Conheça o superônibus que pode levar até 115 passageiros e outras novidades da VWCO

Por Marcus Lauria / Imagens: Marcus Lauria/Divulgação

Representando o site Mecânica Online, tive a oportunidade de participar de um dos mais importantes eventos do ano de 2019 da Volkswagen Caminhões e Ônibus na fábrica de Resende (RJ).

Durante a apresentação aos jornalistas presentes a marca destacou a venda de veículos pesados em mais de 30 países em 26 anos, reviveu o passado com a exposição do VW 16.180 CO e enfatizou os emplacamentos de ônibus que acumulam alta de 74%, enquanto o mercado cresce 40% até novembro, de acordo com números da Anfavea.

O evento também serviu para fazer o pré-lançamento do “superônibus” 22.280 ODS e para falar sobre a da licitação de mais 3.600 veículos dedicados ao transporte de estudantes no Brasil para o programa Caminho da Escola.

O dia começou agitado após jantar e o pernoite em um hotel em Penedo, cidade vizinha ao centro de desenvolvimento e produção em Resende (RJ). No auditório todos os presentes tiveram a oportunidade de acompanhar uma apresentação especial do mundo Volksbus.

Durante a apresentação foi mostrado o portfólio completo de ônibus Volkswagen, além de um vídeo onde uma verdadeira viagem no tempo foi mostrada. Há 26 anos, precisamente em abril de 1993, o Brasil e o mundo passavam a contar com uma marca de ônibus totalmente nova.

Assim nascia o Volkswagen 16.180 CO, primeiro chassi com a logomarca VW. Era o início da família Volksbus, hoje composta por uma “família” de 17 chassis

E para tornar possível unir passado, presente e futuro da família Volksbus, a Nardelli, empresa de transporte coletivo com linhas em Salto (SP), emprestou o veterano ônibus 16.180 CO ano 1994, onde pude conhecer de perto tanto por fora quanto por dentro. Um ônibus muito bem conservado pela empresa que é dona dele e que ficou devendo uma voltinha para a volta ao passado ser completa.

Linha de produção – Durante as atividades do dia, também pude ver como funciona a linha de produção dos chassis VW, onde foi mostrado o Consórcio Modular, que une a VW Caminhões e Ônibus a outras sete empresas parceiras, responsáveis pela montagem dos veículos: Maxion, Meritor, Remon, Powertrain, Kroschu, Aethra e Carese.

A VW Caminhões e Ônibus através de seus representantes aproveitaram o encontro para celebrar os marcos na história da família Volksbus, caso da produção de mais de 155 mil ônibus que rodam no Brasil e em mais de 30 países que os chassis da marca são exportados. Segundo a marca, mais de 30 mil Volksbus já foram vendidos aos mercados internacionais.

No transporte escolar, mais conquistas, como as mais de 20 mil unidades entregues ao programa Caminho da Escola e mais uma vitória na licitação de 3.600 ônibus. Para o balanço de vendas, alta substancial: os emplacamentos de ônibus Volkswagen acumulam alta de 74% enquanto o mercado cresce 40%, de acordo com números da Anfavea.

Superônibus 22.280 ODS – O encontro também serviu para o pré-lançamento do superônibus 22.280 ODS, o novo chassi tem a maior capacidade técnica do mercado, permite encarroçamento com 15 metros e pode levar até 115 passageiros.

O chassi atende sob medida às operações de alta demanda: ele combina o aumento de cerca de 30% na capacidade de transporte em relação aos ônibus urbanos tradicionais e ainda reduz o custo operacional versus outros veículos maiores, como é o caso dos articulados, por exemplo.

A novidade traz suspensão pneumática, item fundamental para o bem-estar a bordo, principalmente em terrenos de pavimentação acidentada, além da motorização MAN D08 de 277 cavalos e transmissão ZF seis marchas.

Sua receita consiste no o posicionamento do terceiro eixo na dianteira, o que permite que o chassi alcance a capacidade de carga de 22 toneladas e, ao mesmo tempo, possibilite as mais diversas configurações, de acordo com a necessidade da operação.

Mercado brasileiro – A Volkswagen confirma seus números durante a apresentação das novidades da marca, até o fim novembro de 2019, 5.087 Volksbus foram vendidos no Brasil, segundo levantamento da Anfavea. O volume representa significativo incremento de 74% em relação às 2.924 unidades emplacadas no mesmo período do ano passado.

Além da alta no volume, os resultados também representam crescimento na participação dos Volksbus. Isso porque até novembro, as vendas totais de ônibus no país somaram 19.009 unidades, alta de 39,6% em comparação às 13.616 até novembro de 2018. Entre os mini e micro-ônibus, representados por modelos como o Volksbus 9.160 OD, as entregas somam 2.250 unidades até novembro, com alta de 88% de acordo com números do Renavam.

Caminho da Escola – Um outro destaque do evento foi o anúncio da conquista da licitação para ampliar sua presença de destaque no programa federal Caminho da Escola: mais 3.600 Volksbus já podem ser adquiridos por prefeituras e Estados de todo o país para o transporte de estudantes.

O lote de veículos disponíveis para aquisição é dividido entre o Volksbus 8.160 ODR ORE1 e Volksbus 15.190 ODR ORE3 (Ônibus Rural Escolar) para 29 e 59 alunos, respectivamente.

Além de 1.600 unidades de cada configuração mencionada, a empresa conquistou ainda a licitação para venda de lote de 400 unidades do Volksbus 8.160 OD ONUREA Piso Alto (Ônibus Urbano Escolar Acessível, que transporta 30 alunos), alcançando a soma de 3.600 ônibus escolares VW.

Primeiras impressões – Desde seu lançamento em 1993, a linha Volksbus se vale de uma engenharia 100% brasileira para introduzir novas tecnologias voltadas a países emergentes e com processos de desenvolvimento equivalentes aos mais modernos da indústria mundial, pensando nisso, a marca resolveu oferecer aos convidados do encontro VolksBus a experiência de guiar vários modelos da marca.

Além de mostrar o que achei de cada um, vou resumir o que cada chassi oferece em termos de tecnologia e comodidade ao motorista.

Os testes foram realizados no Campo de Provas da marca em Resende (RJ), única pista com certificação internacional ISO 10.844 para avaliar ruídos na América Latina.

Na pista só foi possível dar uma volta completa onde percebemos as principais diferenças entre os chassis, mecânica, conforto e comportamento.

Além de uma surpresa que fizeram para os jornalistas presentes, onde disponibilizaram a versão elétrica do caminhão Delivery, o E-Delivery. Seu motor é elétrico e quase não faz barulho, trata-se uma versão experimental derivada da linha Delivery, que a VW lançou em 2018.

O E-Delivery é equipado com motor síncrono de ímãs permanentes de 244,7 cv e 219,2 mkgf (muito mais que seu equivalente a diesel, de 175 cv e 61,2 mkgf, que equipa o Delivery na versão 13.180), acoplado a uma transmissão com uma marcha à frente e a ré.

Segundo a VW, a capacidade de carga é de 7,5 toneladas e o peso bruto total (carga+veículo+implemento) é de 14,3 toneladas. As baterias são de íons de lítio níquel-manganês-cobalto e têm capacidade de 240 kWh, o que garante uma autonomia estimada de 200 km.

Confira abaixo os ônibus que estavam disponíveis para o curto test-drive:

Volksbus 8.160 OD ONUREA Piso Alto – Também tem carroceria Neobus TH Way, ar-condicionado, aquecimento, tração 4×2, acessibilidade via DPM (Dispositivo de Poltrona Móvel) e capacidade para transportar 30 alunos.

Volksbus 8.160 ODR ORE1 – Concebido sob medida para o programa Caminho da Escola, é fornecido com carroceria Neobus TH Way, tração 4×2. O modelo oferece acessibilidade, via DPM (Dispositivo de Poltrona Móvel) e tem capacidade para transportar 29 passageiros. Também pode ter aplicação rural.

Volksbus 15.190 ODR ORE 3 – É o de maior capacidade, 59 pessoas, e fornecido com carroceria Marcopolo Sênior Escolar. Foi projetado para garantir maior conforto e segurança para os estudantes e manutenção mais fácil e menor custo operacional. O veículo tem tração 4×2 e Dispositivo de Poltrona Móvel (DPM). Também pode ter aplicação rural.

Volksbus 9.160 OD e 9.160 ODS – Um dos favoritos dos clientes VW, está disponível com entre-eixos de 4.300 mm para aplicação urbana e 4.500 mm para as aplicações fretamento e turismo, permitindo carrocerias de até 9 metros, levando até 32 passageiros.

Equipado com motor dianteiro Cummins ISF de 3,8 litros com quatro cilindros e caixa de transmissão ZF S5 420 de cinco velocidades, tem sistema de troca de marchas por cabos e embreagem servo-assistida.

Essa configuração proporciona precisão nos engates, diminui o esforço do motorista e, consequentemente, amplia a ergonomia ao volante.

Para a maior eficiência da operação, este Volksbus vem ainda com chassi reforçado e freio robusto. Também disponível na versão 9.160 ODS, com suspensão pneumática.

Volksbus 15.190 OD – Ideal para transporte urbano em linhas distribuidoras e alimentadoras, operando como midibus ou fretamento de curtas e médias distâncias.

Indicado para carrocerias de até 11 metros de comprimento e PBT de 15 toneladas. Traz motorização MAN D08 de 186 cavalos e transmissão ZF de seis marchas.

Volksbus 17.230 OD e 17.230 ODS – Outro dos chassis mais vendidos da família Volksbus, é indicado para operações de transporte urbano e fretamento, adapta-se a carrocerias de até 13,2 metros, unindo robustez e versatilidade.

Tem motorização MAN D08 de 226 cavalos, embreagem de 395 mm de diâmetro e caixa de transmissão ZF 6S 1010 BO de seis velocidades com servo-assistência e troca de marchas acionada por cabos, o que garante maior conforto e durabilidade de todo o conjunto.

Também disponível com suspensão pneumática na dianteira e na traseira, o novo 17.230 ODS chega proporcionando maior conforto aos passageiros com menor custo operacional.

Volksbus 17.260 OD e 17.260 ODS – Dotado de motorização MAN D08 de 6 cilindros, o modelo traz potência de 256 cavalos e torque de 900 Nm, provendo a força e a robustez necessárias para encarar as mais diversas operações urbanas e estradas brasileiras.

Também pode ser equipado com suspensão pneumática, o que proporciona mais conforto aos passageiros com menor custo operacional.

Volksbus 18.280 OTS LE – Equipado com motor MAN D08 de 6 cilindros e 277 cv, opção de transmissão automática ou automatizada e piso baixo, o veículo concebido em sinergia com o projeto europeu apresenta novos conceitos de construção e soluções tecnológicas voltadas para as operações urbanas com veículo acessível de padrão mundial. Mais de 70 unidades do modelo foram vendidas recentemente para a operação em São Paulo e região.

Volksbus 18.330 OT – A opção rodoviária da VW Caminhões e Ônibus vem equipada com motor Cummins ISL de 8,9 litros e 330 cavalos de potência, que trabalha com tecnologia SCR e utiliza Arla 32. Conta com caixa de transmissão Eaton FSBO 9406 AE com servo assistência, o que garante facilidade nas trocas de marchas e maior conforto ao motorista.

O modelo apresenta como opcional o retarder Voith VR 123, o que garante maior durabilidade ao sistema de freios e maior segurança em aplicações com alta exigência do sistema.

O desenvolvimento de diversos outros componentes do trem de força focados no aumento de durabilidade, como cardã e eixo diferencial, fazem desse modelo um dos mais robustos da categoria. A eletrônica embarcada, marca dessa linha, está presente em diversos aspectos do desenvolvimento.

*Viagem à convite da VWCO

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®