interagir com todas as etapas da certificação pela IATF 16949:2016, da recomendação à manutenção periódica das certificações dos fabricantes do setor automotivo”, completa Plínio Pereira, Gerente de Sistemas de Gestão na TÜV Rheinland.

- Publicidade - Mercedes-Benz