Instituto Renault desenvolve associação de bairro para produção de máscaras

Em um momento em que máscaras descartáveis apresentam uma alta procura no mercado a Renault do Brasil, através do Instituto Renault,  buscou uma solução que une a proteção dos seus colaboradores com a geração de impacto positivo na sociedade.

A Associação Borda Viva, que é um dos projetos apoiados pelo Instituto Renault, situada próxima ao complexo Ayrton Senna em São José dos Pinhais – PR, fez a formação das mulheres da comunidade que trabalham no projeto Casa da Costura para a produção de máscaras descartáveis.

Ao todo são sessenta mulheres envolvidas no processo de produção.

“Estamos sempre buscando formas de promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas no entorno da nossa fábrica pela geração de renda. Vimos na necessidade de compra de máscaras descartáveis uma oportunidade de envolver a Associação Borda Viva neste momento em que há escassez do produto no mercado”, afirma Caique Ferreira VP do Instituto Renault e diretor de Comunicação da Renault do Brasil.

A produção começou hoje para a entrega do primeiro lote de 40 mil unidades encomendadas pela Renault do Brasil.

As máscaras são confeccionadas em TNT – Tecido não tecido e seguem os padrões estabelecidos pela Anvisa.

“Ficamos tristes diante do cenário que vivemos com essa pandemia, mas também estamos muitos felizes por garantir a renda para tantas mulheres oferecendo um produto importante para o mercado neste momento. Essa produção já está nos trazendo muito aprendizado. Agradecemos à Renault por mais essa oportunidade”, declara Rose de Fátima, presidente da Associação Borda Viva.

Neste projeto, a Associação Borda Viva conta com a parceria da Badu Design. Ambas fazem parte da Rede Mobilize de Negócios Sociais, promovida pelo Instituto Renault, que visa estimular a conexão entre parceiros para trazer cada vez mais oportunidades para os projetos de impacto social.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®