segunda-feira, 17 junho , 2024
28 C
Recife

Caminhões da Ford são Campeões Brasileiros

A Ford Caminhões é a grande campeã das pistas em 2004, levantando a taça em duas importantes categorias do automobilismo nacional, encerradas em dezembro de 2004.

- Publicidade -

Além de conquistar o Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, com Beto Monteiro, da equipe Ford/Djalma Fogaça, e os caminhões Cargo 4331 MaxTon, venceu também o Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country com o F-4000 4×4 da equipe Ford/Território 4×4.

“Foi uma temporada realmente sensacional, essa dupla vitória mostra o talento das equipes e a força dos nossos caminhões. A disputa foi muito forte e os concorrentes realizaram um bom trabalho, mas conseguimos fazer melhor. Atribuo esse resultado ao trabalho de toda a equipe, que se empenhou em buscar a vitória com a sensação de merecimento”, diz Flavio Padovan, diretor de Operações de Caminhões da Ford, que comemora também o crescimento recorde na produção e nas vendas de caminhões da marca este ano.

A etapa final da Fórmula Truck, disputada em Brasília, foi emocionante. A Ford venceu também pela primeira vez o campeonato de marcas, com 207 pontos.

Beto largou na sétima posição e, aproveitando a robustez do caminhão Ford Cargo 4331 MaxTon, administrou a corrida e garantiu os pontos necessários para o título com um quarto lugar, somando 129 pontos.

- Publicidade -

Seus rivais na briga pelo campeonato abandonaram a prova com problemas: Wellington Cirino saiu logo no início com uma pane no motor de seu Mercedes e Jonatas Borlenghi, da Volkswagen, rodou devido a um vazamento de óleo.

Com esse resultado, Beto deixou de depender do recurso à CBA, que colocou “sub-judice” os pontos da sua vitória na etapa de Londrina, por divergências técnicas na interpretação do regulamento.

Djalma Fogaça terminou em sexto lugar na corrida e no campeonato (com 62 pontos) e anunciou a sua despedida da carreira de piloto. No próximo ano, o “Caipira Voador” atuará apenas como chefe da equipe.

Beto Monteiro teve uma atuação irrepreensível na temporada, que liderou até a sétima etapa, com três vitórias, duas pole-positions e pontuação em todas as corridas.

Ele subiu sete vezes no pódio nas nove etapas realizadas e comemorou seu primeiro título na Fórmula Truck fazendo uma homenagem ao companheiro e chefe de equipe Djalma Fogaça.

- Publicidade -

“O título também é dele. Foi o Djalma que me ensinou muito com a experiência que tem no automobilismo”.

Pernambucano de raça

A paixão de Beto Monteiro pelo automobilismo está no sangue: seu avô e seu pai também eram pilotos.

O pernambucano de 31 anos começou a carreira em 1989, correndo de kart, em que foi campeão pernambucano e bicampeão do Norte e Nordeste. Também passou pelas categorias de turismo e teve uma experiência na concorrida Fórmula 3 italiana.

Em 1999, 2000 e 2001 participou de algumas etapas da Fórmula Truck. Em 2002, entrou para a equipe Djalma Fogaça Motorsport e teve um ótimo desempenho.

Conquistou três poles, duas vitórias e finalizou a temporada na quarta colocação. Em 2003, terminou novamente em quarto lugar e foi eleito Capacete de Bronze.

Este ano, conquistou três pole-positions e três vitórias, em Caruaru, PE, Goiânia, GO, e Londrina, PR, esta última sub-júdice.

Além de campeão da Fórmula Truck, foi eleito pelos jornalistas especializados o melhor piloto da categoria na temporada, vencendo o Capacete de Ouro 2004.

F-4000: campeão de Rally

A equipe Ford/Território 4×4 também encerrou a temporada 2004 da melhor forma, com o título de campeã brasileira de Rally Cross-Country na categoria Caminhões.

O trio Ricardo Domingues, Nilo de Paula e Henrique Furika venceu a última etapa do campeonato, o Rally dos Amigos, em Itatinga, interior de São Paulo, a bordo do Ford F-4000 4×4, e ficou também com a Taça Brasil.

O time entrou confiante na prova final, depois de mais de 1.500 quilômetros andando na frente e de estar invicta há 18 especiais (trechos cronometrados). Mas não perdeu a concentração.

“Foi uma das vitórias mais difíceis que já tivemos. Era difícil conter a ansiedade de chegar ao final da prova, com muitas curvas o tempo todo. Mas, depois de assumir a ponta soubemos administrar a vantagem”, comenta o piloto Ricardo.

“Esse título foi construído etapa a etapa e o F-4000 se mostrou cada vez melhor. Agora, é curtir a festa e começar a pensar na temporada 2005”.

Além do título de campeão, Nilo de Paula comemorou o prêmio de Melhor Navegador do campeonato, em sua primeira participação na categoria Caminhões. Até o ano passado, ele competia apenas com carros.

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

SACHS - Versátil, abrangente e convincente