quarta-feira, 21 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Ar condicionado também precisa de manutenção

- Advertisement -

Para muitos o ar condicionado ainda é um opcional muito desejado, principalmente se você estiver na região Nordeste ou mesmo em um dia intenso de trabalho no Centro de São Paulo.

Mas não basta ter o aparelho de ar condicionado, é preciso saber que o ar condicionado, assim como seu carro, também precisa de manutenção.

Cerca de 70% dos automóveis populares são vendidos com ar condicionado, que além de evitar o calor, protege os ocupantes de pequenos furtos nos semáforos.

- Advertisement -

Outra vantagem é a diminuição de ruídos no interior do automóvel, permitindo ouvir com tranquilidade o aparelho de som.

Além de saber sobre a manutenção, saber utilizar o ar condicionado na maneira correta pode valer uma economia a mais durante a sua utilização.

Se estiver muito calor dentro do carro, como por exemplo na volta da praia quando o carro ficou estacionado ao sol, é recomendável abrir todas as janelas e deixar o aparelho ligado na temperatura mínima com o ventilador no maior nível.

- Advertisement -

Assim, o ar quente será expulso e não irá forçar o ar-condicionado. Após aproximadamente um minuto pode-se sair com as janelas fechadas e diminuir a velocidade do ventilador para evitar ruídos.

Para manter um bom funcionamento e resfriamento, deve-se direcionar o ar para cima, o frio tende a aumentar. Também é importante ligar o ar-condicionado pelo menos uma vez por semana durante 10 minutos.

Assim, as mangueiras e correias são mantidas lubrificadas, impedindo o ressecamento e consequente rompimento. Mesmo que o clima esteja frio.

Um dos problemas mais comuns do ar-condicionado é a ventoinha do equipamento, chamada de eletroventilador, que deve estar com os dois estágios funcionando.

O uso incorreto pode danificar o compressor, cujo preço é quase metade do valor do aparelho, que fica em torno de 2 mil reais.

A manutenção é simples e relativamente barata e deve ser realizada anualmente ou entre 30 e 50 mil quilômetros rodados.

Os principais problemas, que podem ser evitados com a manutenção são, o rompimento da correia do compressor, responsável pela transmissão da força do motor para o compressor, vazamento de óleo e gás devido a problemas nas mangueiras e retentores, problemas nos ventiladores, responsáveis pela troca térmica entre o sistema e o ambiente externo, e aquecimento do motor por problemas no sistema de resfriamento.

Botão – Outra dica que merece atenção é em relação ao botão de recirculação. O recomendado é que ele não permaneça acionado por muito tempo, pois isola o ar interno do externo e pode sobrecarregar o sistema.

No entanto, na cidade como a poluição externa é grande, pode-se dar um desconto. O ideal é não ultrapassar vinte minutos seguidos, mas pode-se aproveitar e recompensar o sistema em viagens mais longas, com o ar limpo das estradas.

Não esqueça também de desligar o ar-condicionado quando for desligar o carro, pois ao ligar o veículo com o aparelho acionado causa-se uma sobrecarga na bateria.

Vale ressaltar que na maioria dos carros com injeção eletrônica isso já não é mais problema, pois a Central Eletrônica só permite o funcionamento do ar condicionado quando o sistema está normalizado.

Para garantir uma máxima eficiência, o condensador, peça cilíndrica localizada à frente do radiador, deve ser mantido sempre limpo para o ar circular livremente.

Mecânica Online

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos