quinta-feira, 22 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Boa fase e muitos lançamentos

- Advertisement -

Na Europa a Peugeot atravessa um dos melhores momentos na história, e promete novidades em toda sua linha para esse ano.

Chega o 107, com uma estética alinhada com as mais recentes criações da marca. Entre as particularidades, o 107 contará com apenas duas portas, mas com abertura de correr, fato praticamente inédito nessa classe.

Finalmente, o Peugeot 406 vai dar o seu lugar ao novo 407, um modelo que aposta forte na imagem desportiva

- Advertisement -

A traseira é quase vertical e a variedade de motores deverá contemplar as unidades 1.0, 1.1 e 1.4 a gasolina, e 1.4 HDi. Na gama 206, que em 2003 comemora cinco anos de vida, deverá assistir-se a uma ligeira atualização estética.

Durante a Primavera, o modelo vai receber faróis dianteiros de dupla óptica em todas as versões, farolins traseiros redesenhados e o motor 1.4 HDi de 92 cv.

O pequeno 107 só deverá ser lançado no mercado em 2004

- Advertisement -

Mais dedicado, o elegante 307 CC deverá realizar sua estréia comercial em setembro. A capota rígida recolhível (semelhante a do 206 CC) recebeu novos aprimoramentos.

Por fim, mas não menos importante, a Peugeot mostrará, ainda em 2003, a nova geração do seu modelo da gama média – o 407 -, embora sua comercialização só deva ocorrer lá para Primavera de 2004.

Com um estilo moderno e muito agressivo, o 407 voltará a ser proposto em três versões de carroçaria, mas o Coupé surgirá apenas no Salão de Paris de 2004 e, ao contrário do atual, será desenhado e construído pela própria Peugeot, e não mais pela Pininfarina.

Aliás, a marca do leão parece empenhada em apostar numa imagem desportiva para o 407, também pelas soluções que para o mesmo está a desenvolver – não obstante a plataforma ser a mesma do Citroën C5.

Nomeadamente as suspensões por triângulos sobrepostos em ambos os eixos. Quanto a motores, numa primeira fase, a maioria não trará novidades, à exceção de um 2.7 V6 HDi, desenvolvido com a Ford, e de uma variante mais potente do atual 2.2 HDi.

Mais tarde, o 407 poderá ainda conhecer uma versão vocacionada para o lazer – criada a partir da break -, à semelhança da 307 SW, mas capaz de oferecer uma superior versatilidade de utilização.

Tarcisio Dias

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos