sábado, 20 julho , 2024
28 C
Recife

Sistema de som do Audi S8 é eleito o melhor dos melhores em teste comparativo

Veículo conta com 14 alto-falantes e 1.100 watts de potência; sistema capta todas as variações de intensidade e diferentes instrumentos da música clássica.

Um teste comparativo feito pela Revista Quatro Rodas, com quatro modelos luxuosos ou superesportivos, escolheu o sistema de som do Audi S8 como o melhor entre os veículos avaliados.

- Publicidade -

O projeto acústico do sedã de luxo alemão, criado com exclusividade pela empresa dinamarquesa Bang & Olufsen, superou os equipamentos do Volvo C70 Cabriolet, da Ferrari 599 GTB Fiorano e do Mercedes-Benz S500L. A reportagem foi publicada na edição 561, de janeiro de 2007.

A escolha foi feita com a ajuda de um especialista, o músico Ovanir Buosi, primeiro clarinetista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Acostumado a ouvir – e a tocar- música afinadíssima, ele ficou impressionado com a qualidade de reprodução dos equipamentos e para a “audição” motorizada em cada veículo, levou alguns de seus Cds preferidos de música clássica.

- Publicidade -

O teste no Audi S8 foi feito ao som da Nona Sinfonia de Gustav Mahler, uma obra para orquestra grande, executada com perfeição pelos 107 integrantes da Orquestra de Chicago, com regência do maestro Pierre Boulez.

No primeiro movimento conjunto de violinos, violas, violoncelos e contrabaixos, o músico ficou impressionado com a fidelidade do sistema de som do Audi S8.

“Ele consegue captar o que foi gravado”, afirma.

- Publicidade -

“Na gravação existe um microfone para cada seção da orquestra, e é isso que se ouve aqui. Consigo perceber que o trompete está ali, um pouco mais para trás”, fala Buosi, apontando para um lugar imaginário sobre o motor.

A qualidade acústica percebida pelo especialista vem do sistema Bang & Olufsen Advanced.

A empresa dinamarquesa, que existe desde 1925 e é referência no mundo do áudio e vídeo, nunca antes havia equipado um veículo.

Só aceitou equipar o Audi S8 porque pôde participar do projeto do carro desde o início do desenvolvimento, já que instalar um sistema de som em um automóvel é um verdadeiro desafio para os engenheiros acústicos.

Como comprova o teste da revista, o resultado sonoro no sedã alemão é perfeito. O sistema do Audi conta com 14 alto-falantes: um subwoofer para baixas freqüências; quatro woofers que reproduzem sons graves; cinco midranges para médios; e quatro tweeters que respondem pelos agudos. Cada um dos 14 alto-falantes tem seu próprio amplificador. São 1.100 watts, no total.

O efeito surround deste sistema conta com cinco canais, em duas zonas distintas (dianteira e traseira), como um home-theater.

Além do design elegante e funcional, característica inerente dos produtos da Bang, o sistema do S8 conta com um diferencial: tweeters com lentes acústicas, que irradiam o som em um ângulo de 180 graus, que somado à posição estudado dos outros alto-falantes, permite que todas as pessoas a bordo do veículo ouçam o mesmo som.

O painel do carro foi projetado para incorporar o sistema de som, com tela indicativa embutida no console.

Um botão centraliza todos os comandos, facilitando o controle do motorista. Os alto-falantes são blindados, para conseguir o melhor efeito sonoro somente para dentro da cabine.

O sistema Bang & Olufsen do Audi S8 foi comparado ao projeto acústico do Volvo C70, com amplificadores Alpine, 14 alto-falantes Dynaudio e 910 watts de potência; ao equipamento da Ferrari 599 GTB, com 11 alto-falantes feito pela Bose; e ao conjunto de 14 alto-falantes e amplificadores com 600 watts de potência, projetado pela americana Harman Kardon para o Mercedes-Benz S500L.

No ranking do gosto pessoal do clarinetista Ovanir Buosi, o eleito como melhor é o Bang & Olufsen do Audi, seguido do Alpine/Dynaudio do Volvo, do Harman Kardon do Mercedes e do Bose da Ferrari.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão