sexta-feira, 14 junho , 2024
28 C
Recife

AEA incentiva a implantação da Inspeção Técnica Veicular

A implantação da Inspeção Técnica Veicular (ITV) no Brasil tornou-se um assunto polêmico dentro e fora do setor automotivo.

- Publicidade -

A lei existe, mas até hoje não foi regulamentada pelo Governo Federal.

O projeto traz vários benefícios para a sociedade, principalmente em relação à segurança no trânsito e à redução da emissão de poluentes.

A AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) incentiva a implantação da inspeção e vem trabalhando com o objetivo de viabilizá-la.

“Há um longo tempo, temos realizado reuniões e seminários sobre o assunto, além de atuar junto aos representantes do governo, esclarecendo as questões técnicas relacionadas ao tema”, explica Geraldo Rangel, presidente da AEA.

- Publicidade -

Os principais objetivos da ITV são a redução do risco de acidentes por falha mecânica, a melhoria da poluição urbana, a melhoria do tráfego em centros urbanos e a economia média de 1 bilhão de litros de combustível.

“Em países onde é obrigatória, a inspeção reduziu em até 18% o número de acidentes”, conta Rangel.

As vantagens da vistoria também envolvem a geração de empregos, diretos e indiretos. A expectativa é que cerca de 20 mil vagas sejam criadas para suprir a mão-de-obra de 2,5 mil linhas de inspeção previstas para todo o País.

Além de aproximadamente 80 mil empregos indiretos, conseqüentes da vistoria, na reparação de veículos.

Haverá maior agilidade e eficiência no transporte de cargas e economia em torno de 1 bilhão de litros de combustível, fato que ajudará no equilíbrio da balança comercial brasileira, já que o País deixará de importar milhões de barris de petróleo.

- Publicidade -

Em relação à poluição, a expectativa é a redução de 15 a 30% da emissão de monóxido de carbono; de 10 a 32% de hidrocarbonetos; de 50% de material particulado e de 2 a 13% de óxidos de nitrogênio, com reflexos significativos na qualidade ambiental, sobretudo das áreas urbanas mais densamente povoadas e por onde circula uma grande frota de veículos.

A economia de custos sociais com a redução de sinistros, o aquecimento do mercado de autopeças e o aperfeiçoamento na qualidade e capacitação técnica dos mecânicos são outros pontos positivos que a ITV pode resultar.

Paralelamente, o investimento de mais de R$ 1 bilhão dedicado à construção, aquisição de equipamentos e despesas de instalação de todas as linhas de inspeção vai beneficiar a indústria da construção civil.

Ainda existe a possibilidade da ativação da economia na ordem de 1% do PIB, conforme estudo de impactos sócio-econômicos devidamente atualizados.

Os proprietários também terão benefícios com a inspeção.

“Na hora da venda, os veículos serão mais valorizados, já que a manutenção preventiva periódica os manterá em melhores condições. Por outro lado, os compradores terão a segurança de adquirir um automóvel em bom estado de conservação”, complementa Rangel.

Relação Custo x Benefício – Mesmo apoiando a inspeção veicular no Brasil, a AEA considera que a cobrança da taxa de vistoria, que está estimada em R$ 100,00, seja elevada e injustificada.

Para a entidade, o estabelecimento de um valor específico deve ser precedido de exposição transparente da destinação e aplicação das taxas que, atualmente, já existem, como licenciamento, pedágios etc.

“Nossos estudos indicam que com 50% desse valor se cobririam os custos envolvidos nas vistorias, no caso dos veículos leves”, analisa Rangel.

Ainda segundo Rangel, “a AEA compreende que, perante os enormes benefícios na diminuição do número de vítimas de trânsito, na melhoria da saúde pública, na diminuição da poluição e na redução dos custos sócio-econômicos para o País, a relação custo-benefício é muito favorável à implantação da ITV, ainda que uma nova taxa seja cobrada”, finaliza o presidente da entidade.

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente