segunda-feira, 17 junho , 2024
28 C
Recife

Galvanização, Futuro e tradição

A Divisão de Galvanização da Mangels acredita no crescimento do mercado

- Publicidade -

A corrosão consome cerca de 20% da produção mundial de ferro e aço. Por isso, grandes esforços foram efetuados, tanto em pesquisa como em desenvolvimento de novas tecnologias, para justamente diminuir este índice.

No entanto, nada se provou mais eficaz que um processo de mais de 130 anos, a galvanização a fogo. Aqui no Brasil a primeira empresa a zincar o aço por imersão quente foi a Mangels Industrial, que desde de 1928 detém as técnicas do processo.

No mercado brasileiro, a galvanização a fogo, apesar da tradição e eficiência, ainda é muito pouco utilizada em comparação aos mercados de países desenvolvidos, como os Estados Unidos que consomem 4 vezes mais zinco por habitante que o Brasil.

O mercado nacional de galvanização a fogo movimenta 180 mil toneladas de aço ano, sendo que, a Mangels Industrial, líder de mercado, é responsável por 17% do mercado.

- Publicidade -

Considerando uma vida útil de 25 anos, o investimento em galvanização a fogo é de 2 a 3 vezes mais econômico que as tintas líquidas utilizadas como revestimentos anti-corrosivos.

Enquanto a galvanização a fogo demanda um investimento inicial maior, torna-se vantajosa para a aplicação em estruturas que exigem uma longa vida, sem necessidades de manutenções freqüentes como ocorrem com as tintas.

Mercado – De toda produção brasileira de estruturas metálicas somente 20% é galvanizada a fogo, 180 mil toneladas de aço/ano, o que aponta para a capacidade de expansão do setor.

No decorrer do desenvolvimento do País, o uso do aço galvanizado cresceu, como no período da privatização das empresas de telecomunicações, que gerou um acréscimo de 20% nas vendas.

Hoje, a Mangels pretende crescer dentro dos mercados de eletrificação, infra-estrutura e construção civil.

- Publicidade -

Dentro destes mercados, a construção civil ocupa uma posição especial, pois a tendência mundial é uma utilização maior de aços no mercado, a exemplo do Reino Unido, em que a Corus e a British Steel, na última década, venderam aproximadamente 200.000 toneladas de aço somente para construção de estádios de futebol.

Assim, pode-se dizer que galvanização a fogo tende a crescer no mercado de estruturas metálicas, que vive um momento de expansão.

Segundo, Ulysses Nunes, gerente da Divisão Galvanização da Mangels, “hoje o mercado, com mais de 65 empresas galvanizadoras, está pronto para seu crescimento”.

Produtos – A Divisão Galvanização da Mangels, além de realizar a galvanização a fogo para terceiros, também produz dois produtos próprios.

O primeiro, que são as defensas metálicas, em que a Mangels é líder do mercado, teve um grande crescimento de venda com a privatização das estradas brasileiras.

O segundo é o Maxipiso – piso de aço inoxidável, galvanizado e fosfatizado – largamente utilizado como piso industrial, pois resiste a grandes adversidades que o solo de uma indústria sofre.

Qualidade – A Mangels confirma comprometimento com a qualidade de seu sistema de gestão. A Divisão de Galvanização da empresa, que já possuía o certificado ISO 9002 versão 1994, acabou de renovar seu certificado para o ISO 9001 versão 2000.

Com isso, a Mangels, juntamente com a empresa Galvanisa, localizada em Pernambuco, no município de Igarassu, fazem parte das poucas empresas do mercado nacional de galvanização a fogo para terceiros que possuem o certificado garantido pela ABS Quality Evaluations, Inc.

A renovação do certificado, além de refletir positivamente para o setor, garante a Mangels Galvanização que a qualidade de sua gestão “a vista” está sendo cumprida.

Neste sistema de gestão, a empresa é levada a desenvolver indicadores de desempenho, em que podem ser medidas e desenhadas, internamente e junto aos colaboradores, as metas de produção, a eficiência do atendimento e todos índices referentes ao desenvolvimento da empresa.

Segundo o Eng. Ulysses Nunes, gerente da Divisão de Galvanização da Mangels Industrial, “o certificado é reflexo da filosofia da empresa de sempre estar evoluindo a qualidade do atendimento, da produção, de seus colaboradores e todas as partes que garantem uma gestão primorosa. Continuamente treinamos nossos colaboradores e funcionários e aprimoramos as vias de comunicação interna e externa para que o produto final esteja sempre de acordo com as necessidades do cliente”.

Construmetal – A Divisão Galvanização da Mangels estará presente na Construmetal, que ocorrerá nos dias 16, 17 e 18 de Junho.

A empresa além de apoiadora do evento, terá um stand em que seus produtos e processo de galvanização a fogo estarão expostos aos interessados.

O Eng. Ulysses Nunes, gerente da Divisão Galvanização, será um dos palestrantes especializados em galvanização a fogo, ao lado de nomes internacionalmente conhecidos como Russell W. Patterson, proprietário da Western Technologies, Inc e membro do conselho diretor da American Galvanizers Association e Robert White, presidente do Instituto de Corrosão da África do Sul e chefe do escritório da Associação Internacional do Zinco (IZA).

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente