Desenvolvido na China, Territory traz DNA global de engenharia da Ford

A Ford é a primeira das grandes marcas no Brasil a oferecer um produto de origem chinesa por aqui. O grande diferencial do Territory é que ele passou pelo padrão de qualidade global da Ford, ou seja, é um produto que traz o DNA global de engenharia da marca, conhecida pela expertise em equilibrar todos os parâmetros de desempenho dinâmico dos veículos.

O seu projeto foi desenvolvido na China, em parceria com a JMC, com a participação ativa da engenharia brasileira no refinamento de suas características para atender as preferências e condições de uso do nosso mercado.

Esse trabalho incluiu extensivos testes de campo, com mais de 100.000 km rodados em cidades e estradas de diversas regiões do Brasil, além de mais de 10.000 horas de testes e validações em laboratórios e pistas especiais.

“Além de dinâmica veicular, ruídos e vibrações, calibração e durabilidade do motor e transmissão, esse desenvolvimento teve como focos principais certificar o desempenho das tecnologias de assistência de direção e da central multimídia”, diz Alex Machado, diretor de Desenvolvimento do Produto da Ford América do Sul.

Cerca de 150 engenheiros e técnicos foram envolvidos diretamente nesse programa, usando a experiência da marca que inaugurou o segmento de SUVs no Brasil e tem tradição global, com uma linha formada hoje por EcoSport, Puma, Kuga/Escape, Territory, Edge, Everest, Explorer e Expedition – além da nova família Bronco e do Mustang Mach-E, entre outros futuros modelos. O resultado é um veículo com dinâmica refinada e silencioso, que privilegia o conforto dos ocupantes.

Na parte de dinâmica veicular, a tropicalização incluiu a troca das buchas de suspensão e amortecedores e a escolha de pneus mais silenciosos, adequados às condições das nossas estradas e às expectativas dos brasileiros.

Motor turbo e transmissão CVT – O Ford Territory é equipado com o motor 1.5 Turbo EcoBoost GTDI a gasolina, que combina várias tecnologias para oferecer um desempenho eficiente e confiável, com economia e baixo nível de ruídos e vibrações. Ele utiliza o ciclo Miller para maior eficiência e conta com intercooler, injeção direta de combustível e comando de válvulas variável acionado por corrente.

O motor foi calibrado especificamente para o nosso combustível e também para atender o estilo e as expectativas dos brasileiros. Esse desenvolvimento incluiu mais de 2.200 horas de testes de validação e durabilidade, além de 300 horas de desmontagem e análise.

O 1.5 Turbo EcoBoost gera potência de 150 cv @ 5.300 rpm e tem torque máximo de 22,9 kgfm @ 1.500-4.000 rpm, com uma característica relevante: a curva plana de torque na faixa de 1.500 a 4.000 rpm se traduz em força sempre disponível em diferentes situações de rodagem.

A transmissão automática CVT, com relação continuamente variável, é acoplada por conversor de torque hidráulico e permite que o motor trabalhe sempre na condição ideal.

Ela tem um escalonamento suave que favorece a dirigibilidade e conta com a opção de trocas manuais de oito marchas simuladas. A sua calibração foi otimizada para o estilo de condução dos brasileiros, com respostas mais rápidas que favorecem a performance. Com peso de 1.632 kg, o Territory acelera de 0 a 100 km/h em 11,8 s. Também é econômico: faz 9,2 km/l na cidade e 10 km/l na estrada, o que dá um consumo combinado de 9,6 km/l.

Qualidade – O Territory é produzido na moderna fábrica de Xiaolan, na China, em parceria com a JMC, de onde saem também o Everest, a Transit e a Transit Tourneo, produtos globais de categoria superior da Ford.

“A planta de Xiaolan segue o mesmo padrão global de qualidade e confiabilidade de outras unidades da Ford ao redor do mundo e, junto com esse novo produto, adotou critérios de aceitação mais críticos para atender à severidade das estradas brasileiras”, explica Alex Machado.

Segundo ele, essa diferença se deve às condições de rodagem distintas existentes nos dois mercados. “A China tem 4 milhões de quilômetros de estradas e 87,5% são pavimentadas. Já no Brasil, apenas 12,3% dos 2 milhões de quilômetros de estradas são pavimentados”, completa.

A China é hoje um grande produtor mundial de veículos: em 2019, produziu mais de 25 milhões de unidades, incluindo mais de 9 milhões de SUVs.

Manutenção econômica – O Ford Territory é um veículo com custo competitivo de revisão, peças e três anos de garantia. Além disso, tem uma taxa de seguro especial de lançamento, de 1,9% do preço do veículo, enquanto os principais competidores oscilam na faixa de 6% a 8%.

As revisões do Territory também estão entre as mais em conta, com preço total de R$1.382 (Revisão 1: R$559; Revisão 2: R$468; Revisão 3: R$355). Sua cesta de peças é igualmente competitiva nos itens de colisão e tem o menor custo para manutenção não programada.

Lançamento do Ford Territory
Ford lança o Territory no Brasil. E nós já testamos!
Ford Territory chega ao Brasil para ser nova referência em tecnologias
Desenvolvido na China, Territory traz DNA global de engenharia da Ford
Territory é o primeiro carro conectado da Ford

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®