sábado, 13 julho , 2024
28 C
Recife

Freios “By-wire”: a tendência do carro do futuro

O Grupo TMD Friction, com matriz na Alemanha e 16 fábricas em 10 países, inclusive Brasil (Cobreq) e Estados Unidos, e um dos maiores fabricantes do mundo de materiais de fricção veicular – pastilhas de freio, lonas para freio a tambor e sapatas – está integrado a uma pesquisa pioneira: a do freio eletro-mecânico, um dos itens em desenvolvimento do carro do futuro e que revolucionará todos os conceitos até então existentes.

- Publicidade -

Dentre as muitas pesquisas em andamento há uma prioritária: a do chamado “Sistema By-Wire”, que atuará no funcionamento dos componentes de um veículo, como freios ou direção, exclusivamente por meio eletrônicos, tornando obsoletos os sistemas mecânicos e hidráulicos atuais. E o acionamento motriz acontecerá através de motores nos cubos das rodas.

Nos sistemas de freios By-Wire surgirão novas funções como, no perigo de uma derrapagem, as de frear ou acelerar as rodas individualmente.

Não atuando com meios hidráulicos ou mecânicos, o freio do futuro dispensa fluído e mangueiras hidráulicas.

As vantagens do sistema de freio em desenvolvimento são múltiplas, entre elas a de uma distância menor de frenagem com estabilidade otimizada.

- Publicidade -

Atualmente, na Alemanha, a TMD Friction e um parceiro estão trabalhando na pesquisa e desenvolvimento de um destes sistemas de freio. E os primeiros testes, tanto em laboratórios como num veículo protótipo, foram promissores.

Em sua área de competência, a TMD Friction sabe que o sistema de freio do futuro vai exigir bem mais das pastilhas, que precisarão apresentar um índice de fricção mais constante e variações de compressibilidade inferiores.

iPAD – Outro projeto de grande importância que a TMD está realizando na Alemanha, em parceria com a Universidade de Darmstadt, é o iPAD (pastilha de freio inteligente).

Ou seja, uma pastilha com sensor integrado, do qual se pode obter informações diretamente do freio.

Por meio do uso do iPAD em laboratórios, o fabricante fará, pela primeira vez, a medição de temperaturas durante os processos de frenagem, com exatidão e diretamente na camada de fricção da pastilha.

- Publicidade -

Ainda é possível determinar, e também pela primeira vez, a distribuição de pressão e forças dentro do freio.

Desta forma e no caso específico da TMD Friction, ela poderá obter dados mais exatos sobre o comportamento dos materiais de fricção nos diversos sistemas de freio.

Consequentemente serão desenvolvidos novos materiais, de forma rápida e a preços mais competitivos, já que, atualmente, antes de colocados na produção, os materiais de fricção exigem extensas e dispendiosas séries de testes (trial and error).

O resultado destes investimentos em pesquisas é que, com o iPOD, a TMD Friction poderá selecionar e controlar suas matérias-prima, além de obter um processo de prensagem com maior precisão, o que resultará em grande economia de tempo e custo.

Assim, o Grupo TMD Friction, na indústria de material de fricção, continua liderando o segmento de pesquisa internacional.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança