domingo, 21 julho , 2024
28 C
Recife

Revolução verde também na Fórmula 1: será?

Visual do novo RA107 F1 chama a atenção para a importância da questão ambiental

Em uma iniciativa inédita, a Honda Racing F1 Team apresenta seu novo carro para a temporada 2007 da Fórmula 1 que traz, no lugar da tradicional logomarca dos patrocinadores, uma imagem de satélite do Planeta Terra.

- Publicidade -

O objetivo é utilizar a visibilidade mundial da F1 para conscientizar sobre a problemática ambiental e convocar fãs e todos os envolvidos na categoria para se juntarem à companhia na luta pela preservação da natureza.

A partir de agora, qualquer pessoa tem a oportunidade de ver seu nome estampado no carro da equipe, pilotado pelo brasileiro Rubens Barrichello e pelo inglês Jenson Button.

No site www.myearthdream.com, o visitante pode deixar uma mensagem, assumindo o compromisso de mudar seu estilo de vida em benefício do planeta, e fazer uma doação para entidades sem fins lucrativos que trabalham pelo meio ambiente.

- Publicidade -

Sob o conceito “Nosso carro é seu carro”, o nome de cada um que se juntar à causa irá compor um pequeno elemento que, ao final, formará a imagem da Terra que estampa o RA107 F1.

“A F1 é uma plataforma de comunicação tremendamente poderosa, com público e alcance global que só ficam atrás de eventos esportivos periódicos, como os Jogos Olímpicos e a Copa do Mundo”, diz Nick Fry, chefe da escuderia.

“Acreditamos que a Fórmula 1, com sua enorme visibilidade global e tecnologia de ponta, pode ter um papel importante, não apenas chamando a atenção para os problemas, mas também fazendo sua parte no desenvolvimento de soluções.”

- Publicidade -

Com esta iniciativa, os logotipos dos patrocinadores e parceiros serão expostos exclusivamente no box, motor home e caminhões da Honda Racing F1 Team, nas roupas dos pilotos e nos eventos realizados pela escuderia.

A preservação da natureza e o respeito ao ser humano são prioridades para a Honda desde a sua fundação há quase 60 anos. Essas atividades reforçam o compromisso da companhia em implementar cada vez mais ações que garantam o bem-estar do planeta e das futuras gerações.

Enquanto muitos começaram apenas recentemente a responder às crescentes preocupações com relação às questões ambientais, a Honda sempre se empenhou para minimizar seu impacto no meio ambiente.

De fato, juntamente com o desejo de testar seus produtos na linha de frente das competições, a preservação da natureza foi um dos valores básicos estabelecidos pelo fundador da empresa, Soichiro Honda, que nunca deixou de enfatizar uma vontade profundamente enraizada de que sua organização abraçasse aquilo que hoje em dia é conhecido como “Responsabilidade Social”.

Conheça a seguir algumas das realizações da Honda:

  • Desde 1964, a Honda fabrica motores de popa náuticos somente de quatro tempos, que são cerca de 90% mais limpos, 50% mais eficientes no uso do combustível e 50% mais silenciosos que os de dois tempos. O mais importante de tudo é que os motores de quatro tempos não soltam óleo diretamente na água.
  • Em 1972, a Honda lançou o CVCC (Compound Vortex Controlled Combustion), combustão controlada de vórtice composto), o primeiro motor de automóvel a atender ao Statutory Clean Air Act (“Lei do Ar Limpo”) dos EUA.
  • Em 1976, começou um programa de reflorestamento, plantando mais de 250 mil árvores ao redor de suas fábricas dando início ao conceito “Green Factory”, presente até hoje em todas as Unidades Honda em todo o mundo.
  • Em 1983, estabeleceu uma equipe de pesquisas voltada a melhorar a economia de combustível. Esse projeto levou à criação do motor VTEC, que combina alta potência, desempenho ambiental e maior economia de combustível em baixas rotações.
  • Em 1991, iniciou a recuperação e reciclagem em alta escala de pára-choques usados e, em 1997, lançou o Novo Projeto de Reciclagem, que utiliza substâncias com baixo impacto ambiental e promove a reciclagem de recursos em todos os estágios do ciclo de vida do produto.
  • A Honda participou e venceu o Desafio Solar Global de 3000 km de 1993 com seu veículo movido a energia solar, percorrendo 803 km em um dia. A Honda quebrou os recordes novamente em 1996, quando completou o Desafio em menos de quatro dias, com velocidade média de 89,76 km/h.
  • Em 1995, a lançou os LEV (Low Emission Vehicles, veículos de baixo nível de emissões), reduzindo a emissão de óxido nitroso (causador de smog), hidrocarbonetos e monóxido de carbono 80% em média.
  • Em 1999, a Honda lançou seu primeiro carro híbrido. O Insight foi o primeiro automóvel de produção disponível para comercialização tanto nos Estados Unidos quanto na Europa.
  • Em 2000, iniciou o reflorestamento do deserto de Korchin, na China, projeto que prevê a restauração das matas e pastagens férteis que existiam neste local há 100 anos.
  • Em 2002, a Honda colocou à disposição de órgãos públicos do Japão e dos Estados Unidos os primeiros FCX, carro movido a célula de combustível de hidrogênio (a única substância emitida por seu escapamento é a água). Em 2008, começará a produção e venda limitadas de um modelo movido a célula de combustível totalmente novo, baseado no conceito FCX.
  • Em setembro de 2006, começou a construção de uma fábrica para a produção em massa de células de energia solar, dentro do terreno atual da fábrica da Honda de Kumamoto. Em dezembro, a empresa estabeleceu uma nova subsidiária, a Honda Soltec Co, Ltd., para conduzir a Honda no negócio de células de energia solar.
  • Recentemente, o Honda Civic GX foi reconhecido pela Environmental Protection Agency (Agência de Proteção Ambiental) dos Estados Unidos como o veículo de combustão interna mais limpo do planeta.

No Brasil, a Honda vem contribuindo para a conscientização da sociedade com a implantação de políticas de gestão e proteção ambiental, sempre com metas voltadas ao uso racional dos recursos naturais.

O Green Factory (Fábrica Ecológica), programa desenvolvido em todas as Unidades da empresa no mundo, atua em diversas frentes, como redução da geração de resíduos no processo produtivo e de custos com seus respectivos tratamentos; melhoria da eficiência no uso da energia, sem exercer pressão sobre os recursos naturais; adequação na linha de produtos, respeitando a legislação ambiental brasileira; e apoio a órgãos oficiais, escolas, universidades e às comunidades localizadas na região da fábrica.

No País, a Honda já investiu mais de US$ 36 milhões nos últimos anos, conquistando, inclusive, a ISO 14.001, importante certificado internacional do Sistema de Gestão Ambiental.

Além de introduzir inovações na fábrica, visando o aperfeiçoamento das operações, o Green Factory busca promover uma convivência harmoniosa com a sociedade local.

Para isso, participa de convênios com escolas e universidades para a realização de eventos educativos; parcerias para a organização de exposições com temas ligados à natureza e incentivo à formação de estagiários nas áreas de mecânica, química e meio ambiente, preparando futuros colaboradores.

Para mais informações sobre a Política Ambiental da Honda Motor Co., acesse:
http://world.honda.com/environment/reports/

O OUTRO LADO

Ambientalistas ironizam preocupação da Honda
Organização “Friends of Earth” diz que F-1 é esporte mais poluidor do mundo

A organização ambientalista “Friends of Earth”, afirmou ser irônica a campanha ecológica promovida pela equipe Honda. De acordo com a ONG, a poluição que um carro como o RA107 produzirá ao longo do ano é muito grande, cerca de 50 toneladas de gás carbônico. O valor é cinco vezes superior ao que um cidadão inglês gera em igual período de tempo.

Cada carro de Fórmula 1 produz cerca de 1,5 kg de gás carbônico por cada quilômetro, ou seja, produz nove vezes mais que um carro de estrada. Algo que é agravado pelas exigências de viagens e testes de toda o circo da categoria.

  • Não deixa de ser irônico que a Honda esteja preocupada com o meio ambiente, pedindo aos outros que ajudem a poupar, quando ela mesma é um dos maiores contribuintes para os atuais problemas ambientais.
  • Ela participa do esporte mais poluente do mundo – diz Emuly Armistead, porta voz do “Friends of Earth”, em comunicado oficial.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão